ASSOCIAÇÃO COMERCIAL VAI À JUSTIÇA CONTRA FERIADO DA CONSCIÊNCIA NEGRA EM CURITIBA

A notícia é do portal Bem Paraná:

Curitiba pode não ter o feriado da Consciência Negra, aprovado recentemente pela Câmara Municipal da cidade. A Associação Comercial do Paraná (ACP) deve entrar na Justiça para impedir a realização do feriado. O movimento contrário ao feriado é liderado pelo presidente da ACP, Edson José Ramon, e por uma equipe de conselheiros.

Segundo Ramon, o feriado causaria problemas no comércio da Capital. O feriado da consciência negra nas cidades do País em que a data é comemorada, como Londrina, ocorre no dia 20 de novembro. Segundo a ACP, um novo feriado naquele mês pode prejudicar as vendas nos estabelecimentos comerciais – o mês já possui o feriado de finados (dia 2) e Proclamação da República (dia 15).

Porém, a ACP diz que o órgão, o presidente e seus conselheiros não são contrários à comemoração da consciência negra e da memória de Zumbi dos Palmares, líder quilombola que se tornou símbolo de resistência dos escravos durante a época do Brasil Colônia. A ACP informou que a comemoração deveria ser de forma cívica e não como um feriado.

O dia da Consciência Negra foi aprovado pela Câmara em 2012 e promulgado como Lei pelo presidente da Casa, Paulo Salamuni (PV) no dia 11 de janeiro. A decisão ainda deve ser publicada no Diário Oficial do Município (DOM) de Curitiba.

3 comentários

  • Toma

    Tinha que ser em Curitiba. Quero esse feriado ***

  • TO LOCO

    TAMBEM QUERO…MAS,….VAMOS SER JUSTOS..SÓ QUERO ESTE FERIADO QUANDO TIVER …DA CONSCIÊNCIA NEGRA, BRANCA AMARELA, VERMELHA, LILÁS, DE BOLINHA, ESTAMPADINHA, XADREZINHA, LISTADINHA,ETC……..TEM QUE TER PRA TODO MUNDO.

  • cesar martins

    Graças a Deus, o bom censo venceu, a maioria dos curitibanos se mostraram favoráveis ao feriado de 20 de novembro “Dia da Consciência Negra”, o debate, a reflexão sobre tema tão profundo merece consideração para superação do racismo e preconceito sofrido pelos afrodescendentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *