JUSTIÇA BLOQUEIA BENS DE EX-PREFEITO PETISTA

O companheiro Martini, também conhecido como o “profeta do Apocalipse”, está sempre dizendo que a vida nos cobra, com juros, tudo o que nós fazemos de errado. “Um dia a duplicata chega”, diz ele.  Vejam o caso do ex-prefeito de Jandira, Paulinho Bururu, para quem as duplicatas, tudo indica, já começaram a chegar. A notícia está no jornal Estadão, desta quinta-feira:

A Justiça determinou o bloqueio de R$ 110,2 milhões em bens do ex-prefeito de Jandira(SP), Paulinho Bururu(PT), e de outros 11 acusados em ação civil por improbidade administrativa e formação de cartel no fornecimento de merenda escolar.

O esquema teria operado entre 2001 e 2008, período em que o petista ocupou por dois mandatos consecutivos o governo do município. Foram confiscados 17 imóveis de Bururu, inclusive em Campos, Caraguatatuba e Ribeirão Preto. Três promotores especialistas no combate à corrupção subscrevem a ação. “As provas produzidas em mais de 2 anos de investigação mostram cabalmente que houve verdadeira ladroagem de recursos públicos que deveriam ser utilizados na alimentação de crianças”, disse um deles.

Pois é, a notícia sobre o bloqueio dos bens do Paulinho Bururu mereceu meia página do primeiro caderno do Estadão. Aqui em Jales, a notícia sobre a acusação de tentativa de fraude na execução de sentença e o pedido de indisponibilidade dos bens do prefeito Humberto Parini, feitos pelo Ministério Público, só mereceu a atenção do jornal A Tribuna. Eu não ouço rádio todos os dias, mas, ao que parece, nenhum dos noticiosos locais abordou o assunto. Será que a acusação contra o prefeito e o pedido de bloqueio dos seus bens, ou ex-bens, não é notícia?

6 comentários

  • AStolfo

    Com os apresentadores que temos na cidade??? Impossível ver uma notícia assim nas rádios. São desinsformados e preguiçosos. E parecem estar comprados. Deveria ser cobrados por isso.No antena delisgada que ganha dinheiro pra festas e até salão da Prefeitura e nas rádios do bispo que é do PT é proibido falar do prefeito.

  • Roberto Injustus

    É proibido falar mal, né Astolfo? Falar bem do prefeito ou da primeira dama, aí pode. A “imprensa” de jales é uma coisa lastimável. Hoje o antena desligada levou quatro pessoas e usou uns quinze ou vinte minutos prá fazer propaganda do lance do cinema que vai ter no centro cultural.

  • Jacques Brel

    Sabem quem está trabalhando na Promotoria de Justiça em Jandira através de um grupo especial?

  • Desde que cheguei em Jales, quase 10 anos lá se vão, nunca tive dificuldade em usar o espaço nos programas de notícias de qualquer uma das emissoras de Jales. Nem com os antigos proprietários, nem com os atuais. Não consigo aceitar que possa haver veto ou embaraço à liberdade de expressão em nenhuma delas.
    De outro lado, é importante consignar que a Igreja Católica tem um tamanho maior que o do PT…
    Quanto aos outros jornais da cidade, acho que estes estão numa sinuca de bico… se não publicarem nada…passam recibo de associação a interesses, se publicarem, estarão dando o mérito ao Furo da Tribuna, é um jogo de xadres, e todos devem estar pensando numa terceira via.
    De resto, informação livre, atualizada, é na blogsfera gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *