DESTAQUES DOS JORNAIS

Estas foram as manchetes dos jornais locais, neste final de semana:

Folha Noroeste: “Lei da Ficha Limpa vale para as eleições municipais de 2012”

Folha Regional: “Jalesense perde a vida na Ponte da Água Vermelha”

Jornal de Jales: “Ficha Limpa alavanca mobilização por mais recursos para saúde”

A Tribuna: “Lei da Ficha Limpa barra Parini, Rato e JR”

Na Folha Noroeste, o destaque foi o julgamento do STF que, por 7 votos a 4, declarou a constitucionalidade da chamada Lei da Ficha Limpa, a qual deverá vigorar nas eleições municipais de outubro deste ano. Outras manchetes: “TJ arquiva investigação contra prefeito Tavinho de Mesópolis”; “SERT inaugurou Banco do Povo nesta sexta-feira, 17, em Urânia“. Na coluna Folhageral, o editor Roberto Carvalho informa que os ex-vereadores uranienses, Neuseli Maria de Brito Pires e Gerson Mansur Rodrigues, estão entre os possíveis atingidos pela Lei da Ficha Limpa.

A Folha Regional destacou a morte trágica e prematura do jovem jalesense Vandré Bolívar Albuquerque, que perdeu a vida no sábado passado, quando seu carro despencou da ponte da Água Vermelha e caiu nas águas do Rio Grande. Outras manchetes: “Santa Albertina será beneficiada com mais uma etapa de recapeamento asfáltico”; “Prefeitura de Jales inicia obras de recuperação de ruas”. Na coluna Ella, um dos espaços mais disputados do jornal, destaque para a jovem estudante do Colégio Objetivo, Elis Caroline Ferrarez, que declarou gostar de ler livros e ouvir música.

Jornal de Jales destacou os efeitos colaterais da aprovação da Lei da Ficha Limpa. Segundo o jornal, em Jales, o julgamento do STF fez aumentar o número de interessados em assinar a lista que vai propor mais recursos para a saúde. Outras manchetes: “Iamspe aumenta em 30% repasse para a Santa Casa“; “Presidente da Câmara manda arquivar projeto reduzindo seus poderes“. Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior destacou a reunião festiva de sábado passado, no Senadinho, quando quatro pré-candidatos a prefeito de Jales  prestigiaram o aniversário do ‘presidente’ José Célio Martini.

A Tribuna também destacou a Lei da Ficha Limpa, que, em Jales, pode atingir o prefeito Humberto Parini, o ex-prefeito Rato e o vereador José Roberto Fávaro, o JR. No caso de Parini, a lei vai impedir que ele tente voltar em 2016. Outras manchetes: Prefeitura confirma dívida de R$ 682 mil referente à Facip de 98“; “Mulher presa com drogas no órgão sexual morava em Santa Albertina“. Na coluna Enfoque, a informação de que o secretário municipal de Administração, José Shimomura, deve se afastar do cargo no início de abril para concorrer a uma cadeira de vereador em Jales.

2 comentários

  • annonymous

    Ai Cardosinho, ouvi falar que o Luiz Melodia morreu em um acidente de moto, confirma essa historia ai pra gente.

  • Verdade

    Em relação a ficha limpa, na cidade de Urânia, onde foi citado a inegibilidade dos ex-vereadores Gerson e Neuseli, devido a um renuncia de mandato. Foi impetrado um Mandado de Segurança, contra a Comissão processante da Câmara, sendo então anulado pela Magistrada, onde em seu despacho a magistrada elencou vários erros formais, erros que até o momento gerariam indícios de que todos os atos realizados pelos vereadores de oposiçao, foram somente no intuito de prejudicarem os mesmos,somente com internções eleitoreiras ja que estava preste para ser votado o projeto da validade da Ficha Limpa. Fica ai uma grande observação sobre esta lei. Quero dizer que concordo com a mesma, porém devem ser analisados caso a caso, pois pessoas podem querer prejudicar outras, somente para obterem vantagem. E podem ter certeza, que o que eles mais temiam vai acontecer, Gerson e Neuseli seram candidatos e com certeza venceram, pois chega de mentira e perseguição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *