POLÍCIA DE MINAS INVESTIGA VÍDEO FALSO SOBRE CAIXÕES DE VÍTIMAS DA COVID-19

Eu tenho um amigo bolsonarista que acredita em todas essas sandices. A notícia é do UOL:

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga a origem e a autoria de um vídeo em que uma mulher afirma, falsamente, que caixões de vítimas de covid-19, que estavam sendo desenterrados em Belo Horizonte, continham pedras e papelões, em vez de corpos.

A informação é falsa. Segundo a Agência Lupa apurou com a Prefeitura de Belo Horizonte, não há registro de caixões vazios sendo desenterrados na cidade.

A Polícia Civil afirma que a autora do vídeo pode responder por crime de denunciação caluniosa, “caso a pessoa ofendida manifeste interesse em processá-la”. A mulher menciona o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), no vídeo.

“Além disso, dependendo do resultado das investigações, a mulher poderá responder por denunciação caluniosa, cuja pena máxima é de oito anos de reclusão. A investigação do crime de denunciação caluniosa não está condicionada à representação da vítima”, diz a polícia, em nota. Os investigadores têm divulgado que estão recebendo denúncias pelo número de telefone 181.

2 comentários

  • Policarpo Quaresma

    Obviamente trata-se de notícia falsa o referido vídeo mas as mais de 240 mil mortes confirmadas pelo Covid-19 (excluindo as milhões subnotificadas) que ocorreram nos outros países é tudo invenção da mídia global comunista.

    Não se pode acreditar que tem gente morrendo por uma gripezinha no mundo inteiro.

  • Rapizodia

    E aí a deputada bolsonarista, Carla Zambelli, distribui o vídeo falso e depois pede desculpas dizendo ter sido enganada. Estamos todos cheios desses pedidos de desculpas esfarrapadas do Presidente, sua turba de asseclas e filhos. Queremos está gente fora do governo o mais rápido possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *