A JULGAR PELA BANCADA EVANGÉLICA QUE VOTOU COM TEMER, DEUS MUDOU DE LADO

feliciano-câmara

Do pastor, escritor e teólogo Hermes Fernandes, no DCM:

A julgar pela alegação dos deputados que votaram a favor de Temer, Deus trocou de lado. Ele que sempre esteve ao lado dos oprimidos e injustiçados, agora cerrou fileira com o que há de mais vil na classe dominante do país.

Ao serem questionados por jornalistas por terem votado contra a investigação que poderia provocar o impeachment de Temer, os parlamentares responderam em uníssono que foram guiados por Deus. Resta saber a que deus estariam se referindo.

Certamente, não o Deus dos profetas hebreus, tampouco o revelado nas palavras de Jesus ecoadas pelas praias da Galileia. Se o seu livro de cabeceira fosse, de fato, a Bíblia Sagrada em vez de “O Príncipe” de Maquiavel, eles teriam lido pérolas como esta:

“Até quando defendereis os injustos e tomareis partido ao lado dos ímpios? Defendei a causa do fraco e do órfão; protegei os direitos do pobre e do oprimido. Livrai o fraco e o necessitado; tirai-os das mãos dos ímpios” (Salmos 82:2-4).

Se mesmo assim se mantivessem em suas veredas tortuosas, talvez acusassem o profeta Isaías de esquerdopata ao se depararem com mais esta pérola:

“Ai dos que decretam leis injustas, e dos escrivãs que escrevem perversidades, para privar da justiça os pobres, e para arrebatar o direito dos aflitos do meu povo, despojando as viúvas e roubando os órfãos” (Isaías 10:1-2).

De duas, uma. Ou Deus mudou de lado, traindo Sua própria Palavra, ou esses nobres deputados não entenderam o sentido real do Evangelho. Fico com a segunda hipótese.

Para os tais que traem sua fé em nome da conveniência e dos mais escusos interesses, deixo a célebre advertência profética:

“Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem da escuridade luz, e da luz escuridade, que põem o amargo por doce, e o doce por amargo (…) que absolvem o ímpio por suborno e ao justo negam justiça” (Isaías 5:20,23).

Coloquem suas barbas de molho! Fujam para as montanhas! Em breve o juízo de Deus os alcançará! Não esperem que caia fogo do céu para consumi-los. Vocês já se queimaram por si mesmos.

Nem o diabo seria tão competente. O verme da hipocrisia consumirá suas entranhas como fizeram com Herodes. Suas mazelas serão expostas à luz do dia e os mesmos que os elegeram hão de abominá-los e exorcizá-los da vida pública. Queira Deus…

E jamais se esqueçam de que de acordo com o livro de Apocalipse, entre os que ficarão de fora da nova civilização idealizada por Deus estarão os que praticam a mentira (Apocalipse 22:15).

Portanto, fora Temer.

9 comentários

  • Refinado

    Claro, porque Deus estava do lado de quem rouba e ainda coloca a culpa na esposa falecida.

  • PSDB

    A BESTA FALOU OU ESCREVEU.

  • PSDB

    NOTICIA EXTRAORDINÁRIA PARA OS DA DIREITA BRASILEIRA, PRINCIPALMENTE OS EMPRESÁRIOS E BANQUEIROS.

    Temer diz que governo estuda aumento da alíquota do IR, mas que ainda não há ‘nada decidido’
    ‘Há estudos, dos mais variados estudos’, disse em evento em São Paulo. Medidas precisam ser aprovadas pelo Congresso.
    O presidente Michel Temer (PMDB) afirmou nesta terça-feira (8) que há estudos sendo feitos para o aumento da alíquota do Imposto de Renda (IR), mas que não há nada definido. A equipe econômica quer aumentar a arrecadação – até junho, o déficit das contas do governo era de R$ 56,092 bilhões.
    “Há estudos, há dos mais variados estudos. São estudos que se fazem rotineiramente. A todo momento estão fazendo planejamento nos setores da economia, eles fazem esses estudos. São estudos que estão sendo feitos, mas nada decidido”, disse o presidente após cerimônia de abertura da Fenabrave em São Paulo.
    Parte da equipe econômica decidiu tirar da gaveta projetos de aumentos de impostos. As ações vão desde criar uma nova alíquota de Imposto de Renda para as pessoas físicas (que poderia chegar a 35%), passar a cobrar IR sobre lucros e dividendos e até rever desonerações. As medidas precisam ser aprovadas pelo Congresso por meio de projeto de lei e teriam efeito sobre as contas de 2018.
    De acordo com o jornal “O Globo”, há pouco fôlego do presidente para conseguir concretizar medidas impopulares como essa, e a que teria “maior potencial de arrecadação seria a instituição de uma tributação sobre lucros e dividendos, superando R$ 10 bilhões”.
    No mesmo evento, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), falou que “o Brasil não aguenta mais pagar impostos”. “O Brasil não aguenta mais a ineficiência do estado brasileiro. O Brasil precisa que todos nós, juntos, tenhamos a coragem de reconstruir todos os males que foram feitos nos últimos anos”, disse.
    Medidas que voltaram à mesa de discussão:
    Criação de uma nova alíquota de imposto de renda para pessoa física – que poderia variar de 30% a 35% para salários acima de R$ 20 mil
    Cobrança de Imposto sobre os Dividendos – os rendimentos de empresas que declaram sobre o lucro presumido
    Revisão de desonerações
    Regimes especiais, como o reintegra, que concentra os benefícios em um pequeno número de empresas.
    QUE DELICIA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK VIVA OS FASCISTA BRASILEIRO.

  • IVAN GELICO

    EU ACREDITO MUITO NOS EVANGELICOS, TUDO GENTE BOA

  • JJY

    Estes evangélicos deveriam se envergonhar. Jamais deveriam se enfileirar em partidos políticos. Jamais deveriam usar o nome de Deus em vão.
    Muitos dirão a mim naquele dia: ‘Senhor, Senhor! Não temos nós profetizado em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios? E, em teu nome, não realizamos muitos milagres?’ 23Então lhes declararei: Nunca os conheci. Afastai-vos da minha presença, vós que praticais o mal. Mateus 7:22 e 23

  • Estamos na politica, em nome de Jesus!

    Certamente, os evangelicos estão na politica assim como os catolicos estão! Todos sabem que temos a bancada de deputados evangelicos que defendem Sila Malafaia, Edir Macedo, Clodomiro, e outros
    Os direitos ganhar de ganhar dinheiro dos fieis (através de dizimos), de não pagar impostos, de proibir os casamento gay, etc. Tudo isso, em nome de Jesus.
    Existe a bancada evangelica assim como tem a bancada de politicos catolicos sendo que os evangelicos tem 2 partidos, varios canais de tv, de radio e elegeram já um prefeito (RJ) portanto devem crescer para eleger um governador sendo que a meta é eleger o presidente.
    Portanto eles apoiam quem eles quiserem pois são fortes!

  • O problema é que a Bíblia pode ser usada pra acusar ou defender qualquer questão,depende da intenção do pregador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *