PRATA DIZ QUE GOVERNO DO ESTADO DISCRIMINA HOSPITAL DE CÂNCER POR APOIO AO ‘MAIS MÉDICOS’

diarioweb_HenriquePrataEm entrevista ao jornal Diário da Região, de domingo, o presidente da Fundação Pio XII, Henrique Prata, discorre sobre diversos assuntos. A entrevista completa pode ser lida aqui.

Abaixo, os trechos onde ele fala da alegria de trazer o cantor country Garth Brooks para a Festa do Peão de Barretos deste ano e da possível discriminação do governo do Estado contra o Hospital de Câncer, por ele ter apoiado o programa “Mais Médicos”:

Diário – E o retorno do Garth Brooks a Barretos, 17 anos depois?

Prata – Tive vontade de trazê-lo quatro anos atrás e segui esse instinto que tenho de me humilhar, de falar da importância e da presença de Deus nesse hospital. E não é que ele está vindo? É o maior artista de todos os tempos nos EUA. Está fazendo agora uma turnê mundial. Ficou 16 anos parado. Entrou na mídia de novo, uma geração inteira não conhece ele. E voltou arrasando nos EUA inteiro. Ele vem vindo de corpo e alma, pagando todas as despesas do bolso dele. Toda. Custa mais de 2 milhões para trazer a produção dele. Ele vem em avião próprio dele. Eu tinha ganho um avião do meu amigo Cutrale, ele não aceitou.

Diário – O show de Garth Brooks na Festa do Peão terá toda a renda revertida para o hospital?

Prata – Sim. Em um dia, vai dar 15 milhões a renda dele. Já viu algum artista dar 15 milhões em um único dia aqui no Brasil? E ele quer dar livre. Quer pagar tudo. Um homem de Deus. Pessoas humildes enxergam melhor que um país como o Brasil, com tantas carências, não se pode levar dinheiro daqui, tem que trazer. O ser humano mais famoso dos EUA, o ídolo maior, e o ser mais humilde que eu já conheci na minha vida.

Diário – Décadas atrás, as Santas Casas ocupavam uma posição de referência hospitalar, e hoje muitas enfrentam dificuldades, desde a Santa Casa de São Paulo a muitas até mesmo da nossa região. A que se pode atribuir essa decadência?

Prata – A primeira questão é a tabela muito baixa do SUS. Ela remunera baixo. A segunda é a falta de gestão. E a desonestidade das pessoas, de assumirem um processo com interesse próprio, de visar um interesse político, e não ter honestidade de sentir na pele o que é tratar pessoas, enxergar como melhorar o tratamento das pessoas. Tem que ser gestão com visão muita profunda de humanização. Agora estou cheio de problemas por ter apoiado o Mais Médicos aí. A elite da medicina já está me discriminando faz tempo…

Diário – O que houve?

Prata – Eu sofri consequências de apoiar o plano do Mais Médicos, porque ficou parecendo que eu estava apoiando o partido do PT, mas estava apoiando honestamente. Falta médico. Ficou dez anos aí tudo travado, sem aumentar uma vaga de faculdade, sem abrir uma faculdade de medicina nesse país, e deu esse buraco do tamanho que ele está hoje. Vieram 14, 15 mil médicos, não resolveu, ajudou, mas falta médico até hoje. E aí vem a burguesia da medicina, a Secretaria de Saúde de São Paulo, que tem uma gestão da elite da burguesia da medicina, e achou isso, que eu estava apoiando com interesse político, e não é isso.

Diário – Você acha que o dinheiro que parou de vir do Estado tem relação com isso?

Prata – Eu acho. Estou sendo discriminado como nunca fui pela gestão estadual. Estou sendo discriminado, desrespeitado. Mas se isso for verdade, vai ter consequência, porque eu sei provar o que está errado. Desde esse problema estou me sentindo muito discriminado, e quando falo eu, me refiro à minha instituição. As pessoas só têm visão política, não tem visão humanística. Não falta médico para elite, falta médico para pobre. Eles não têm noção do que é isso. Não conseguem ter. Não vivem o que nós vivemos, não vivem na base do atendimento dos pobres. Eles vivem nos consultórios chiques com ar condicionado, e ficam achando ruim que a gente fala que está faltando médico.

19 comentários

  • Burgues da medicina

    Na realidade, o dono do hospital do cancer critica o governo federal quando diz que o programa “mais medicos” vieram 14, 15 mil medicos e nao resolveu nada pois ajudou. Falta medico. Ficou ai 10 anos tudo travado, sem aumentar uma vaga na faculdade, sem abrir uma vaga de faculdade de medicina. Deu nesse buraco que esta’ ate’ hoje.
    A situaçao das Santas Casas esta’ assim porque o governo federal nao reajusta a tabela do SUS, ele disse.
    Assim como critica o programa, ele apoiou mas perdeu o apoio da secretaria estadual que ele chama de burguesia da medicina que ele faz parte.

    • Amigo “Burguês”, agora você abusou da falta de informação. Os governos Lula e Dilma criaram 18 universidades federais, enquanto o governo FHC não criou nenhuma. Quanto à medicina, nos governos Lula e Dilma foram criadas mais faculdades do que nos demais 1.500 anos. Caso você não saiba, o Brasil é hoje o segundo país do mundo em número de faculdades de Medicina, atrás apenas da Índia e à frente de países mais populosos, como China, EUA e Indonésia.

      • Burgues da medicina

        CARDOZINHO
        Eu apenas escrevi o que seu blog noticiou as palavras que o Henrique Prata disse.
        Nao emiti opiniao.
        Quanto a sua comparaçao dos governos Lula/Dilma e o FHC nao e’ o caso pois cada um teve as suas prioridades diferentes, em seu governo e na sua epoca.
        Realmente, vc tem razao, nunca neste pais, se criaram tantas faculdades de medicina e universidades, como o PT.
        Porem, nunca se mandou tanto dinheiro para o governo Fidel Castro, como no governo do PT, no programa + medicos

        • Amigo, o dinheiro está indo pra Cuba porque os médicos brasileiros, que tinham prioridade, deram ouvidos à mídia agourenta e não aderiram na primeira fase do programa. Na fase mais recente, que, se não me engano é a terceira, todas as vagas foram ocupadas por médicos brasileiros.

  • Anônimo

    Esse cidadão forrou os Hospitais de Câncer com material de campanha de candidatos do PT

    Lançou até um tal de Petrov, pelo PT

    Agora que a bênçao do governo do estado?

    • Pensamento torto o teu, amigo. Quando se discrimina o Hospital de Câncer, não se está atingindo o Henrique Prata, mas milhares de doentes que precisam dos serviços do hospital. Inclusive eu e você poderemos, um dia, necessitarmos dos serviços do HC.

  • NÃO AGUENTEI

    Anônimo sabes pensar, tem um pouco de QI. ou é Burro mesmo, o Governo Estadual como disse o Blogueiro,não esta prejudicando o HENRIQUE PRATA,esta prejudicando a população brasileira,que precisa do Hospital do Câncer,pois ele Prata tem dinheiro,para se tratar em qualquer lugar do Mundo,espero que você nem seus parentes venham precisar do Hospital do Câncer,aí mandaremos você procurar alguém do PSDB ou o Governo,seu Babaca.
    Não misture saúde Pública com politica, Alkimin esta misturando e já veio algumas consequências, a Mão de Deus é pesada e ele Alkimin sabe muito bem disso.Cuidado com tua língua,você e esse Burguês da Medicina,que não sabe nada das realizações do Governo Federal,esse é outro analfabeto politicamente.

  • TOMAS TURBANO

    O CARA PRA CRITICAR HOSPITAL DE CANCER DEVE SER UM COXINHA D PIOR ESPECIA MESMO. NUNCA PASSOU NA PORT E NAO PRECISOU AINDA, AINDA NE?

  • CAMARADA MARTINI

    Quero deixar bem claro e endossando comentário do Cardosinho para Burgues da Medicina é só você
    leitor acessar este site http://www.escolasmedicas.com.br/escolas.php e fazer uma comparação
    de 1.808 até 2.002 foram criadas 126 escolas de medicina.
    Já nos anos de 2.003 até maio 2.015 foram criadas 126 novas escola(dobro de 194 anos) e também em números de estudantes saiu de 11.000 até 2.002 para 23.000 alunos matriculados em 2.015.
    Mas a meta é chegar 29.000 matriculados até 2.018, isso que dizer que dentro de 10 anos vamos passar de 1.9 por mil habitantes para 2.7 por mil habitantes.
    Eu acredito que medicina vai sofrer o mesmo processo da OAB, porque?
    Hoje se formam no país 60.000 jovens ano em direito mas para ser advogado tem que prestar OAB. É isso que o CFM não quer em sua categoria e nem aceitam vir profissionais de medicina estrangeiros.
    Gostaria aqui de parabeniza-lo Henrique Prata do qual mantem uma escola de medicina em Barretos e sabe a dificuldade para atender as classes mais desfavorecidas financeiramente.

  • Zerado

    Cardosinho, os coxinhas tucanos querem que o SUS exploda. Querem que os pobres explodam. Querem que o Brasil exploda. São facistas fanáticos, mentecaptos desinformados. Cegos de ódio!

  • Bode Zé

    Se depender o governo estadual os hospital do cancer vai fechar.

  • paparazzo

    BURGUES DA MEDICINA, não passa de ser um politico PT local, que essa turma não tem a capacidade de conseguir nenhuma verba de Brasilia essa berração de universidade federal, pontilhões é tudo blá blá sendo quem destinou verba para HC Cancer de Barretos unidade Jales foi José Serra, quando veio inauguar o AME JALES, ESTÁ PORCARIA DE AEROPORTO MUNICIPAL estava interditado, não deixaram o mesmo descer com um helicóptero no HC Cancer de Jales, que turma foi fazer marketing emais colocar o seus lá…autoridade doPSDB nivel estadual e federal nãopodiam falar na imprensa de Jales tinha que fazer exercícios para tal isso O PALACIO DOS ABNDEIRANTE JÁ SABEM QUE ALGUNS NÃO QUEREM O PSDB no voto livre, por isso Jales está esta draga. JALES A CIDADE DA POLITICAGEM.

  • CAMARADA MARTINI

    Também quero deixar bem claro que os governos de São Paulo atual e passados nunca deram
    prioridades em escolas de medicina e sim escolas de direito.
    Hoje nosso estado tem uma vaga para cada 10.289 habitantes, Minas Gerais uma vaga para
    6.316 habitantes – Rio de Janeiro uma vaga para 7.551 habitantes – Rio Grande do Sul uma
    vaga para 8.055 habitantes – TOCANTINS uma vaga para cada 5.133 habitantes.
    Aqui estou enviando um site para os leitores terem suas duvidas : http://www.escolasmedicas.com.br/news_det.php?cod=2053

    • animado

      os petralhas sempre analisam as estatísticas do ponto de vista que lhe interessam. Spo, capital e interior, continua a atrair pacientes do Brasil todo, que aqui procuram um tratamento/serviço que seja mais parecido com um serviço de primeiro mundo e muito melhor do que encontram disponível em suas localidades.

  • Antonio Cardoso de Freitas

    Concordo com o Henrique Prata, o Hospital de Barretos é uma referência no atendimento de qualidade e humano aos pobres. Agora, PT, nunca mais.

  • Abiótico

    Dentro deste Ecossistema, no pouco que podemos ver, temos um Fator Biótico que são as formigas se alimentando das folhas caídas, mas com o tempo poderemos ver que também existe um Dragão que come a parte da floresta intocada.

  • MUDANÇA DE JALES

    O
    senhor Prata é um gozador no Hospital de Jales, o governo de São Paulo aplicou mais o menos 30. milhões , eu queria saber quanto o governo federal aplicou ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *