PALOCCI VIRA GAME NA INTERNET APÓS COMPRA DE APARTAMENTO DE R$ 6,6 MILHÕES

Antonio Palocci já é game. Enquanto em Brasília a evolução patrimonial do ministro da Casa Civil é motivo de polêmica, na rede mundial de computadores, os internautas não perderam tempo e játransformaram Palocci em personagem de jogo. “Palocci! O cara!” foi criado praticamente em tempo real com as suspeitas envolvendo a empresa de consultoria do ministro. A dinâmica é simples: Palocci surge de dentro de buracos, e o internauta deve acertá-lo com socos. Quanto mais socos, mais pontos. A iniciativa reacende o debate: os games são apenas uma brincadeira ou fazem pensar a política?

O exercício da crítica, do deboche e da brincadeira é importante, pois não leva o poder a sério. A maneira mais efetiva de derrubar o poder é rir dele. Quando a gente contrapõe com riso e com ironia, a gente quer dizer que você não é sério. E essa desconstrução do poder político é importante – analisa Geraldo Tadeu Monteiro, diretor do Iuperj.

Geraldo Monteiro lembra que o deboche faz parte da política desde sempre. Ele lembra que o maior estadista grego, Péricles, tinha uma cabeça grande e que só se apresentava de capacete, sendo chamado de cabeção. Agora, os games cumprem também esse papel. Basta lembrar o jogo “Acerte a bolinha de papel no Serra”, que fez sucesso na rede na última eleição presidencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *