PROFESSORA CRITICA EDUCAÇÃO ESTADUAL DO RIO GRANDE DO NORTE E VIRA HEROÍNA NAS REDES SOCIAIS

Há alguns anos, o amigo Pascoalino S. Azords me disse que o sotaque dos potiguares é o mais bonito do Brasil. No caso dessa professora, não apenas o sotaque é bonito, mas tudo o que ela falou foi muito interessante. O vídeo tem 8 minutos, mas vale a pena ser visto.

Um vídeo que mostra a professora Amanda Gurgel criticando a situação da educação no Rio Grande do Norte durante uma audiência pública na Câmara dos Deputados de seu estado fez com que a professora ganhasse admiradores por todo o país. O vídeo que mostra a fala de Amanda teve 180 mil visualizações no YouTube desde o dia 14, quando foi postado, e seu nome ficou entre os “trending topics” do Twitter – a lista dos temas mais comentados da rede social – entre quarta e quinta-feira.
 
Amanda mostrou seu contracheque de R$ 930 aos deputados e enumerou algumas das dificuldades encontradas pelos professores no estado, além dos baixos salários: transporte precário, salas de aula superlotadas e até a proibição aos professores de comerem a merenda oferecida aos alunos.
 
A professora também criticou a secretária de Educação do RN, Betânia Ramalho. “A secretária disse que não podemos ser imediatistas, que precisamos pensar a longo prazo. Mas a minha necessidade de alimentação é imediata”, disse. “Pedimos respeito, pedimos que a senhora não vá à mídia pedindo flexibilidade, como se fôssemos responsáveis pelo caos”, afirmou, referindo-se à greve da categoria.
 
Com uma fala segura e firme, Amanda disse que não sentia vergonha de mostrar seu contracheque ao público presente na audiência. “Quem deveria estar constrangido são vocês”, disse, dirigindo-se aos deputados e à secretária Betânia. Veja o depoimento da professora Amanda Gurgel:
 
You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

11 comentários

  • Paulo Reis Aruca

    Me desculpe pela deselegância, mas essa mulher tem o “pau” maior do que o de muito cabra macho cá de Jales, e do Brasil! DISSE O QUE PRECISAva SER DITO, E PRONTO!!!!!!!!!!!!

  • Carioca

    Fiquei realmente emocionado. Sensacional!Merece uma medalha. Será que sai uma moção de aplausos de algum dos nossos professores da Câmara?

  • funcionaria publica municipal

    tem q fazer isso aqui em jales também, pq o salário aqui eu tenho certeza q é menor q do nordeste,ou seja sou concursada e recebo ah metade desce valor….eita prefeito
    safado pagar apenas 503,44 e ainda fala q eh muito. hoje é dia 20 só tenho arroz,feijão e ovo pra comer será q isso
    esta certo FUNCIONÁRIOS PUBLICO MUNICIPAL DE JALES ESTÃO
    PASSANDO FOME!!!!!!!!!!isso é muito triste falar mais é ah
    realidade……

  • Leandro Baitello

    Primeiramente, acho que o termo “interessante”, usado na matéria, é muito pouco, pelo que representa a realidade dos professores. Acho até deboxe. Se querem homenageá-la, tenham a mesma coragem, pois, somente assim, haverá mudanças.

  • A Amanda é um Senhor quadro do PSTU, gente de luta,
    séria e preparada, sabe o que diz.

  • PARABENS VC FOI MUITO CORAJOSA

  • ju

    Essa fala da professora Amanda Gurgel é a fala de todos os professores que levam a serio a Educação nesse país.
    Se antes era um orgulho ter numa familia um professor hoje é motivo ate de chacota, pois a primeira coisa que ouvimos é ser professor para ganhar um salario desses, professor só pra ser sofredor.
    Precisamos conscientizar a todos e os politicos tem que tomar vergonha na cara e agir quanto a situação da educação, da saúde e da segurança.
    Alias pra que os politicos vão pensar em Educação se para se elegerem basta apenas saberem assinar os seus nomes numa folhinha de papel qualquer e fazer palhaçada e assim ganham R$ 23.000,00 reais e outros beneficios.
    Que país serio.

  • Sérgio Paulo Vieira Soares de Oliveira

    Nós, professores, fazemos nossa a fala dessa companheira de lutas. Infelizmente, parece que é preciso muito mais para conscientizar esse bando de vagabundos que tomou posse do congresso nacional. Mas, estamos na luta…

Deixe uma resposta para Sérgio Paulo Vieira Soares de Oliveira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *