JUÍZA OBRIGA ALEXANDRE FROTA A PENHORAR BENS PARA INDENIZAR GILBERTO GIL

A juíza Renata Gomes Casanova Castro da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro não está dando mole para os propagadores de mentiras. Ela é a mesma juíza que, em maio deste ano, confirmou que o guru do Bozo, o boca suja Olavo de Carvalho, terá que indenizar o Caetano Veloso em R$ 2,8 milhões.

Detalhe: a juíza tem parentes aqui em Jales. Mas, vamos à notícia do UOL sobre o caso Alexandre Frota-Gilberto Gil:

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) terá que apresentar bens para serem penhorados em uma ação judicial movida por Gilberto Gil. O parlamentar foi condenado após ofensas contra o artista em uma rede social.

Em uma postagem, Frota acusou Gil, sem provas, de “roubar livremente recursos oriundos da Lei Rouanet”. O valor da ação, com valores corrigidos, já supera os R$ 90 mil.

Uma decisão da 50ª Vara Cível do Rio chegou a determinar o bloqueio online de valores nas contas de Frota, mas só encontrou R$ 122,21. Com isso, a juíza Renata Gomes Casanova determinou que o deputado apresente, dentro de 10 dias, bens que possam ser penhorados a fim de pagar o total da condenação.

“Defiro o bloqueio online, porém o valor encontrado mostrou-se irrisório”, diz parte da decisão da juíza Renata Gomes Casanova.

1 comentário

  • A esquerda está processando a turma da direita! Virou um bom negocio.

    As mensagens escritas por Olavo seriam do início do namoro do cantor com a produtora Paula Lavigne. Quando ela tinha 13 anos e o músico estava com 40 anos. Olavo acusou Caetano de ser pedófilo. Pela diferença de idade. Olavo é um louco! O juiz determinou que Olavo excluísse imediatamente o conteúdo ofensivo, sob pena de multa de R$ 10 mil por dia. Olavo não tirou. Hoje a multa está em R$ 2,8 milhões. Será que Olavo vai pagar? Eu não acredito. kkkkkkk
    Alexandre Frota foi processado pelo Gilberto Gil. No ano passado Frota foi condenado em outro processo por danos morais, movido por Chico Buarque. Além desses, existem outros processos contra o deputado movido por Caetano Veloso e sua esposa, Paula Lavigne.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *