MÉDICA QUE MANDOU CORTAR O PÊNIS DO EX-NOIVO É CONSIDERADA FORAGIDA

 

A notícia é do UOL:

medica-myriam-priscilla-de-rezendeA médica urologista Myriam Priscilla Rezende de Castro, 34, condenada a seis anos de prisão no regime semiaberto por ter mandado cortar o pênis do ex-noivo, é considerada foragida pela Suapi-MG (Subsecretaria de Administração Prisional do Estado de Minas Gerais).

Segundo o órgão, a detenta está foragida do complexo penitenciário Estevão Pinto, em Belo Horizonte. Ela tinha autorização judicial para trabalho externo e não retornou à unidade prisional, após o expediente de trabalho, no dia 28 de janeiro deste ano.

Conforme nota, a Suapi informou ter lançado a fuga dela no Infopen (Sistema de Informações Penitenciárias).

“Com o alerta, ela pode ser presa a qualquer momento pelas polícias”, trouxe o informe. A médica cumpria pena no Complexo Estevão Pinto desde abril de 2014.

O advogado Giovanni Toledo, defensor da médica, classificou a emissão da nota da Suapi de “irresponsável”.

“A Suapi soltou essa nota de maneira totalmente equivocada e irresponsável. A Miryam estava com direito ao trabalho, saiu de manhã, no dia 28, e passou mal. Ela está grávida de gêmeos, uma gravidez de alto risco”, afirmou o defensor.

Ainda segundo ele, no dia 28, à tarde, ele disse ter ido comunicar a internação da cliente ao juiz do caso.

“No dia 29, o juiz deu um despacho no qual ele manda oficiar a penitenciária sobre a internação dela e retirar a nota de fuga. Aí, vem a secretaria e solta uma nota irresponsável dessa forma”, declarou.

Tá a fim de relembrar o caso? Então, veja a notícia completa do UOL.

7 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *