COMEMORAÇÃO ADIADA SINE DIE

Embora tenham sido desmentidos os boatos sobre a possível transferência do promotor público André Luiz de Souza, para São Paulo, parece que algumas pessoas ainda não desistiram de comemorar. Elas estão apostando que a comemoração foi apenas adiada. Um dia desses, um dirigente petista local me confidenciou que a remoção do promotor é só uma questão de tempo. E justificou: “não é só porque ele tá pegando no pé do Parini, não. Ele tá pegando no pé de muita gente.”  Dito assim, parece fácil, mas até onde eu sei, os pseudo-poderosos locais tentaram e não conseguiram transferir um bombeiro. Será que conseguirão transferir um promotor?

2 comentários

  • VANIA

    “Pegando no pé”.Não ele esta fazendo o seu trabalho e quem acha que ele pega no pé,comece a agir corretamente sem infrigir as Leis que ninguém vai pegar no seu pé.Sinal que tem muita gente fazendo coisa errada.

  • Paulo Reis Aruca

    Só para citar um exemplo de que não há pegação de pé. No Caso Facip-97, o promotor André teve uma boa oportundidade de recorrer da decisão da Justiça jalesense, contra ordem do Tribunal de Justiça, que havia confirmado decisãoda Justiça jalesense, mas não o fez. Taçvez para não fazer a cidade protagonizar tão deprimente fato. Só por isso, Parini não foi cassado. E a paga? INGRATIDÃO!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *