PIB DE JALES FOI O MENOR DA REGIÃO

Na comparação com as vizinhas, a economia de Jales encolheu.

Uma das chamadas de capa do Jornal de Jales, edição desse domingo, diz que o “PIB de Jales cresce 85% em 10 anos“. Uma boa notícia, certo? Nem tanto!

Na verdade, entre as cidades mais importantes da região, Jales foi a que menos cresceu. Os números do PIB foram divulgados recentemente pela Fundação Seade e pelo IBGE. Na página 1-03 do Jornal de Jales, a coluna Contexto, escrita pelo jornalista Deonel Rosa Júnior, esmiuçou esses números. E eles realmente mostram que, entre 1999 e 2008, o PIB do nosso município cresceu 85%, enquanto a renda per capita dos jalesenses evoluiu 121,27%.

Em contrapartida, no mesmo período o PIB de Votuporanga aumentou 137,89%, o de Fernandópolis cresceu 114,49%, enquanto o de Santa Fé do Sul teve uma evolução de 155,73%. Estrela D’Oeste, pasmem, foi quem apresentou o maior aumento do PIB na região, com 425,44%.  A coluna Contexto mostra ainda que, na média, os 87 municípios da região Noroeste Paulista cresceram 126,74% em dez anos, isto é, mais que o dobro. O estudo demostra também que o crescimento da região Noroeste ficou abaixo do aumento do PIB registrado no Estado de São Paulo, que alcançou 161,71%.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no município e, como se vê, o crescimento econômico de Jales ficou bem abaixo da evolução verificada na região e no Estado. Registre-se, mais uma vez, que os números são relativos ao período 1999-2008, alcançando, portanto, dois anos da administração Rato, quatro anos da conturbada administração Guisso/Caparroz/Jediel/Hilário Pupim, e os primeiros quatro anos da administração Parini.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *