PROFESSORES REGISTRAM BOLETIM DE OCORRÊNCIA APÓS AMEAÇA DE PREFEITO

Educadores questionaram a exoneração da secretária de Educação. Aconteceu em Brotas e foi veiculado pelo EPTV:

Professores da rede municipal de ensino de Brotas, na região Central do Estado de São Paulo, reuniram-se na prefeitura nesta quinta-feira (28) para tentar descobrir o que motivou a exoneração da ex-secretária de Educação, Eneida Ramos Figueiredo, demitida por telefone pelo prefeito Antônio Benedito Salla, na quarta-feira (27). De acordo com alguns professores, o prefeito os expulsou e ameaçou demiti-los, após questionamentos sobre os motivos que o levaram a tomar a decisão.

Segundo os professores, Salla gritou e mandou todos embora. Além disso, pediu para um funcionário fotografar os professores, a fim de ter provas para uma demissão por justa causa. Os professores registraram boletim de ocorrência.

O prefeito disse que iria abrir processo administrativo e demitir os professores que estavam na prefeitura, alegando que todos deveriam estar em sala de aula naquele momento, mas, de acordo com os educadores, eles estavam em horário de almoço.

De acordo com uma diretora de escola, funcionários dos recursos humanos chegaram a falar nas escolas para saber os nomes dos professores que seriam demitidos.

Para a ex-secretária, o motivo da demissão está claro: o Conselho Municipal de Educação encontrou várias irregularidades e a secretária estava dando andamento às ações. Entre as irregularidades, segundo Eneida, um jardineiro ganhando como merendeiro.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *