BENITO DI PAULA – “RETALHOS DE CETIM”

O Poletto e o professor José Antonio Carvalho não vão gostar disso, mas acho que devo essa pro Ziquinho. O Ziquinho, também conhecido por Paulo César Turazza, é um dos maiores fãs do Benito Di Paula e, durante a semana, me presenteou com uma cópia do primeiro disco do Benito, gravado em 1971. Por conta desse disco, o Benito teve problemas com o regime militar, que censurou e retirou a bolacha das lojas, porque, entre as músicas gravadas, estava “Apesar de Você”, do Chico Buarque.

Depois dessa primeira experiência, o Benito, que nasceu com o nome de Uday Veloso e cantava na noite prá garantir o leite das crianças, gravou um segundo disco, que não foi censurado, mas também não fez nenhum sucesso. Mas no terceiro, gravado em 1973, ele acertou a mão. A bolacha chamava-se “Um Novo Samba” e trazia a música “Retalhos de Cetim”, que estourou nas paradas. Às vesperas de completar 70 anos (28/11/1941), Benito já tem 35 discos gravados. Abaixo, um vídeo recente, onde ele e a platéia cantam “Retalhos de Cetim”:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

 

1 comentário

  • A permanência de Benito di Paula na programação foi sábia,se fôssemos selecionar com rigor,o Roberto carlos também teria de ser eliminado,o Benito ao menos cantava ou canta samba,sambão,samba jóia ou samba-rumba,o Roberto carlos nem isso.E aí tem sempre aqueles chatos que vão dizer: O Raul seixas era roqueiro,o Renato russo compunha pra jovens,o Djavan faz letras sem sentido,o Jorge Benjor letras banais,portanto não representa a nossa MPB de qualidade.E com isso,sobraria quase ninguém,pois sabemos que unanimidade não existe.A única unanimidade nacional (segundo o Millôr Fernandes) foi o Chico Buarque dos anos 60,e lá se vão longos anos.

Deixe uma resposta para Ademar amancio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *