“ASA BRANCA”, O HINO NORDESTINO, COMPLETA 70 ANOS

images-cms-image-000536267

A gravação de “Asa Branca”, o hino não oficial do Nordeste, e um dos maiores clássicos de todos os tempos da MPB, completou 70 anos na sexta-feira, 03. A toada – que tem versões em dezenas de idiomas, inclusive em japonês e coreano, e é familiar a brasileiros de qualquer região – soava tão estranha naquele tempo que foi motivo de gozação em cima de Gonzaga, pelos músicos do Regional do Canhoto, que participaram da gravação, em 3 de março de 1947.

Para eles, “Asa Branca” era a mesma coisa que cantiga de cegos nordestinos, pedindo esmola na rua. Fizeram uma fila, um deles com uma vela acesa, cantando a música. O episódio foi contado pelo autor da letra, o advogado cearense Humberto Teixeira, que Gonzagão conheceu no Rio de Janeiro.

Além de ser alvo de gozação dos músicos, “Asa Branca” não mereceu muita atenção do pessoal da gravadora RCA, que a colocou no lado B de um compacto simples. O lado A foi ocupado pela hoje esquecida marcha junina Vou pra Roça (Luiz Gonzaga/Zé Ferreira).

Poucas canções da MPB têm tantas versões. “Asa Branca” – uma espécie de pomba brava que foge do sertão ao pressentir sinais de seca – vem voando há décadas, indiferente aos modismos musicais, tendo sido gravada tanto pelo pessoal do iêiêiê quanto pelos tropicalistas. O maluco beleza Raul Seixas, por exemplo, gravou uma versão em inglês, que pode ser conferida no vídeo abaixo, com tradução: 

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

A toada de Gonzagão não foi sucesso só no Brasil. Ela ganhou também o reconhecimento internacional e, no final dos anos 60, surgiu um boato – que não passou disso, um boato – de que até os Beatles cogitavam gravar “Asa Branca”. Boatos à parte, o clássico nordestino ganhou as mais variadas – e até curiosas – versões no mundo inteiro. Nos vídeos abaixo, algumas dessas versões:

Versão japonesa:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

Versão senegalesa:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

Versão chinesa:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video 

E pra fechar, a versão Demis Roussos. No Youtube, é possível encontrar versões de Asa Branca em italiano, francês, alemão, etc:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *