POSTO ESPACIAL INICIA REFORMA PARA ATENDER DECISÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

O portal de notícias Mais Interativa está publicando, nesta quarta-feira, matéria sobre a interdição do Auto Posto Espacial, para obras de adequação. Segundo a notícia, todos os serviços do Posto foram paralisados.  Não há informações se os proprietários da empresa – ou até mesmo o ex-proprietário, Ricardo Tânios – pretendem recorrer à Justiça para serem ressarcidos dos prejuízos, uma vez que a construção do prédio em desacordo com o Código Municipal de Posturas foi autorizada pela Prefeitura. A notícia do portal Mais Interativa pode ser vista aqui

2 comentários

  • Le

    Se é Lei tem q ser cumprida,agora os outros postos os visinhos que tomem atitude entao?justiça de jales nada!!!

  • Anônimo

    Carosinho, é preciso esclarecer que o problema do Posto não é com o Codigo de Posturas do Municipio, visto que quem conheçe um pouco da legislação verá que em nenhum lugar do codigo de postura disciplina local de instalação, e sim o Plano Diretor, mas no caso especifico a controversia está por conta do Codigo de Edificações, que coloca como exigencia que o armazenamento de produtos inflamaveis devem estar recuado no minmo em 4 (quatro ) metros de edificações residenciais. O argumento dos advogados dos donos do Posto são no sentido de provar que na divisa com as residencias não existe armazenamento de combustiveis, e sim, aloja de conveniencia, a lanchonete e outros que não afetam os moradores. Se assim for exigido teriamos que fechar muitos estabelecimentos comerciais, outros postos de combustiveis, além ded lojas que vendem produtos inflamaveis, como por exemplo as de material de construção ( agua raz, tinner, etc )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *