CRISE DO PETRÓLEO AFETA ATÉ A PROSTITUIÇÃO

ax00d4myitozg8srizihz1jso

Os problemas com a queda no preço do barril de petróleo e com o escândalo da Petrobras estão causando estragos em algumas cidades do Rio de Janeiro. Neste trecho de uma matéria do jornal carioca O Dia, vê-se que até as garotas de programa, que chegavam a realizar até 15 performances por dia – isso mesmo: quinze! -, já estão sentindo os efeitos da crise:

O que mais se escuta em Macaé, nestes tempos de crise, é que os macaenses apertaram o cinto e estão cortando todos os supérfluos. O impacto da retração econômica chegou às ruas. Em todos os sentidos. Se muitos trabalhadores deixaram as mais diversas regiões do país em busca das oportunidades surgidas na cidade considerada a‘capital do petróleo’, o mesmo se pode dizer das garotas de programa que deixaram Copacabana, no Rio, de olho no alto poder aquisitivo da população masculina em Macaé.

“Está ruim de afrouxar esse cinto. Ninguém aqui abre mais o bolso para nada. A crise está braba. Há dois, três anos a gente chegava a fazer 15 programas por dia, cobrando em média R$ 120 em cada um. Agora só contamos com um programinha ou outro, às vezes não rola nenhum. Mesmo com promoção”, conta Bruna, de 27 anos, que agora cobra R$ 100 por uma hora de prazer.

Colega de Bruna, Fernanda lembra com saudade das festinhas bancadas pelo “turma do petróleo” que trabalhava em alto-mar. Assim que voltavam ao continente, patrocinavam festas e mais festas que duravam dias inteiros. O eldorado do petróleo era também o da prostituição.

“Era para ter resolvido a nossa vida. Tínhamos noite inteiras de rainha aqui em Macaé. Muito melhor do que no Rio de Janeiro. Nem se comparava. A galera tinha grana mesmo. Esbanjava em tudo. Foram as melhores festas da minha vida. Esse oásis durou até outubro do ano passado”, acrescentou Bruna.

Os anos dourados sonhados pelos moradores do Norte Fluminense deram lugar a tempos de incerteza e falta de perspectiva. A situação em Macaé, apontada há alguns anos como Eldorado do petróleo, é desesperadora. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Vandré Guimarães, admite a situação tensa.

“A crise não é coisa nossa. É mundial. O preço do barril caiu pela metade e isso afeta todas as cidades que vivem de royalties no mundo todo. No Brasil fica pior devido aos escândalos recentes, mas o problema é o preço do barril, que interfere na economia da cidade, do petroleiro ao pipoqueiro”, justifica Vandré.

10 comentários

  • Thiago

    Lei da oferta e procura.

  • ORLANDO MATHEUS

    Com a roubalheira da Petrobras ficamos reduzidos a uma simples Lamparina a querosene !!! E viva os milhares de hectares e os bois do Lulinha !!!

  • Aquelas ali do trevo da água vermelha também sentiram a crise

  • RUI BARBOSA TRISTE

    Nossa Orlando Mateus!!!!!

    Quer pessoa mais corrupta que você!!!

    Você oferece jogo do bicho para cidade inteira

    É correto isso ?

    Só espero que não forneceu notas frias para as

    prefeituras da região.

    ATENÇÃO POLICIA FEDERAL faça um rastreamento

    nesta pessoa que tanto quer moralidade.

    • Jose Carlos de Oliveira

      RUI BARBOSA TRISTE, para defender os ladroes da Petrobras, vc ofende o sr. Orlando.
      Atras de um apelido assim e’ facil
      Ponha o seu nome ai?

  • prof zico

    Chegou fim de semana todos querem diversão.
    Só alegria nós estamos no verão mês de Março São Paulo Zona Sul todo mundo a vontade calor céu azul.
    Eu quero o sol.
    Encontrar os camaradas para falar de futebol.
    Não pega nada estou á 1 hora da minha quebrada.
    Logo mais quero ver todos em paz.
    Um dois três carros na calçada.
    Feliz e agitada toda a playboyzada.
    As garagens abertas eles lavam os carros.
    Desperdiçam a água eles fazem a festa.
    Vários estilos vagabundas motocicletas.
    Coroa rico boca aberta isca predileta.
    De verde florescente queimada sorridente.
    A mesma vaca louca circulando como sempre.
    Roda a banca dos playboys do Guarujá.
    Muitos manos se esquecem mas na minha não cresce sou assim e estou legal até me leve a mal malicioso e realista sou eu Mano Brow.
    Me dê 4 bons motivo pra não ser.
    Olha o meu povo nas favelas e vai perceber.
    Daqui eu vejo uma caranga do ano.
    Toda equipada e um tiozinho guiando.
    Com seus filhos ao lado estão indo ao parque eufóricos brinquedos eletrônicos.
    Automaticamamente eu imagino a molecada lá da área como é que tá provavelmente correndo pra lá e pra cá.
    Jogando bola descalços nas ruas de terra.
    É brincam do jeito que dá.
    Gritando palavrão é o jeito deles.
    Eles não tem dinheiro e nem televisão de led.
    Mas todos eles tem São Cosme e Damião a única proteção.
    No último natal papai Noel escondeu um brinquedo prateado brilhava no meio do mato.
    Um menininho de 10 anos achou o presente.
    Era de ferro com 12 balas no pente.
    E o fim do ano foi melhor pra muita gente.
    Eles também gostariam de ter bicicleta.
    De ver seu pai fazendo cooper tipo atleta.
    Gostam de ir ao parque e se divertir e que alguém os ensinasse a dirigir mas eles só querem paz e mesmo assim é um sonho fim de semana no Parque Santo Antônio.
    Vamos passear no parque deixa o menino brincar fim de semana no parque vou rezar pra esse domingo não chover.
    Olha só aquele clube que da hora.
    Olha aquela quadra olha aquele campo olha quanta gente.
    Tem sorveteria cinema piscina quente.
    Olha quanto boy olha quanta mina afoga essa vaca dentro da piscina tem corrida de kart dá pra ver.
    É igualzinho o que eu vi ontem na tv
    Olha só aquele clube que da hora olha o pretinho vendo tudo do lado de fora nem se lembra do dinheiro que tem pra levar
    Pro seu pai bem louco gritando dentro do bar nem se lembra de ontem de onde o futuro ele apenas sonha através do muro milhares de casas amontoadas ruas de terra esse é o morro a minha área me espera.
    Gritaria na feira (Vamos chegando)
    Pode crer eu gosto de mais calor humano.
    Na periferia a alegria é igual quase meio dia a euforia é geral é lá que moram meus irmãos meus amigos.
    E a maioria deles se parece comigo eu também sou bam bam bam e o que manda o pessoal deste ás 10 da manhã está no samba rep rock ou funk prestem atenção no acorde pode crer pela ordem.
    A número 1 em baixa renda da cidade Comunidade Zona Sul é dignidade tem um corpo no escadão a tiazinha desse morro policia a morte policia socorro.
    Aqui não vejo nenhum clube poliesportivo.
    Pra molecada frequentar nenhum incentivo.
    O investimento no lazer é muito escasso.
    O centro comunitário é um fracasso.
    Mas ai se quiser se destruir está no lugar certo.
    Tem bebida cocaína crak sempre por perto.
    A cada esquina 100 200 metros.
    Nem sempre é bom ser esperto Schimith Taurus Rossi Dreyer ou Campari pronúncia agradável estrago inevitável nomes estrangeiros que estão no nosso morro pra matar e M.E.R.D.D.A.
    Como se fosse hoje ainda me lembro 7 horas sábado 4 de Dezembro uma bala uma moto com 2 imbecis.
    Mataram nosso mano que fazia o morro mais feliz.
    E indiretamente ainda faz mano Rogério esteja em paz.
    Vigiando lá de cima a molecada do Parque Regina.
    Tó cansado dessa porra de toda essa bobagem.
    Alcoolismo vingança treta malandragem.
    Mãe angustiada filho problemáticos famílias destruídas fins de semana trágicos o sistema quer isso a molecada tem que aprender fim de semana no Parque Ipê.
    pode crer Racionais Mcs vamos investir em nós mesmo mantendo distância das drogas e do álcool é isso ai paz á todos.(Racionais Mcs).

  • Acabou o func, func

    As prostitutas cariocas cairam no conto do pre’ sal que o governo contou, dizendo que nós teriamos combustivel mais barato, com o descobrimento de petroleo, no RJ.
    Mal a gente sabia que o PT/PMDB/PP estavam roubando a Petrobras, a mais de 10 anos.
    Agora o preço do petroleo caiu pela metade e o preço dos combustiveis subiu.
    Eles roubaram a Petrobras e nós vamos pagar
    A putas, tambem

  • ZOIUDO

    ORLANO MATHEUS,paga a conta de Luz de sua casa e aí não ficará a merce da Lamparina a Querosene e a Vela. Trabalhe e paga que ninguem corta seu Otário.

  • quinze trepana no diaaaaa meuuu Deusssssssssss kkkkkkkkkkkk.

  • Elas fazem a linha,”Trabalham deitadas e descansam em pé”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *