PARINI ESCONDE BENS PARA FRAUDAR EXECUÇÃO DE SENTENÇA, ACUSA MINISTÉRIO PÚBLICO

Matéria do jornal A Tribuna, escrita pelo jornalista Paulo Reis Aruca, noticia que o Ministério Público Estadual está acusando o prefeito Humberto Parini de fraudar a execução da sentença na qual foi condenado sob acusação de improbidade administrativa por uso de notas “frias”, naquele que ficou conhecido como o Caso Facip 97.

O MP está fazendo um novo pedido de indisponibilidade dos bens do prefeito, além de estar pedindo também a anulação da operação que transferiu imóveis de propriedade dele e de sua mulher, Rosângela Maria Alves de Souza Parini, para os filhos Humberto Parini Júnior e Maria Gabriela Alves Parini.

Segundo consta nos autos da Ação Civil Pública movida contra Parini e outros seis réus, o MP fez diligências a cartórios de imóveis e detectou a dilapidação do patrimônio pelo prefeito, o que impediria o ressarcimento dos danos causados ao erário público, calculados em R$ 308 mil. Os imóveis que, segundo o MP, foram retirados do nome de Parini e transferidos aos filhos, são a “Estância Gabriela”, situada às margens rodovia “Euclides da Cunha”, e o prédio onde mora o casal, na Rua Holanda.

Ainda segundo o Ministério Público, “Parini vem realizando manobras para ocultar seu patrimônio”. Em outro trecho da peça acusatória, o MP afirma que “de forma sorrateira, o requerido doou para seus filhos, bens integrantes de seu patrimônio, com o fim de se furtar à execução.” Caberá à juiza da 4a. Vara, Renata Longo Serrano Nunes, julgar se aceita ou não esse novo pedido do Ministério Público. O pedido anterior foi indeferido pela juíza, sob a justificativa de que não havia, nos autos, “provas de que os requeridos estivessem tentando ocultar, desviar ou dilapidar seu patrimônio”. Mas, agora, parece que as provas existem e são robustas.

  

 A casa e a chácara do prefeito Parini foram transferidas, “sorrateiramente”, para o nome dos filhos

12 comentários

  • bruna

    Concordo com você anônimo esse nosso prefeito só quiz nosso voto fazer o que é bom pra nossa cidade nada, mas tudo bem espero que o próximo prefeito que entra não esqueça da nossa cidade por que quem vem visitar jales não que mais volta aqui devido as cagada do nosso prefeito!!!

  • Tomei a liberdade de republicar o texto com algumas observações.

  • Le

    Ultimo aliado q ficar apaga a luz…….bom mesmo é o chopp do pinguim ne parini….e comer um pestico no posto espacial…..

  • Anônimo

    Aliado? Quem está do lado dele até agora não pode ser chamado de aliado mas de cúmplice.

  • Anônimo

    Queria saber o que os outros envolvidos e condenados estão fazendo? Será que conseguiram um bom patrimônio para passar para o nome de outras pessos também? Ou será que só vão se associar às despezas?

  • Suelen

    Ainda ouço pessoas alienadas, se perguntando porque Jales não cresce? Porque Santa Fé do Sul, Fernandopolis e Votuporanga estão sempre na frente da nossa cidade?
    Talvez seja pelo motivo de termos tantos prefeitos incapazes e ineficientes, que ao menos fazem juz ao cargo que exercem, ao menos zelando pela cidade. Esses colocam o nome da “pobre” Jales na lama, sendo uma vergonha para nós que gostariamos de ver o crescimento da educação, da saude, das empresas, da cultura, entre tantos outros pontos, que estamos cansados de ficar iludidos, na esperança de um prefeito empreendedor, que vista a camisa, que deseje ter uma população satisfeita, mesmo sabendo que nunca nenhum prefeito irá satisfazer 100% da população, mas pelo menos cumpra com os requisitos basicos e por favor, não leve o nome de Jales a situações ridiculas como essa acima.

  • Eu por aqui

    Nossa, santa fé do sul, fernandopolis e votuporanga esta na frente, que beleza, porque não muda para la, e depois nos poste a realidade…

    • Eu aqui também

      É sempre assim né seu “Eu por aqui”. Quando alguém faz um acrítica, mande essa pessoa embora. Deixe aqui apenas aqueles que dizem amém. Agora uma coisa é certa, você também concorda com o que disse a moça no comentário acima, só não pode assumir…

      • Eu por aqui

        Simplesmente quero pessoas que falem e fazem, não pessoas que ficam de olho gordo nas outras cidades e falando mal de jales, se não gosta da cidade boa viagem, se quizer ajudar envez de falar mal por ai, incentive as pessoas a cuidarem de sua cidade.

        • Eu aqui também

          Caro “Eu por aqui”, eu creio que quem se manifesta, seja nesse blog ou em qualquer outro meio de comunicação já está FAZENDO, e também INCENTIVANDO. O que acontece é que os responsáveis pelo desenvolvimento das ações que levam à esse cuidado (o poder executivo)não estão nem aí para os problemas, alías, veja no jornal de domingo o que aconte com a empresa responsável pela limpeza da cidade, ou então veja quantas obras começadas e paradas pela cidade. Bem, não vou ficar citando essas coisas aqui pois já foram tratadas nos jornais e em outros posts deste blog.

  • Mariana

    Pois é enquanto isso … os filhos dele estão morando muito bem, um em Ribeirão e a outra em São Paulo … e ele por aqui também , muito bem inclusive mostrando-se um “pé de valsa” nos barzinhos da cidade. Gente me pergunto como esse sujeito e seus familiares (todos muito bem instruídos) podem viver numa boa , tranquilos se o Jalão Tropical dos 4 prédios( como diz meu querido amigo Brasilino do B.J) está cada vez mais se afundando … e ainda mais como pode a Justiça deixar essa figura sem punição.

  • Roberto Injustus

    É só aparência Mariana. Esse pessoal num tá numa boa coisa nenhuma, muito ao contrário, tão cortando agulha. Vê-se claramente que a Rosângela e o Humberto Parini tão dando essas escapadinhas noturnas prá fugir dos problemas que arrumaram prá eles messmos. A aparente alegria é só fingimento, é só fuga da realidade. Não deve tá sendo fácil prá eles ver o fim do “poder” tão próximo. Pior ainda é botar a cabeça no travesseiro e lembrar das cagadas que fizeram. Pode crer, Mariana, o casal tá mergulhado em profunda depressão. E vai ficar pior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *