PROCURADORIA DO ESTADO REQUER INQUÉRITO PARA APURAR FRAUDE EM LICITAÇÃO

O prefeito Otávio Cianci, de Mesópolis, está de novo nas manchetes.  Abaixo, um resumo do que foi publicado hoje no site Ethos on Line:

A Procuradoria Geral do Estado determinou a abertura de inquérito policial para averiguar eventual irregularidade em processo licitatório na Prefeitura de Mesópolis, região de Jales. Entre os que vão precisar dar explicações estão o prefeito Otávio Cianci, Guilherme Domiciano Barbosa, Teodoro de Carvalho, João Machado de Araujo, Moacir Pereira, Rosa Claudia Moraes Pavão, Dario Chamas, além de empresas Guilherme D Barbosa & Cia e J Machado Araújo ME.

De acordo com a publicação no Diário Oficial, nos anos de 2007, 2008 e 2009 o prefeito e os demais demandados “teriam realizado licitações, possivelmente fraudulentas com o propósito de favorecer as empresas de João Machado de Araújo, Guilherme Domiciano e a Teodoro de Carvallho.  A investigação partiu do Ministério Público de Jales, que abriu um inquérito civil para ouvir os envolvidos.

A Procuradoria do Estado está requisitanto “a instauração do competente inquérito policial, com observância do Código de Processo Penal e da Lei nº 8.038, de 28 de maio de 1.990, notadamente o prazo de trinta dias para sua conclusão. Além de outras diligências que a digna autoridade policial entender cabíveis, deverão ser inquiridos os sindicados e aqueles que prestaram depoimento no inquérito civil referido”.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *