PROFESSOR QUE FOI A PROTESTO CONTRA ISOLAMENTO E A FAVOR DA INTERVENÇÃO MILITAR MORRE COM SUSPEITA DE COVID

O professor parecida bem saudável há um mês. A notícia está pendurada no portal da revista Fórum:

No dia 19 de abril, Angelo Antônio Cavalcante Martins, professor da Faculdade de Economia da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), foi a um protesto bolsonarista em Maceió que pregava o fim das medidas de isolamento social e pedia, entre outras coisas, por uma intervenção militar e um novo AI-5.

Na manifestação, feita no Dia do Exército, Martins estava vestido de verde e amarelo, como a maioria dos manifestantes, não usava máscara e desrespeitava o decreto estadual que, desde março, proibia aglomerações.

No domingo passado (17), menos de um mês após o ato, o professor faleceu com suspeitas de Covid-19.

Segundo pessoas próximas, Martins adoeceu cerca de uma semana antes de falecer e procurou uma unidade de saúde da capital alagoana quando já estava com sintomas avançados, como febre e falta de ar.

A Associação de Docentes da UFAL confirmou a morte do professor e informou que o sepultamento de Martins foi realizado no último domingo de “forma bastante reservada, devido à suspeita de contágio da Covid-19”.

Até a noite desta terça-feira (19), o Ministério da Saúde havia registrado 4.054 casos de Covid-19 no em Alagoas e 224 óbitos em decorrência da doença no estado.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *