PREFEITO DE MANAUS SEGURA O CHORO EM ENTREVISTA E RESPONSABILIZA BOLSONARO POR BAIXO ISOLAMENTO SOCIAL

A notícia é da agência Sputinik:

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), disse que o isolamento social na cidade e no estado do Amazonas fracassou, em parte por culpa de declarações do presidente Jair Bolsonaro.

Além disso, afirmou que se a situação não melhorar, pode propor ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), a adoção do lockdown, ou seja, uma quarentena mais rigorosa, nos moldes das implementadas em países como a Itália. 

Virgílio Neto também se responsabilizou pela baixa adesão às medidas de distanciamento social verificadas em Manaus. 

“A realidade é que eu fracassei em relação ao distanciamento social. Fracassei assim como o governador e todo mundo que está a favor do distanciamento social. Fracassamos perigosamente. Por isso que vamos, ainda nesta semana, dar início a uma campanha de mídia pesada para tentar convencer as pessoas a aderirem ao isolamento”, disse o prefeito em entrevista para o jornal O Globo

O tucano apontou duas razões para a população não respeitar a quarentena. A primeira, seria cultural: “Acho que há um fator cultural. Meu secretário de obras anda pelas periferias e ouve as pessoas dizendo que a COVID-19 é doença de rico, que não vai pegar em pobre, no caboclo. Mas elas estão vendo as pessoas morrendo”. 

Outro motivo, segundo Virgílio Neto, são as declarações do presidente contra o isolamento social: “Outro fator é a pregação do presidente Jair Bolsonaro contra essas medidas. Ele diz que precisamos salvar a economia, mas nunca vi salvar a economia com gente doente”. 

Além disso, o prefeito criticou o governo federal por não destinar mais equipamentos e recursos para Manaus lidar com a epidemia da COVID-19. 

4 comentários

  • Manaus : Falta caixão e sobra defunto

    O Amazonas bateu novos recordes de casos e óbitos. Com 470 óbitos e 5.723 infectados, e uma media de 140 sepultamentos por dia. Falta caixões!
    Em Manaus, não houve adesão da população ao distanciamento social. O distanciamento social nunca foi implementado de fato. De forma otimista, diria que a adesão foi de 30%.
    Não limitaram o número de pessoas dentro de um comércio, não respeitaram o distanciamento de dois metros entre as pessoas na fila e não usaram as máscaras. São coisas que a população não tem feito. Falta muita informação e monitoramento.
    Em meio a alta recorde do coronavírus, o governo estadual anunciou reabertura gradual do comércio em Manaus. Se reabrir, terá de ser com uma série de regras que eu não sei se a população vai cumprir.
    O presidente da Assembleia, abriu um processo de impeachment contra o governador, a pedido do Sindicato dos Médicos, que vê má administração no sistema de saúde.
    Não vejo culpabilidade do Bolsonaro. De acordo com a decisão do STF, é dever dos estados e municípios implantar e decidir as medidas para conter o vírus.

    • rapizodia

      Manaus!? É sério que você não vê culpa em Bolsonaro!? Você leu a reportagem!? Dê fato não precisava nem ter lido, já que a informação está disseminada em qualquer veículo de mídia nos quatro cantos deste país. Bolsonaro minimizou o problema e depois começou a trabalhar pessoalmente contra o distanciamento social ao sair do palácio para suas voltinhas idiotas e pronunciamentos idem, pregou cloroquina, abraços e apertos de mão desnecessários e ainda escondendo sua real condição de infectado ou não, já que teve contato com mais de 25 pessoas nessa condição, podendo ter também sido hospedeiro e contaminado sua claque. Também recusou a socorrer o estado do amazonas, num claro gesto de perseguição política pessoal, pois não gosta do prefeito da cidade, não fez um gesto sequer de solidariedade com aqueles brasileiros, quem esteve lá foi o seu desafeto e possível sucessor general Mourão, não destinou recursos emergenciais ou se esforçou para destinar, pois não fala com quem é ‘inimigo’. Lá a cidade está sem mão de obra médica depois do desmanche do programa mais médicos que ele destruiu sem que apresentasse uma alternativa viável para setores brasileiros mais remotos como o Amazonas. Poxa! Está claro que o STF na sua decisão, apenas amparou os prefeitos e governadores, tamanha era a desordem que o cara causava e causa. Tenho amigos que agora deixaram de ser gado e parecem ‘gnus’, sabe aquele boi selvagem africano na beira do rio e que precisa atravessá-lo, mas está infestado de crocodilos famintos, pois é, no desespero e não vendo alternativa entram aos milhares rumo a morte seguindo supostamente o seu líder e salvem-se quem puder. O Presidente fala em salvar a economia juntamente com seu ministro da economia de gabinete como se antes da pandemia estávamos num oásis econômico e franca expansão. Alguns empresários que conheço, antes mesmo disso tudo, estavam já demitindo e dando o ano como perdido, lutavam já para salvar suas empresas, a pandemia como já disse em outro post, foi a pá de cal, já faliram e é uma questão de dias para cerrar as portas, para estes o socorro chegou tarde. Espero que o que escrevi tenha sido razoável prá ti ver que o Presidente tem sim culpa e espero vê-lo respondendo sentadinho juntamente com a prole em uma cadeira respondendo os questionamento de um juiz e ouvir suas sentenças de cadeia para minimizar um pouquinho a tristeza da famílias de quem principalmente ele deixou desamparado e ou morrer por falta de administração, liderança ou assistência.

  • Sérgio

    Acho que o colega que colocou a culpa nos Estados e Municípios não entendeu o desabafo do prefeito de Manaus. Uma pena que ainda temos que tolerar estes imbecis. Para esclarecimento deste senhor, quem desde o início desdenhou do Coronavírus? Quem disse que era uma gripezinha? Quem todos os dias, para alimentar o “GADO” deixa o isolamento e visita padarias, farmácias e ainda vai cumprimentar meia dúzia de idiotas que vai na frente do Palácio do Planalto aplaudi-lo? Deixa de hipocrisia, nossa realidade é bem pior do que se pensa.

  • Manaus : Falta caixão e sobra defunto (2)

    Sergio
    Leia bem o meu texto. Perceba que não fui eu quem responsabilizei os estados e municípios. Foi o STF! Depois desta decisão, Bolso calou a boca. Ainda bem.
    O prefeito transfere a culpa para Bolsonaro porque ele não conseguiu convencer a população a obedecer as determinações médicas. Deveria sofrer um impeachment.
    Quanto ao Bolsonaro. Ele falou e fez muitas besteiras. Um idiota! Eu não me preocupo com o que ele faz. Até porque é o povo quem decide fazer o isolamento. Mas o seu ministro Mandetta representou bem o seu governo. Seguiu as determinações corretas por isso, saiu.
    O governo liberou milhões para os empresários, comerciantes, auxilio emergencial, estados e município, etc. O governo fez a sua parte.
    Aprenda a separar o que o Bolsonaro pensa e faz com o que o seu governo faz. Apesar dele!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *