MORO VOLTA ATRÁS EM CASO DE BLOGUEIRO

O deus dos coxinhas deve ter percebido que não é unanimidade. Não custa lembrar que outro jornalista – Breno Altman, também crítico de Moro – foi igualmente vítima da sede de justiçamento do juiz da República do Paraná, mas acabou inocentado por absoluta falta de provas contra ele. Se bem que, para esse pessoal da Lava-Jato, provas é algo dispensável. Bastam as convicções.

E não se enganem: ele só voltou atrás no caso do blogueiro Eduardo Guimarães por causa das críticas generalizadas que recebeu, depois de estuprar a Constituição. A notícia é do Brasil 247:

Criticado por diversas entidades e profissionais do jornalismo da política pela agressão às garantias constitucionais na condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães, o juiz federal Sérgio Moro recuou e nesta quinta-feira, 23, determinou que seja excluído do processo contra Guimarães ‘qualquer elemento probatório relativo à identificação da fonte da informação’.

Moro afirmou em despacho que ‘o objetivo da investigação não era propriamente a de identificar a fonte da informação do blog’. “Ela já estava, em cognição sumária, identificada desde o início, mas sim principalmente apurar se de fato o seu titular havia comunicado a decisão aos investigados previamente à própria divulgação no blog e a à diligência de busca e apreensão”, anotou o juiz da Lava Jato.

Na decisão, Sérgio Moro afirmou ‘reconhecer que, desde a diligência, houve manifestações públicas de alguns respeitados jornalistas e de associações de jornalistas questionando a investigação e defendendo que parte da atividade de Eduardo Cairo Guimarães seria de natureza jornalística’.

“Considerando o valor da imprensa livre em uma democracia e não sendo a intenção deste julgador ou das demais autoridades envolvidas na investigação colocar em risco essa liberdade e o sigilo de fonte, é o caso de rever o posicionamento anterior e melhor delimitar o objeto do processo”, destacou.

3 comentários

  • Palavras vão custar caro a Lula!

    Certamente a Policia Federal, Moro e seus auxiliares querem por Lula na cadeia devido as falas de Lula. Veja porque :
    Lula (PT) afirmou que a operação fez “a coisa mais sem-vergonha” que aconteceu no Brasil, dirigindo ataques ao juiz Sérgio Moro e aos membros do Ministério Público Federal e da Polícia Federal
    Ele afirmou ainda que Moro, o procurador Deltan Dallagnol e “o delegado da Polícia Federal” não têm mais ética, lisura e honestidade do que ele.
    Lula certamente esqueceu que não é mais presidente do Brasil e sim um cidadão comum com muito dinheiro das propinas da Petrobras

  • Palavras vão custar caro a Lula!

    E ainda chamou o procurador da republica Delton Dallagnol de “moleque”
    Vem chumbo grosso, ai

  • ELE

    QUEM FALA A VERDADE NÃO MERECE CASTIGO E TE QUE SER HOMEM SUFICIENTE PARA FALAR O QUE FALOU E ASSUMIR. MEU CARO LULA ´LULA NÃO TEM MEDO DE RATOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *