JUÍZA MANDOU SOLTAR ASSASSINO CONFESSO DE UNIVERSITÁRIA

Todos os dias acontecem crimes novos e a gente acaba se esquecendo dos “antigos”. Lembram-se do caso daquele vigia de 50 anos que matou – por paixão, segundo ele – a estudante Mariana Gonçalves de Souza, de 21 anos, filha da dona da escola onde ele trabalhava? Pois bem, temos notícias novas sobre o tal vigia, chamado Luiz Carlos Oliveira, no Extra on Line. Vejam como funcionam bem as nossas leis:

 A dor de Sueli Gonçalves de Souza — que teve sua filha, a estudante Mariana Gonçalves de Souza, de 21 anos, executada, em 7 de março deste ano, por um homem que alegou amá-la — não interferiu na opinião da juíza Elizabeth Louro, do 4º Tribunal do Júri, que resolveu soltar o assassino confesso Luiz Carlos Oliveira, de 50 anos.

— Foi um ato episódico, um desatino de paixão e que dificilmente ele (Luiz Carlos) vai encontrar outra mulher pela qual ele se apaixone dessa maneira. Não vi clamor público que motivasse a manutenção de sua prisão. Ele facilitou as investigações se entregando no dia seguinte e confessando o crime. Também não vi, nos autos, qualquer ameaça a outras pessoas envolvidas no processo, como familiares da vítima — disse a magistrada.

Revoltada, a mãe de Mariana, Sueli Gonçalves de Souza disse se sentir injustiçada, numa entrevista à rádio BandNews: “Eu estou indignada com a injustiça, porque um homem desses, um assassino, um monstro, fez o que fez com minha filha, na escola. E agora essa juíza deu liberdade a ele para ficar solto por aí? Daqui a pouco vai ter outra Mariana na vida dele e ele vai fazer a mesma coisa”.

Uma tia de Mariana, Sirley Gonçalves disse, também à BandNews, que acha a decisão da juíza absurda: “O que mais ele vai precisar fazer para ela se convencer de que ele causa perigo?”.

Nesta quarta-feira o Ministério Público recorreu da decisão de primeira instância que colocou Luiz Carlos em liberdade.

7 comentários

  • Gil

    Tomara que esse maluco se apaixone pela juiza Elizabeth Louro ou por alguma parente dela.

  • Roberto Injustus

    Se apoquente não, Gil. Essa é a nossa justiça! Se o sujeito tivesse matado uma capivara, estaria preso até hoje.

  • zilda santiago

    Absurdo são nossas leis que permitem uma doida ser juíza,pra comenter uma sandice desta alegandofalta de clamor público.Será que ela tem filha?Vamos torcer pra que esta insanidade seja revertida e que se faça justiça.

  • justiceiro

    O carniceiro foi solto pela juizinha cega, surda , so nao é muda, pois bobagens ela falou de montão. Quem aprovou ela para ocupar a funçao de magistrada???? Quem cometeu essa afronta a sociedade. Deveria ser preso junto com ela. Quero que vc e sua quadrilha dona juiza, apodreçam no inferno……

  • clamor publico

    o juiza e melhor vc devolver o diploma. faça como seu amor, que mesmo desatinado entregou-se a policia. Ele foui mais nobre do que vc. Ate qdo vc vai se esconder atras da funçao, para poder cometer crimes. O clamos publico que vc fez questao de sita, deixou de ocorrer pois toda a população nem de lonje sonhava que vc iria fazer uma merda dessas. A revolta veio apos o seu descaso. O povo gritando nos programs na TV, nas ruas, na internet….to louco pra ver vc sendo julgada…

  • Anônimo

    estamos ate hoje indignada sera que essa juiza estudou ou pelo menos leu alguma coisa coisa sequer sobre leis ese eu fosse sua filha teria uma vergonha de ser tal coisa juiza a justica de deus tarda mais nao falha crer na palavra de deus nos cremos e com certeza a sra vai viver essa dor primeiro aqui na terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *