CHICO BUARQUE – “APESAR DE VOCÊ”

Conta a lenda que o samba “Apesar de Você” foi feito para o general Emílio Garrastazu Médici, que governou o Brasil de outubro de 1969 a março de 1974, durante o regime militar. Dizem que foi um dos piores momentos da ditadura. Por conta de problemas com o regime, Chico Buarque – que está completando 67 anos hoje passou pouco mais de um ano na Europa e, influenciado pelo diretor de sua gravadora, André Midani, retornou ao Rio de Janeiro em março de 1970.

Midani tinha assegurado que “a situação no Brasil estava melhorando”, mas, ao chegar por aqui, Chico descobriu que, muito pelo contrário, as coisas haviam piorado. Ele externou seu desapontamento escrevendo “Apesar de Você” e a censura do regime militar, não percebendo o recado à ditadura, liberou a música, sem cortes.

Resultado: o samba estourou nas rádios e já se aproximava da cifra de cem mil discos vendidos, quando o governo entendeu a mensagem e, imediatamente, proibiu a música, recolheu e destruiu os discos, e, para completar, puniu o censor incompetente. Daí em diante, e até o final da ditadura, Chico Buarque seria implacavelmente marcado pelos censores, sofrendo suas letras os mais absurdos vetos e rejeições.

E agora, estou indo lá prá Regional FM, onde, todos os domingos, das 10:00 às 14:00 horas, apresento o Brasil & Cia.  Abaixo, um vídeo com “Apesar de Você”, uma música que, apesar do fim da ditadura, continua atual. Afinal, como diria o blogueiro Murilo Pohl, sempre é possível encontrar-se um ditadorzinho entre os políticos que estão à solta por aí. Ah!, amanhã tem um especial com as canções do Chico Buarque, das 12:00 às 15:00 horas, na WebRádio Brasil & Cia, que você pode acessar, clicando na bandeira do Brasil, aí do lado direito.

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *