COCHILO DEPOIS DO ALMOÇO FAVORECE A MEMÓRIA E O CORAÇÃO

Bastam apenas 15 minutos para que o seu organismo se beneficie com a soneca:

Em casa, ele já reinava absoluto. Nas empresas e escritórios, além de liberado, tem virado febre mundial. Se para alguns o cochilo (aqueles poucos minutos de sono) não faz a menor diferença ou é sinônimo de preguiça, para a maioria é tão valioso que revigora o corpo e fortalece a memória.

O fato foi recentemente comprovado por pesquisadores da Universidade de Berkeley, na Califórnia (EUA), após testes feitos com 39 jovens saudáveis. Os participantes tinham que decorar cem nomes e rostos na hora do almoço. Em seguida, uma parte deles era liberado para dormir.

Às 18h, o grupo voltava e precisava decorar outros cem nomes e rostos. A conclusão do estudo foi de que os 20 jovens que tiraram uma soneca apresentaram desempenho 10% melhor na tarefa, o que apontou para um melhor funcionamento do cérebro após a soneca.

Ao contrário do que muita gente pensa, o sono que bate logo depois do almoço não é consequência da ação da alimentação no organismo e sim, um instinto natural do nosso organismo, que reage assim quando nossas reservas de energia caem. O pneumologista Denis Martinez, do Instituto de Medicina e Sono, explica:

“Fomos nos adaptando à correria dos tempos modernos e deixando de cochilar na hora do almoço, mas a sesta é tradicional em muitos países (principalmente nos países europeus) até hoje, por ser uma necessidade biológica do ser humano já que por volta desse horário, as reservas de ATP e glicogênio que nos dão energia sofrem uma baixa. Nesses casos, o cochilo não indica nenhum tipo de distúrbio e não interfere na qualidade de sono à noite”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *