EMPRESA ATINGIDA PELA LAVA JATO DEMITE 3.200 TRABALHADORES DE UMA SÓ VEZ NO RIO GRANDE DO SUL

Enquanto a elite paneleira se ocupa em bater palmas para seus heróis, a indústria naval brasileira – atingida pela crise e por um empurrãozinho da Lava Jato e sua técnica de paralisar empresas – vai sendo destruída. E com ela, milhares de empregos vão sendo dizimados.

Como já explicou o ex-ministro da Justiça, Eugênio Aragão, nos Estados Unidos e na Alemanha, combate-se a corrupção punindo os corruptos e preservando as empresas (e os empregos!). Afinal, as empresas não têm vontade própria.

Aqui no Brasil, empresas estão sendo exterminadas, enquanto os corruptos – ou a maioria deles – já estão em suas mansões cumprindo “prisão” domiciliar. E os trabalhadores sendo punidos com a perda de seus empregos. A notícia é do Zero Hora:

A Engevix Construções Oceânicas (Ecovix) confirmou, na manhã desta segunda-feira, que 3,2 mil funcionários foram desligados, restando apenas 500 nos dois estaleiros da empresa na cidade de Rio Grande(RS).

Primeiro a dar a notícia, logo no início da manhã, o presidente do Sindicato Municipal dos Metalúrgicos, Benito Gonçalves, chorou em entrevista à Rádio Gaúcha. “Acabaram com a gente. Estão acabando com o sonho brasileiro. A única forma de ser decente é ter trabalho e pagar as contas. Agora, nem isso”.

A Ecovix é um braço de construção naval da empreiteira Engevix, que está sendo investigada na Operação Lava Jato e que teve um de seus sócios preso preventivamente. A origem da empresa está relacionada à encomenda de oito cascos para plataformas de petróleo, pela Petrobrás. O contrato somava U$ 3,5 bilhões e previa a entrega das unidades até este ano.

Trata-se da empresa com maior volume de trabalho no polo naval de Rio Grande, que tinha 3,7 mil funcionários. No entanto, a Ecovix já chegou a contar com 12 mil trabalhadores. Apenas 200 funcionários continuam trabalhando na manutenção da estrutura do estaleiro. Outros 300 não foram demitidos porque estão afastados.

30 comentários

  • Jalesense

    Aí eu fico pensando: Como pode existir um ser que critica uma Operação como a Lava Jato só porque dos queridinhos santos corruptos foram presos. E Lula lá em 2018 (Na cadeia).

  • Eduardo Cunha - o Malvado Favorito

    Essa empresa vivia em função da Petrobrás! Como a Petrobrás está quebrada, é lógico e óbvio que ela vai arrastar todos que estavam pendurados…
    A notícia é tendenciosa! A questão é: porque realmente essa empresa está demitindo???

  • BIGODAO

    Vc tá cansativo em Cardosinho.
    Quer defender o indefensável.
    Você é um kra instruído marido de professora…
    Vamos passar o Brasil a limpo, roubou e ladrao e acabou seja ele do PT do PMDB do PSDB ou do raio que o parta.
    Temos que ser do partido Brasil.

  • Abóbora

    Infelizmente vcs devem estar empregados pois se estivessem na pele destes país de famílias nem comentavam uma notícia desta com ódio no coração. Lamentável

  • Quaqua

    O blogueiro está querendo dizer que se for pra gerar empregos podemos praticar atos ilegais???

    • Não creio que você possa ser tão burro. Acho que está só fingindo que não entendeu, mas, por via das dúvidas, vou tentar ser mais claro: o que eu estou querendo dizer é que – a exemplo do que acontece em outros países, como Alemanha e EUA – é possível combater a corrupção sem quebrar as empresas e acabar com empregos. Terei que desenhar?

      • Peão Velho

        Desenhe, como fazer isso, por gentileza.

      • Funcionário

        Se puder desenhar…gostaria de entender tmb…

        • Desconfio que você não vai entender, mas, para desencargo de consciência, vou reproduzir um trecho da matéria “Destruição a Jato”, da revista Carta Capital:

          No Brasil, vale a visão imperante de punir também as empresas, como se dotadas fossem de iniciativa e intenções, à semelhança dos seus acionistas e executivos. É o oposto do que ocorre na Europa e nos Estados Unidos, onde o instituto do self cleaning prende ou afasta os executivos, aplica multas, exige programas rigorosos de combate às práticas propiciadoras da corrupção e devolve as empresas o mais rápido possível ao mercado público e privado.

          Os exemplos são abundantes nos casos de improbidade entre os maiores fornecedores do governo. Os contratos da GE com o Pentágono, suspensos em 1992, foram retomados cinco dias depois mediante a apresentação de um sistema de vigilância interna para evitar novas fraudes, noticiou o Los Angeles Times. É bom repetir: cinco dias.

          A IBM retomou os contratos com o governo oito dias após a interdição determinada em 2008, destacou o Public Contract Law Journal. A suspensão da contratação da Boeing pelo setor público, em 2003, foi levantada um mês mais tarde devido à “forte necessidade no interesse do país”, justificou o subsecretário da Força Aérea, Peter B. Teets.

          André Araújo, ex-empresário e advogado de empresas dos Estados Unidos, acrescenta exemplos. A construtora Halliburton foi multada em 110 milhões de dólares, quantia irrisória para uma empresa que vale entre 40 bilhões de dólares e 50 bilhões, e o principal executivo foi preso por dois anos e meio. No caso da Lockheed, que pagou 1,5 bilhão de dólares em comissões para vender aviões militares a mais de 20 países, na década de 1970, o governo exigiu a troca do presidente da empresa e aplicou uma multa de 24,8 milhões de dólares.

          Na Europa, ocorre o mesmo. “Na Volkswagen alemã, houve escândalos enormes de distribuição de propina, inclusive com envolvimento do governador de Baden-Württemberg. A fabricante de aviões e helicópteros Messerschmitt-Bölkow-Blohm também está envolvida em distribuição de propina. Os ministros e outras autoridades implicados caem, mas a empresa não é destruída. Ninguém vai acabar com empresas como essas por causa da corrupção”, exemplifica o procurador do MPF e ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão.

          “Aqui no Brasil, entregamos os nossos ativos com uma facilidade impressionante. Isso ocorre, principalmente, porque essa garotada do Ministério Público não tem a mínima noção de economia. Não sabem como isso funciona.”

          Uma situação de risco imensurável para o País. Aqui, há 2,2 mil procuradores federais concursados, com estabilidade na função, dos quais não se exige nenhuma experiência anterior em negócios e economia. “Nos EUA, há 93 procuradores federais nomeados pelo presidente da República, com mandato de quatro anos. São pessoas bem relacionadas, experientes na área empresarial e com excelente formação, todos provenientes de grandes universidades como Harvard e Yale”, diz Cynthia Catlett, diretora da divisão de Consultoria Técnica e Investigativa em Apoio a Litígios da FTI Consulting no Brasil.

          • Quaqua

            A diferença é que as empresas citadas no artigo são empresas que vivem independente das falcatruas…
            Já a empresa citada…vivia somente de falcatruas….se acabaram…não entra mais dinheiro…..
            …simples.,…

  • Vale a pena roubar!

    Diferente dos petistas que defendem os politicos ladrões do seu partido, os brasileiros querem que os políticos (envolvidos, de qualquer partido) sejam presos, juntos com os donos das empreiteiras.
    Porem os promotores fazem acordos milionarios para pagarem uma parte do rombo causado sendo que o dono da empresa fica desfalcado financeiramente.
    Certamente ele fica proibido de “pegar” as obras do governo (a galinha de ovos de ouro) pois fica “sujo”,no mercado.
    O grande problema é que ele manda embora, a maioria do funcionarios (eles vão pagar o pato, como sempre) para voltar a ser um médio ou pequeno empresário.
    Porem, rico porque ele fica com a maior parte da “grana” roubada.

  • Pedro de esperança

    Em 2013 essa empresa tinha 24000 empregados e no mesmo ano reduziu para 3600 – na época não tinha a Lava Jato e o governo era outro.

    • Pedro de esperança, a notícia do Zero Hora, um jornal gaúcho, diz que a empresa já chegou a ter 12 mil trabalhadores. Você já dobrou esse contingente. Sobre o “empurrão” da Lava Jato, reproduzo trecho de notícia do Jornal do Commércio, de hoje:

      Impactada pelas investigações da Operação Lava Jato sobre corrupção na Petrobras, com envolvimento de políticos e integrantes do governo federal e empresas, a Ecovix estaria em vias de pedir recuperação judicial. Em nota divulgada nesta tarde, a Ecovix confirma o acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do Rio Grande, aprovado pela assembleia de trabalhadores. A empresa disse ainda manter os esforços para buscar uma solução para o estaleiro. “A Ecovix está em forte processo de reestruturação financeira e operacional e busca alternativas para retomada da sua operação no futuro”.

  • Pedro de esperança

    E vai ficar com 1400 empregos, não vai demitir todos – está localizada na cidade de rio grande – rs

  • Pedro de esperança

    Nobre blogueiro – não dobrei nada – a notícia foi da globonews ontem no jornal das 10 – portanto só transmiti o que assisti

  • UMA TEORIA SIMPLES SOBRE A CORRUPÇÃO… A ARTE DA POLITICA ESTÁ EM CONSEGUIR APLAUSOS DOS FAVORECIDOS E APOIO DOS ESPOLIADOS. t

    Por que há essa percepção generalizada de que políticos são corruptos? Qual exatamente é o arranjo que gera incentivos para que eles sejam corruptos?
    Existe realmente uma maneira de ser diferente?
    O intuito aqui é estabelecer uma teoria muito simples sobre a corrupção.
    O poder do estado — e, por conseguinte, o poder daqueles que detêm cargos de poder dentro da máquina estatal — é o poder de pilhar, usurpar e dar ordens. Quem detém o poder estatal detém a capacidade de se locupletar. A capacidade de se locupletar estando dentro da máquina estatal é a definição precípua de corrupção. A corrupção sistemática necessariamente acompanha um governo. Ela está presente na história de absolutamente todos os governos. Varia apenas a intensidade e o grau de exposição e de denúncia pela mídia.
    A teoria por trás destas conexões é simples.
    **Em primeiro lugar, o governo detém o monopólio da criação de leis. E o monopólio da criação de leis gera oportunidades para se roubar legalmente. Roubar legalmente significa aprovar uma lei ou regulamentação que favoreça um determinado grupo à custa de todo o resto da economia, principalmente os pagadores de impostos.
    **Em segundo lugar, o governo, munido do dinheiro que coleta de impostos, detém o monopólio da escolha das empresas que farão as obras públicas que o governo julga adequadas. Esse processo de escolha, que dá à empresa vencedora acesso livre ao dinheiro da população — algo que não ocorre no livre mercado — é outra forma de roubo legalizado.
    Grupos de interesse — por exemplo, grandes empresas, empreiteiras ou empresários com boas ligações políticas — ansiosos por adquirir vantagens que não conseguem obter no livre mercado irão procurar determinados políticos e fazer lobby para “convencê-los” a aprovar uma determinada legislação que lhes seja benéfica, ou para pressionar que sua empresa (ou empreiteira) seja a escolhida para uma obra pública.
    A legislação pode ser desde a imposição de tarifas de importação até a criação de regulamentações que irão dificultar a entrada de novos concorrentes em um mercado específico. Pode também ser uma mera emenda orçamentária que irá beneficiar alguma empreiteira que será agraciada com a concessão de alguma obra pública.
    **Mas há um problema: se esses legisladores não cobrarem um preço pelo seu voto favorável — isto é, se o custo para se fazer lobby for zero —, então a demanda por legislações específicas será infinita. Igualmente, se os políticos no comando de estatais não cobrarem um preço das empreiteiras escolhidas para fazer as obras públicas, a demanda por obras públicas da parte das empreiteiras também será infinita.
    Sendo assim, os legisladores terão de cobrar caro pelo seu voto com o intuito de estabelecer parâmetros para os espertalhões que estão brigando pelo seu voto favorável; e os políticos no comando de estatais terão de cobrar um preço alto para fraudar o processo de licitação em prol de uma determinada empreiteira.
    Para ambos os casos, o preço inclui contribuições de campanha, dinheiro em contas no exterior, favores corporativos, publicidade favorável, e vários outros. Suborno e propina são apenas as formas mais cruas desse leilão.
    No atual escândalo da Petrobras, o dinheiro saía do caixa da estatal, pagava obras superfaturadas e, o que restava, voltava para o bolso dos políticos que estavam no comando da empresa na forma de propina paga por empreiteiros. O esquema foi detalhado neste artigo].
    Em todos esses casos, o dinheiro público estará sendo desviado e desperdiçado, seja em obras superfaturadas, seja na criação de burocracias desnecessárias e que irão apenas encarecer os preços dos bens e serviços e reduzir sua qualidade. E quanto maior o volume de dinheiro público desviado, maior é a fatia que acaba indo parar no bolso desses próprios políticos.
    O fato é que o voto destes políticos em prol da criação destas legislações anti-mercado ou destas emendas orçamentárias, bem como o fato de políticos comandarem estatais e escolherem as empreiteiras que farão suas obras, são um bem econômico para essas empresas.
    O resultado final é uma corrupção endêmica que não pode ser eliminada. E ela será tanto maior quanto maior for o tamanho e o escopo do estado. Não existe algo como um governo limpo e transparente.
    Senadores, deputados e burocratas reguladores — todos estão, de uma forma ou de outra, propensos a esta atitude. Mesmo um político ou burocrata que seja genuinamente honesto pode ser acusado de conivência, pois não irá denunciar seus colegas.
    **Roubo e corrupção perpassam o governo em todas as suas atitudes e medidas. Todas as atitudes e medidas do governo sempre envolvem mentiras, injustiças, malversações, delitos, propinas, subornos, favorecimentos, fraudes, deturpações, negociatas, emendas favoráveis e exploração. E essas são apenas as coisas publicáveis.
    **corrupção, aliás, já começa pela linguagem. “Contribuições de campanha” ou “doações” são apenas um eufemismo para ‘propina’. Quem dá dinheiro a políticos o faz ou porque acredita no que eles dizem defender ou porque espera influenciar seus votos legislativos. Tais pessoas sempre esperam ganhar algo que necessariamente virá à custa de outros. Políticos que recebem contribuições de campanha se tornam meros porta-vozes dos interesses de seus financiadores. O dinheiro irá ajudar o candidato a criar uma coalizão que poderá usar o poder do estado em benefício de um determinado grupo de interesse sem sofrer nenhuma resistência excessiva. Afinal, trata-se de um roubo legalizado.
    A grande arte da política está em conseguir, simultaneamente, aplausos dos favorecidos e apoio dos que estão sendo roubados.
    **O político, em suma, gerencia um esquema de extorsão semelhante ao da máfia. Seu salário é pago pelas vítimas, ou seja, pelos pagadores de impostos que não têm voz ativa. Seus “complementos salariais” — o chamado “por fora” — são pagos por grupos de interesse, o que fará com que ele espolie ainda mais os pagadores de impostos. Tudo é feito com grande astúcia, sendo a função do político convencer as vítimas de que elas não estão sendo espoliadas. Isso ele sempre consegue. O político é, acima de tudo, um falso.
    **Corrupção sistemática — não apenas a corrupção que envolve meios financeiros, mas também a corrupção da linguagem e das atitudes — necessariamente acompanha um governo. Qualquer governo. E a corrupção é endêmica porque a política é a arte da ladroagem.
    **Quando eleito, um político irá se esforçar para garantir seus interesses e os interesses de seus financiadores da melhor forma possível. Para que mais serve um governo? Governo é roubo. Governo é corrupção.
    Isso é o Brasil e um pouquinho mais existe a corrupção, a propina, o toma lá da cá, me da dinheiro que nos facilitamos, mas no final são todos Santos ( não é o Alkimin ), ninguém pratica a corrupção só os do contra, ou os perseguidos, por um Juiz Corrupto, junto com seus anões ( os Promotores ), o MPF, o STF, o TSE, o TCU enfim os que pagam mais nao são corruptos, não são perseguido e quando seus nomes aparecem uma uma Delação o Sr. Tmer, vai exigir de Janot o cancelamento da delação, pois a mesma saiu em primeiro lugar na mídia.

  • Coxinha

    Coxinhas entendam o juíz herói que gosta de aparecer em fotos com políticos dos coxinhas quebrou o Brasil! Petrobrás era uma das 10 maiores empresas do mundo, competindo com gigantes co Chevron entre outras, aí um juiz com desculpa de combate a impunidade no País fez isso o que vcs estão vendo! Infelizmente e isso que temos, e os coxins ou trouxinhas estão aí se remoendo, será que vai ter panelaço????

  • GABRIEL distúrbio Mental que sofre e seu pai e sua mãe ou seja sua suja família cheia de mentecaptos irracionais e você é caracterizado por comportamento social fora do normal e incapacidade de distinguir o que é ou não real. Entre os sintomas mais comuns estão delírios, pensamento confuso ou pouco claro, alucinações auditivas, diminuição da interação social e da expressão de emoções e falta de motivação. As pessoas com seu tipo de esquizofrenia apresentam muitas vezes outros problemas de saúde mental, como distúrbios de ansiedade, depressão ou distúrbios relacionados com o consumo de substâncias nocivas. Os sintomas geralmente manifestam-se de forma gradual, desde o início da idade adulta, e permanecem durante um longo período de tempo. Até sua morte FDP.

  • GABRIEL mostre sua capacidade intelectual, sua compreensão, sua inteligência, sua desenvoltura, seus conhecimentos e tente pelo menos uma vez escrever um texto, através do assunto em pauta, mesmo que seja pesquisando o assunto em jornais, revistas, Google, Facebook ou algum Blog inteligente, vamos ver sua capacidade seu estrume e pare com a inveja e o ódio. Seu pouco intendimento é falta de estudo e compreensão dos acontecimentos econômicos, políticos, de educação ,de saúde, agricola, comércio externo, comércio interno etc……Cuidado que a inveja, o ódio e o ciúmes aumenta o colesterol o triglicerídios levando o ao enfarte ou um AVC. Boa noite Palhacinho.

  • GUILHERME errar é humano e como não sou um quadrupede igual a ti, posso errar de vez em quando, como foi o caso, mas as palavras foram para você um Imbecil FDP, e quem deve muito de babar o chupar ovo, você naturalmente sabe quem é sua ………………….
    Continuando:—-mostre sua capacidade intelectual, sua compreensão, sua inteligência, sua desenvoltura, seus conhecimentos e tente pelo menos uma vez escrever um texto, através do assunto em pauta, mesmo que seja pesquisando o assunto em jornais, revistas, Google, Facebook ou algum Blog inteligente, vamos ver sua capacidade seu estrume e pare com a inveja e o ódio. Seu pouco intendimento é falta de estudo e compreensão dos acontecimentos econômicos, políticos, de educação ,de saúde, agricola, comércio externo, comércio interno etc……Cuidado que a inveja, o ódio e o ciúmes aumenta o colesterol o triglicerídios levando o ao enfarte ou um AVC. Boa noite Palhacinho.

    Responder

  • GUILHERME –você não caga de dar ridas e sim caga pela boca, quando tem que falar alguma coisa, pois sua coomida favorita é o capim e a m erca dedo curral em que vive. E se eu for pensar numa Anta, terei que pensar em sua mãe, que também fica no CTRL C e de quatro. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk .
    Cuidadoc o nervosismo e o stress, pois faz aumentar o colesterol e com ele vem o enfarte.
    Palhacinho.

  • GUILHERME seu avô é um sábio e esta certo, realmente ” Estou latindo atras do portão esperando sua mamãe.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *