MP ACUSA EX-PREFEITO PETISTA DE VENDER BENS PARA ESCAPAR DE BLOQUEIO JUDICIAL

Já diziam os antigos que, neste país, nada se cria e tudo se copia. Como se já não bastasse a novela do Walcyr Carrasco – Morde e Assopra – onde a cidade de Preciosa guarda uma série de semelhanças com a nossa pacata Jales, agora nos chega uma notícia do Estadão sobre um petista que tenta se livrar de seus bens para não ter que devolver dinheiro aos cofres públicos. Alguém aí já viu esse filme? Leiamos a novidade:

O Ministério Público Estadual descobriu que o ex-prefeito de Jandira (SP), Paulinho Bururu (PT), apontado como um dos principais beneficiários do cartel da merenda escolar, estava se desfazendo de seu patrimônio para escapar à ação da Justiça criminal. A informação consta de medida cautelar em que a promotoria requereu o sequestro de todos os imóveis do petista. 

A promotoria identificou 17 casas, terrenos e apartamentos do petista – de 15 desses imóveis já foi apurada a origem e as condições de compra. A maior parte dos bens foi adquirida por Bururu no exercício do segundo mandato de chefe do Executivo, entre 2005 e 2008. Bururu ocupou o governo de Jandira por dois mandatos consecutivos, entre 2001 e 2008. A promotoria acusa o ex-prefeito de enriquecimento ilícito.

Ao ingressar no Fórum de Jandira com medida assecuratória de bens do ex-prefeito, a promotoria alertou que “alguns dos imóveis já estão sendo vendidos para terceiros, o que não pode ser tolerado”. “Imperioso, pois, assegurar que os imóveis a serem sequestrados não sejam transferidos para mãos de terceiros de boa fé e, ao mesmo tempo, que o patrimônio do ex-prefeito não seja dilapidado à vista da proximidade da ação penal”, anotou a promotoria.

O sequestro dos imóveis de Bururu foi decretado pelos juízes Mariana de Souza Neves Salinas e Seung Chul Kim, do Fórum de Jandira, em duas decisões datadas de 7 de abril e 10 de maio.

1 comentário

  • Zé das coves

    E depois dizem que o Parini não vai deixar exemplos. Ou será que é apenas mias uma prova da sua incrível falta de criatividade?

Deixe uma resposta para Zé das coves Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *