POLICIAL MILITAR QUE POSAVA COM ARMAS É MORTA PELO MARIDO NA BAHIA

A notícia é da Fórum:

A Policial Militar Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, foi morta nesta segunda-feira (5) em Ibotirama, no oeste da Bahia. A principal suspeita é de que o marido dela, Edson Salvador Ferreira de Carvalho, também policial, teria cometido feminicídio e se matado logo em seguida. Os corpos dos dois foram encontrados na casa em que moravam.

Além de policial, Rafaella também era influenciadora digital. Com mais de 70 mil seguidores no Instagram, ela costumava compartilhar fotos com armas e vídeos em que aparecia treinando tiros. Muitas das imagens foram feitas durante o expediente de trabalho.

Em uma das publicações, de 8 de abril deste ano, a PM comenta sobre o aumento da violência contra a mulher na pandemia. “As vezes a vítima não pode falar abertamente”, escreve. “Por causa do isolamento em decorrência da pandemia, a violência contra a mulher aumentou! Denunciem”, continua.

Edson Salvador trabalhava na Companhia Independente de Policiamento Especializado. Em julho, ele foi preso em flagrante por violência doméstica. Depois disso foi expedida medida protetiva em favor de Rafaella. No entanto, não há detalhes se a medida ainda estava em vigor.

De acordo com a polícia, o crime ocorreu por volta das 12h30. O casal tinha duas filhas com idades entre 3 e 7 anos. Elas estavam no imóvel quando ocorreu o crime, mas não há detalhes se elas presenciaram o feminicídio seguido de suicídio.

“Quando uma mulher morre, morre um pouco de todas as outras junto a ela. O feminicídio é um crime bárbaro, que quase sempre acontece no nosso lar, com quem unimos nossas vidas”, afirmou no Twitter a major Denice Santiago, candidata à Prefeitura de Salvador pelo PT e idealizadora da Ronda Maria da Penha na Bahia.

2 comentários

  • Thiago

    “POLICIAL MILITAR QUE POSAVA COM ARMAS É MORTA PELO MARIDO NA BAHIA”.

    Que título tosco, fica até parecendo que ela merecia morrer pelo fato de postar fotos portando armas de fogo, o que a morte dela tem a ver com o tipo de foto que ela postava ?.

    É como colocar a foto de uma mulher e escrever “Moradora de comunidade, que postava fotos ao lado de bandidos armados é morta por traficantes”, ou algo assim.

  • Abraham Lincoln

    Mais alguém, felizmente, consegue notar que o título da matéria sintetiza bastante a sua mensagem subliminar. “Mulher que posava com armas é morta por arma”, logo, armas devem ser proibidas, pois são “responsáveis” por mortes. Bem, considerando este sábio raciocínio, piscinas, facas de churrasco, vergalhões para construções, carros, caminhões, locomotivas, e tantas outras coisas, devem ser logo proibidas, porque aparecem frequentemente em fotos e recorrentemente “tiraram” vidas. Volto a dizer: Quem quer cometer um crime o comete por qualquer meio. As mãos humanas, por exemplo, são utilizadas para matar, sobretudo quando se trata de feminicídio. Então, esta teoria de que a arma mata é uma balela. Quem mata é o ser humano; quando quer e como quer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *