SURREALISMO À BRASILEIRA: BRF QUEBRA OVOS PARA REDUZIR PRODUÇÃO DE FRANGOS

images-cms-image-000538703Nem o surrealismo fantástico de Gabriel García Márquez seria capaz de imaginar uma cena como essa, em que uma empresa é obrigada a quebrar os ovos para evitar o nascimento dos pintos. A notícia é da Época Negócios

A BRF está quebrando ovos que eventualmente iriam gerar frangos para abate para reduzir sua produção futura, em meio aos problemas de mercado causados pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, disse uma fonte com conhecimento do assunto.

Os ovos férteis são produzidos por matrizes em granjas próprias da empresa, chocados e os pintos com um dia de vida são entregues para granjas parceiras, onde são criados até o momento do abate, cerca de 40 dias depois.

Com a quebra de ovos, a empresa reduz o volume de carne que chegará ao mercado nas próximas semanas.

“O único jeito de reduzir produção é quebrar os ovos, reduzindo alojamento (de pintos), aí reduz abate e reduz produção”, disse a fonte, sob condição de anonimato.

A fonte não informou o volume de ovos que está sendo descartado.

A BRF disse, por meio da assessoria de imprensa, que “a informação não procede”.

Na quinta-feira (23/03), a JBS, maior processadora de carnes do Brasil, informou que está reduzindo drasticamente o abate de bovinos em suas plantas no país, nos próximos dias.

“A BRF ainda não parou (abates de frangos), mas por conta da cadeia, ela tem aves alojadas. Mas vai diminuir alojamento”, disse a fonte.

Em Tempo: Indústrias exportadoras de carne suína e de frango perderam 40 milhões de dólares na primeira semana após as revelações da Operação Carne Fraca, que levaram ao fechamento de diversos mercados no exterior, estimou nesta sexta-feira a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), segundo matéria da Reuters.

A entidade destacou que os principais impactos ocorrem com os bloqueios na Ásia. A China é a segunda maior importadora de carne de frango e terceira maior importadora de carne suína do Brasil. Já Hong Kong é a segunda maior importadora de carne suína e sexta no ranking de embarques de carne de frango.

“Os equívocos na divulgação da Operação Carne Fraca causaram impactos globais. Já temos 25 mercados com algum tipo de bloqueio, parcial ou total. Estamos, juntamente com o governo brasileiro em um esforço para apresentar os devidos esclarecimentos aos vários mercados que são nossos importadores, buscando restabelecer a situação das exportações”, disse em nota o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *