CASO FACIP 97: OFÍCIO DA JUÍZA DE JALES CHEGA AO GABINETE DO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA

O ofício da juíza da 4a. Vara de Jales, Renata Vilalba Serrano Nunes, onde ela solicita informações sobre o Recurso Extraordinário objeto do Agravo de Instrumento n. 692428, chegou, finalmente, ao gabinete do ministro Joaquim Barbosa, do STF. A via original do ofício, e seus anexos, que estava na Seção de Agravos de Instrumento da 2a. Turma do Supremo Tribunal Federal, desde o dia 18 de abril, foi encaminhada hoje à tarde ao gabinete do ministro.

Como se sabe, a juíza Renata aguarda as informações do ministro Joaquim Barbosa para decidir sobre o cumprimento ou não da sentença que condenou Humberto Parini e outras cinco pessoas por improbidade administrativa, no famoso caso das notas frias da Facip 97. O cumprimento da sentença implicaria, entre outras coisas, na cassação do mandato do prefeito Parini.

7 comentários

  • Luís Fernando - adv

    Um passarinho verde me disse que foi este blogueiro quem salvou o prefeito de ser cassado, já que ao divulgar a possibilidade da cassação pela juíza da quarta vara cível, fez com que o Parini entrasse em contato com seus causídicos, cuja conseqüência já sabemos! (firme e forte no poder). Kakakakak, isso que chamo de um genuíno tiro pela culatra!

  • Luís Fernando - adv

    Pior! Nem dorme na esperança de ver na telinta no computador a tão sonhada decisão, “cassado”!

  • Luís Fernando - adv

    Bom, ao menos esta é a impressão que se dá! Ademais, gostaria de saber porque após 7 anos de união, veio tamanha decepção?

  • Prezado Luís Fernando, só mesmo um cérebro em adiantado estado de putrefação poderia acreditar nessa história de que o blog teria alertado o prefeito. Mas, se você quer acreditar, então acredite. A mim pouco importa se o prefeito-moribundo Humberto Parini vai sair daqui a dois meses ou daqui a dois anos. Aliás, se eu pudesse opinar, gostaria que ele ficasse até o final do mandato, pois, como já disse aqui, terei mais assunto. Quanto à minha decepção, nem sei se ela existe, mas se existe é um problema meu e não tenho que dar satisfações a ninguém, muito menos a você, a quem não conheço. E, caso você queira saber, sinto falta de alguns amigos/as que fiz na Prefeitura, mas vivo bem melhor atualmente.

  • Le

    Olha mais um puxa saco do finado prefeito…..seus pensamentos estao igual a casas bahia..saem todos divididos…bom vamos a noticia acima Loira do Tchan….fui

  • Jacques Brel

    Hei prefeito já deixa a mala pronta. A descida da rampa é inevitável, o bloqueio de bens também. Evolução ou recesso patrimonial é algo muito fácil de se descobrir.
    Ainda cabe ressalte o fato de que esta ação é somente a ponta da geleira, uma vez que existem outras dezenas de processo por IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA correndo na Justiça Paulista contra o Senhor.

    Por favor, ligue para a Sra. ex-prefeita de Santa Albertina Sandra Fiorilli e o Sr. ex-prefeito de Paranapuã Carlos Massami e pegue informações de como realmente é o período pós-mandato.

  • Robertinho Lisboa

    Negada apelação de nove condenados da Operação Grandes Lagos – Tribunal manteve sentenças de um dos núcleos criminosos da ampla organização que praticava sonegação e lavagem de dinheiro ligada a frigoríficos nos municípios de Jales, Fernandópolis e São José do Rio Preto

    http://folhanoroeste.blogspot.com/2011/04/negada-apelacao-de-nove-condenados-da.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *