O RIGOR NO USO DE VERBAS FEDERAIS

Eis uma medida da presidenta Dilma que vai dificultar um pouco os desvios de recursos da Educação e da Saúde. A notícia é da Agência Brasil e está no blog do Luís Nassif:

Entram em vigor amanhã (27) as regras do decreto assinado em junho pela presidenta Dilma Rousseff que torna mais duras as normas para o uso de verbas federais da educação e da saúde por estados e municípos. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) publica hoje (26) no Diário Oficial da União resolução que regulamenta essas mudanças, entre elas a proibição do uso de cheques para pagar fornecedores. O objetivo é fazer com que as movimentações financeiras sejam feitas quase todas por meio eletrônico – o que permite maior controle dos gastos.

A resolução abrange os principais programas de transferência de recursos do governo federal para prefeituras e governos estaduais na educação, entre eles os que ajudam a financiar a merenda e o transporte escolar, além dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). O dinheiro é depositado em uma conta específica, que agora deverá ser em bancos federais – a Caixa Econômica e o Banco do Brasil.

A notícia completa pode ser lida aqui.

 

1 comentário

  • Anônimo

    Que ótima notícia Cardoso.

    Espero que os políticos respeitem, pois o Brasil precisa de investimentos em Educação, Saúde, Moradia, Saneamento Básico e Infra-estrutura em geral!

    Valeu pela informação!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *