CIDADE TEM MAIS CADASTRADOS PARA RECEBER REMÉDIOS DO QUE MORADORES

Eu já ouvi falar de casos de cidades que tinham mais eleitores do que moradores, mas o caso de Gavião Peixoto parece ser único. Deve haver uma legião de hipocondríacos por lá. A notícia é do EPTV:

O Ministério Público abriu inquérito para investigar o fato de Gavião Peixoto ter mais pessoas cadastradas para receber remédios do que o total de moradores. A cidade tem 4,6 mil moradores cadastrados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para retirar remédios de graça. Apesar disso, de acordo com o censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de moradores é de 4.419.

A prefeitura justificativa que a cidade tem uma população temporária de quase mil pessoas. São trabalhadores que vem para a colheita da cana e laranja e depois vão embora. A explicação não convenceu o MP. Os promotores querem saber o nome de todos os cadastrados pelo SUS na cidade, a lista de medicamentos comprados e entregues e quanto foi gasto.

A prefeitura tem até o próximo dia cinco para entregar aos informações. Antes do fim da investigação, o vice-prefeito já disse que a revisão do cadastro vai ser feita com mais frequência. Hoje, o trabalho é feito uma vez por ano. “Nós vamos fazer semestralmente para que isso não aconteça mais. Vamos dar baixa nas pessoas que forem embora”, disse o vice-prefeito Adriano Marçal da Silva.

Quem quiser ver um vídeo com a matéria, é só clicar aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *