LONGE DO MICROFONE, PERTO DOS ELEITORES

Quem decidiu disputar novamente uma cadeira na Câmara é o radialista Wilson Flumenal, também conhecido como Wilson de Souza Negrão. Na sexta-feira, Flumenal se despediu dos milhares de ouvintes do seu programa matinal, na Rádio Assunção. Ele deverá ficar afastado do microfone até o dia 08 de outubro.

O apelido “Flumenal” nasceu nos tempos em que ele era padeiro. No trabalho, Flumenal tinha uma vitrola onde ouvia sem parar um disco do conjunto Chicago, cujo principal destaque era a música “if you leave me now” (para ouvi-la, clique no nome). A maneira curiosa como ele pronunciava o nome da música fez com que os colegas de trabalho  começassem a chamá-lo de “Flumenal”.

Por outro lado, informações seguras garantem que a eficiente servidora municipal Marinylda Cavenaghi Nacca será uma das candidatas a vereadora pelo PMDB. O pai de Marinylda, o antigo “manda-brasa” José Carlos Cavenaghi, foi vereador em Jales por quatro legislaturas seguidas, de 1969 a 1988.

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *