ROUPA NOVA – “YESTERDAY / HEY JUDE”

Os Beatles acabaram há exatos 50 anos. Foi Paul McCartney que anunciou o fim do grupo britânico durante uma entrevista, no dia 10 de abril de 1970.

O compositor estava divulgando o primeiro trabalho solo, “McCartney”, e acabou dizendo que não tinha planos de lançar outro disco com os Beatles ou voltar a compor com John Lennon. A banda ainda lançou o último álbum “Let it Be”, em maio daquele ano, pois as gravações haviam sido feitas meses antes da triste notícia.

É impossível não imaginar como teria sido se os quatro tivessem continuado juntos, pelo menos até a precoce morte de Lennon. Ainda assim, as turbulências que tomaram conta do grupo nos últimos anos de atividade dificilmente teriam permitido que novas composições geniais continuassem sendo lançadas.

Ao longo desses 50 anos, incontáveis artistas famosos fizeram homenagens aos Beatles, regravando músicas ou usando referências do quarteto em suas obras. No Brasil, por exemplo, o grupo britânico sempre foi celebrado por quase todos os gêneros.

Em “Qualquer Coisa” (1975), Caetano Veloso exibe uma capa influenciada por “Let it Be” e ainda canta “Eleanor Rigby”, “For No One” e “Lady Madonna”. Já o compositor Zé Ramalho lançou até o tributo “Zé Ramalho Canta Beatles”, em 2011, mesmo ano em que Cauby Peixoto lançou o CD “Caubeatles”.

Gilberto Gil e Milton Nascimento, fãs confessos dos cabeludos de Liverpool, gravaram “Something” em disco de 2001. Também em 2001, Rita Lee gravou um disco inteiro dedicado à obra dos Beatles. Em 1990, o grupo Roupa Nova os homenageou com linda interpretação à capela de “Yesterday”.

No disco “Luz do Solo”, de 1997, Toquinho – antes de fazer um impagável solo com três músicas dos Beatles – fala da influência dos quatro rapazes em seu início de carreira. Raul Seixas sempre citava John Lennon como um de seus dois ídolos. O outro era Elvis Presley.

São muitos os exemplos de artistas brasileiros que reverenciaram os Beatles, de modo que, se fosse lembrar apenas metade deles, o post já ficaria muito longo. Fecho, então, o post, citando o CD duplo “Submarino Verde-Amarelo”, em que mais de 20 cantores brazucas interpretam 27 músicas do Fab Four.

Coube a Ivan Lins interpretar “Yesterday” e ao grupo Roupa Nova, novamente à capela, fazer a releitura de “Hey Jude”. Mas as regravações que mais gosto nos dois CDs são “Because”, com João Bosco, “The Long And Winding Road”, com a Zizi Possi, e “Penny Lane”, com o Flávio Venturini.

No vídeo, o Roupa Nova juntou “Yesterday” e “Hey Jude”:

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *