DEPUTADO É ESPANCADO POR POLICIAIS

De nada valeram os 62.310 votos recebidos por Antonio de Sousa Ramalho, o Ramalho da Construção, que o elegeram deputado estadual pelo PSDB na última eleição. Na madrugada de ontem, ele apanhou como qualquer cidadão que denuncia abuso policial em São Paulo. A agressão ocorreu após um investigador cortejar a mulher do parlamentar. 

“Em meus 62 anos de vida, nunca havia passado por isso”, disse. Dois investigadores e um comerciante teriam participado da agressão depois que o deputado pegou a mulher pela mão para ajudá-la a sair de perto do grupo. Acabou espancado. Seu desmaio não impediu os três a continuar a agressão, desferindo chutes em seu corpo.

O deputado, que toma posse em 15 de março, estava com a mulher na casa noturna Vila Country, na zona oeste, quando ela foi assediada. Eram 3h30. Loira, 1,65 metro de altura, magra e bela, Viviane de Brito, a mulher do deputado, tem 26 anos.

A noite de anteontem havia começado para o deputado com duas reuniões políticas – uma do PSDB e outra da base do parlamentar. Pouco depois da meia-noite, o deputado chegou à casa noturna. “Fui ao Vila Country porque minha mulher queria ver o show do Victor & Leo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *