MÉDICO FRANCÊS DEFENSOR DA CLOROQUINA É ACUSADO DE “CHARLATANISMO”

Por aqui, nós temos um charlatão que nem é médico, defendendo a cloroquina no rádio quase todos os dias. Deu no portal da revista Fórum:

O Conselho Nacional da Ordem dos Médicos da França apresentou uma queixa no início de dezembro contra seis médicos acusados de fazer “charlatanismo” durante a pandemia de Covid-19. A informação foi confirmada pelo próprio conselho à agência de notícias AFP.

Um dos acusados é o infectologista Didier Raoult, que defendia o uso da cloroquina contra a Covid-19.

Os profissionais são acusados de promover “violações da ética médica conforme definido pelo código de saúde pública”, como defender o uso de um “remédio ou de um processo ilusório ou insuficientemente testado”.

O conselho nacional examinou no início de dezembro uma série de denúncias contra os médicos em busca de declarações sobre a pandemia. Além de Didier Raoult, o especialista em doenças infecciosas Christian Perronne também foi denunciado.

1 comentário

  • Eu vou tomar a vacina. Quem não quiser tome a Cloroquina

    Brasil! Era uma vez no pais da Cloroquina, O presidente indicou e comprou milhares de doses para distribuir ao seu povo. Recomendou não tomar vacinas. Porque será que alguém tem interesses na venda da Cloroquina e Hidroxi cloroquina?
    Muita gente não quer tomar a vacina porque ainda não tem autorização da Anvisa. Mas a Cloroquina tem? Bolsonaristas queriam fazer manifestação contra a vacina. Não houve. Que fiasco. Um absurdo!
    “A Cloroquina está associada a risco de distúrbio mental” diz a Anvisa europeia. Porem a PGR pediu ao STF que mantenha a orientação da Saúde a favor da Cloroquina.
    Isto é Brasil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *