JUSTIÇA ELEITORAL PRORROGA PRAZO PARA DEFESA NOS CASOS DE DUPLA FILIAÇÃO

A Justiça Eleitoral divulgou documento assinado pela ministra Nancy Andrighi, que prorroga para o dia 07 de dezembro, o prazo para que os eleitores com dupla filiação apresentem suas alegações. Em Jales, foram registrados 31 casos de dupla filiação. Na verdade, eram 32, mas o irmão da nossa doce e generosa primeira-dama, Ronaldo José Alves de Souza, que constava da lista inicial, parece ter conseguido uma certidão que regularizou sua situação eleitoral.

Apesar da regularização do caso de Ronaldo, o PT ainda é o campeão  no ranking da dupla filiação. Pelo menos sete petistas ou ex-petistas – incluindo este aprendiz de blogueiro e a vereadora Tatinha – estão enrascados com a Justiça Eleitoral. O PSDB vem em segundo lugar com seis casos, sendo que três deles – o ex-vereador Maurinho Enfermeiro, o advogado Aparecido Barbosa de Lima e o comerciante José Luiz Fontana Guizzo – envolvem também o PT.

O PSD, partido fundado neste ano, que, em Jales, é comandado pelo vereador Macetão, é o terceiro do ranking, com cinco casos de dupla filiação, enquanto o DEM, do prefeiturável Flávio Prandi Franco, registra quatro casos.

Até a quarta-feira, 09/11, que era o prazo final para apresentação de defesa, apenas 15 eleitores haviam protocolado suas petições junto ao Cartório Eleitoral. A chefe do Cartório, Kátia Alessandra Benini Boschetti, que aparece na foto lá de cima, acredita que, com a prorrogação do prazo, outros eleitores com dupla filiação – são 143 casos nos 10 municípios vinculados à Comarca – poderão apresentar suas  alegações.   

4 comentários

  • cristian carvalho antunes

    boa tarde,sou vereador de Estrela Dalva e aconteceu um caso desses com meu tio,qual e a chance que esses eleitores tem de ter suas situação resolvida?

  • Vai depender da defesa que o seu tio apresentar e do entendimento do juiz eleitoral. Existem casos e casos. Espero que o seu tio tenha uma boa explicação.

  • PTralha

    BLOGUEIRO, no caso do ronaldo já teve mutreta ?

  • Tenho quase certeza que não. O pessoal do Cartório Eleitoral é muito responsável e preparado. Segundo me informaram, o Ronaldo tinha uma certidão fornecida pelo próprio Cartório dias antes do prazo final para filiações, onde ele não estaria filiado a nenhum partido. O erro, nesse caso, teria sido do PT, que enviou a relação de filiados com o nome do Ronaldo, àquela altura já filiado ao PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *