EX-DELEGADO DA POLÍCIA CIVIL DE SÃO PAULO APARECE COM US$ 194 MILHÕES NO HSBC DA SUÍÇA

Deu no blog do Fernando Rodrigues:

Cento e noventa e quatro milhões e novecentos mil dólares. Este é o saldo que, segundo o HSBC da Suíça, constava na conta relacionada ao delegado aposentado da Polícia Civil de São Paulo e empresário do ramo de segurança Miguel Gonçalves Pacheco e Oliveira entre os anos de 2006 e 2007.

Mesmo com esse valor guardado nos cofres de Genebra —o que faz dele um dos dez brasileiros com mais dinheiro no banco suíço—, Oliveira não abriu mão de brigar na Justiça por uma aposentadoria mais robusta. Nos últimos anos, entrou com pelo menos oito ações para pedir revisão de seus vencimentos. Ganhou em parte delas e recorre naquelas em que perdeu. De acordo com o site de transparência do governo de São Paulo, ele recebe R$ 10 mil líquidos pelos serviços prestados à Polícia Civil.

Levantamento feito pelo UOL em parceria com o jornal “O Globo” encontrou Oliveira e outros quatro servidores públicos ou de concessionárias de serviços públicos na lista de 8.667 correntistas do HSBC da Suiça. São eles um inspetor da Polícia Civil do Rio de Janeiro, um engenheiro da Secretaria Municipal de Obras carioca, um conselheiro da concessionária do Aeroporto de Cabo Frio e um ex-diretor da antiga concessionária do metrô do Rio, a Opportrans.

Todos os citados que foram localizados negaram ter contas no banco suíço, assim como qualquer irregularidade financeira. Oliveira não respondeu aos pedidos de entrevista.

Ao longo de sua carreira, Miguel Oliveira foi delegado-assistente do Departamento de Polícia Judiciária (Decap), órgão responsável pelas 93 delegacias da capital paulista. Como parte de seu trabalho, chegou a ser enviado a Miami e a Nova York para conhecer algumas experiências de combate ao crime organizado.

O ex-delegado mora em um apartamento de luxo nos Jardins, onde o pessoal costuma fazer panelaços contra a presidenta Dilma e a corrupção na Petrobrás. A notícia completa é muito interessante e pode ser vista aqui

9 comentários

  • Ladrao de galinha

    Eu conheço o ex delegado pois ele votou na Dilma e esta’ revoltado com o PT.
    Estao condenando, so’ porque ele tem conta no HSBC da Suiça por isso ele esta’ revoltado com a turma do PT que pegou muito mais.
    Ele se sente um ladrao de galinha.

  • ORLANDO MATHEUS

    Voce ta coberto de razões Cardosinho ; coloca so descalabros dos outros aqui , do PT nada consta , detesto sua parcialidade , poxa o PT naufragou o nosso país numa crise sem volta e voce só defende estes caras meu amigo ? Que coisa heim ? Seja justo nas suas afirmaçoes , denuncie tudo que for errado principalmente a desgraçada roubalheira da Petrobrás , dinheiro que foi usado para reeleger a sua Presidenta !!! Por que voce quer tapar o sol com peneira ? Me desculpe ms voce esta errado !!!

  • BOTELHO PINTO

    ORLANDO, VOLTA PRA SUA TUMBA

  • francisco rocha

    Tudo culpa do FHC…

  • Anônimo

    As vezes dá até para compreender porque querem tanto a presidenta fora do planalto. Penso que a primeira providência da nova quadrilha que assumir o governo vai ser desmontar a PF. Pois se ela continuar investigando nesse ritmo vai se provar, isto é, se já não provou, que seria muito mais difícil um político corrupto se criar nessa terra, se a sociedade em geral fizesse mais uso do decoro em seus atos. “O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros”. Foi o Confúcio quem disse.

  • Pito

    É culpa FHC, Mario Covas, Franco Montoro, Carvalho Pinto, Abreu Sodré, Laudo Natel, Getulio Vargas………….

    A ditadura se escedeu mas construiram hidreletricas, rodovias que até hoje não duplicaram (vide bRs) hospitais. Erraram muito, mas não roubaram.
    Alguem ouviu dizer que Geisel, João Figueiredo, Medici foramenvolvidos em corrupções. Vamos acoorddar.

  • BOTELHO PINTO

    QUANDO É DO PT É ROUBO, DOS COXINHAS É DESVIO

  • francisco rocha

    Anônimo…Nova quadrilha? A atual já está velha? Kkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *