THE BEATLES – “DON’T LET ME DOWN”

A semana foi de recordações para os beatlemaníacos, como é o caso do professor José Antônio de Carvalho, dos irmãos Welton e Fábio Cláudio e do jornalista Paulo Reiners Terron, ex-editor da revista Rolling Stone, que – embora tenha nascido muitos anos depois do fim da banda – é fã dos Beatles desde a pré-adolescência vivida aqui em Jales.

Na segunda-feira, 28/01, a imprensa destacou o 50º aniversário da gravação, nos estúdios da Apple, de “Dont’t Let me Down”, uma canção de amor composta por John Lennon para sua musa, a japa Yoko Ono. A letra diz coisas profundas como “nunca ninguém me amou como ela me ama; oh! ela gosta de mim, sim, ela gosta de mim”.

Na música de John Lennon, o título “Don’t Let Me Down”, traduzido, significa “não me decepcione”, mas em outra música também chamada “Don’t Let Me Down“, do grupo The Hollies, o significado é “não me deixe pra baixo”. Existe, porém, uma terceira “Don’t Let Me Down“, da banda The Chainsmokers, onde o refrão é traduzido também como “não me decepcione”. Yoko, até onde se sabe, não decepcionou John.

Gravada, como já se disse, em janeiro de 1969, a música foi lançada três meses depois, em abril, em um compacto simples que tinha, no lado A, “Get Back“, de Paul McCartney. “Get Back” era uma canção política, que, em princípio, visava satirizar aqueles que achavam que os imigrantes da Inglaterra deveriam ser mandados de volta para seus países.

Em entrevistas, George Harrison disse que Paul cantava o refrão nos ensaios com um olhar “esquartejador” para Yoko Ono: “Get back to where you once belonged” ou “volte para o lugar de onde você veio”. Paul, como se sabe, não era fã de Yoko, a quem muita gente atribui o fim dos Beatles.

Os cinquenta anos de “Don’t Let Me Down” não foi, no entanto, o único cinquentenário deste janeiro. Na quarta-feira, 30, uma lembrança talvez triste para os fãs dos Beatles. Dois dias depois de gravarem “Don’t Let Me Down”, os quatro cabeludos subiram em um telhado de Londres para fazer aquele que seria o último show dos Beatles, por sinal interrompido por vizinhos que reclamaram do “barulho”.

É desse show o vídeo abaixo, em que eles cantam a cinquentona “Don’t Let Me Down”:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *