GILBERTO AUDELINO CORREA, O BIL, MORRE EM SÃO PAULO

Acabo de receber uma ligação do amigo Osvaldo Pedro da Silva, ex-funcionário da Nossa Caixa, comunicando o falecimento do meu ex-colega de Banco do Brasil, Gilberto Audelino Correa, que, nos tempos de Jales, era conhecido pelo apelido de Bil. Ele era irmão da professora Neusa Correa. Seu pai, o seo Antonio, foi um barbeiro muito conhecido em nossa cidade.

O Bil trabalhou no Banco do Brasil aqui de Jales até por volta de 1980. Depois, ele foi para Brasília e construiu uma carreira de sucesso no Banco. Foi gerente de agências no exterior – Portugal e Estados Unidos – e diretor da Acesita e da Previ. Atualmente, ele morava no bairro Santana, em São Paulo, onde seu corpo será cremado neste sábado, pela manhã. Segundo as informações que me chegaram, Bil sucumbiu a um problema no pulmão. 

9 comentários

  • Murilo

    Prezado Cardosinho,

    peco-lhe a fineza de transmitir à familia os meus sentimentos e dizer que o Gilberto deixa muita saudades para muitos de seus colegas de trabalho. Eu tinha profunda admiracao pela sua competencia, educacao e sensibilidade para com as pessoas. Sempre fui muito grato a ele

    Murilo castellano
    [email protected]

  • Leonardo Feliciano Clemente

    Cardosinho,
    Tive o prazer de conhecer o Gilberto há 20 anos na Auditoria Interna do BB.
    Sempre o admirei pela seriedade.
    É mais um jequitibá que tomba numa floresta tão carente de árvores fortes.
    A vida é assim: chegadas e partidas. Nem sempre estamos preparados para as partidas.
    Que o espírito dele esteja no Reino da Luz.

    Leonardo F. Clemente
    Brasília – DF

  • Quem tiver facebook é só digitar o nome Gilberto Audelino Correa, e vc. vai ver foto recente do Bil. Só assim eu me lembrei dele.

  • dalua

    Um outro irmão é o Roberto. Jogou no CAJ com você. Não sei onde esta o Roberto, mas trata-se de uma excelente pessoa.

    • Cardosinho

      É verdade, Dalua! Joguei e também estudei com o Roberto. Ele era um dos alunos mais aplicados da classe. Me parece que ele é médico, mas não sei por onde anda.

  • Paula Correa

    Oi, sou filha da Neusa, gostaria de agradecer em nome da minha mãe as condolências deixadas através de seu blog. Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *