10% DOS ELEITORES DIZEM TER BAIXADO APP DO TSE PARA JUSTIFICAR VOTO

Eis aí um assunto que está sendo pouco divulgado, porque – juntamente com a pandemia do coronavírus – deverá provocar substancial aumento no percentual da abstenção nas eleições deste ano.

Nestas eleições, os eleitores que deixarem de comparecer às urnas não precisarão ir ao Cartório ou aos Correios para justificar a ausência. Eles poderão fazer isso sentados no sofá de suas casas, usando um smartphone ou um tablet. Para tanto, basta baixar um aplicativo disponibilizado pelo TSE (veja aqui).

A notícia é do Poder360:

Levantamento do PoderData mostra que 10% dos eleitores entrevistados já baixaram o aplicativo do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para justificar ausência nas eleições 2020. A pesquisa também mostra que 46% acham arriscado ir votar por causa da pandemia.

Nas eleições municipais de 2016, 17,58% dos 144.088.912 eleitores aptos não compareceram às urnas. Esta é a primeira eleição em que o app será usado para justificar votos.

A pesquisa foi realizada pelo PoderDatadivisão de estudos estatísticos do Poder360. Os dados foram coletados de 12 a 14 de outubro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 503 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Eleitores que estiverem impedidos de comparecer às urnas no dia da votação poderão realizar a justificativa de abstenção pelo aplicativo e-Título, da Justiça Eleitoral. O app pode ser baixado gratuitamente em smartphones ou tablets, nas plataformas App Storeou Play Store.

O número de eleitores que não compareceram às eleições municipais tem aumentado durante os anos. De 2008 a 2016, as abstenções cresceram 3%. O índice nacional de abstenção nas eleições de 2008 foi de 14,53%, passando para 16,41% em 2012 e chegando a 17,58% em 2016.

QUASE METADE DOS ELEITORES CONSIDERA ARRISCADO VOTAR EM 15 DE NOVEMBRO

Continua alto o medo do eleitor brasileiro sobre ir pessoalmente votar no dia da eleição de 15 de novembro. Essa é a opinião de 46% dos entrevistados pelo PoderData. Há 1 mês e meio a mesma pergunta foi feita e o percentual era levemente maior (49%). Mas como a margem de erro é de 2 pontos percentuais, isso significa que não houve alteração estatística real.

São 47% os que afirmam ter a intenção de comparecer à votação no dia 15 de novembro. Outros 7% não souberam responder.

Obs.: em Jales, os índices de abstenção foram de 17,38% em 2008, passando para 18,40% em 2012 e chegando a 24,15% em 2016, sempre acima da média nacional, portanto. Convém lembrar que, nas eleições de 2016, o índice deve ter sido influenciado pelo fato de ter havido uma única candidatura em Jales.

5 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *