EX-DEPUTADO FEDERAL É CONDENADO A PAGAR DÍVIDA POR PROGRAMAS SEXUAIS COM TRAVESTI

O Rio Grande do Sul vem produzindo notícias interessantes nos últimos dias. Faltou esclarecer se os “serviços prestados” foram ativos ou passivos. Essa notícia também é da GaúchaZH:

O ex-deputado federal José Otávio Germano (PP) foi condenado a pagar R$ 10 mil, corrigidos monetariamente, a uma transexual de Porto Alegre. A sentença, proferida em novembro, determina a indenização a Emilly Silveira Dávila a título de “serviços prestados e não pagos”. O ex-deputado disse que não teve oportunidade de se defender e que vai recorrer da decisão.

Emilly entrou na Justiça contra Germano em agosto de 2018, pouco mais de um mês depois de protagonizar um tumulto em frente ao prédio em que o político residia, na Capital. De acordo com a sentença, assinada pelo juiz Mauro Borba, do 4º Juizado Especial Cível, o ex-deputado não compareceu à audiência judicial referente ao processo.

“Reputam-se verdadeiros os fatos alegados pela autora, devendo o réu arcar com o pagamento de R$ 10.000,00, em razão de programas realizados com a autora”, escreveu o juiz, em trecho do despacho.

Na última quarta-feira (22), dois meses depois da sentença, Germano foi intimado a quitar o débito, sob pena do acréscimo de 10% de multa sobre o valor da ação. Até então, ele não havia indicado advogado para representá-lo no processo.

À coluna, o ex-deputado disse que não sabia da existência do processo e da condenação e que não recebeu intimação para apresentar defesa.

1 comentário

  • Não é MEU problema

    O Zé de Abreu namora uma jovem simplesmente 52 anos MAIS NOVA do que ele, problema de quem ??????.
    O Tiago Abravanel (neto do Silvio Santos), esteve nas redes sociais esta semana se declarando ao seu NAMORADO, problema de quem ??????.
    No caso aqui desta informação do ex-deputado, problema de quem ??????.
    Enquanto isso o CORONAVIRUS esta ai batendo em nossas portas, este sim É PROBLEMA NOSSO………..
    Entenderam………..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *