A SURPREENDENTE DESCOBERTA DA PF SOBRE QUEM PAGOU O ADVOGADO DE ADÉLIO

Mas os bolsominions vão continuar acreditando que o Adélio não é maluco e que o PT é quem está pagando o advogado dele. Deu na coluna do Lauro Jardim, em O Globo:

Jair Bolsonaro não se conformou com a decisão da Justiça de absolver Adélio Bispo por considerá-lo inimputável. “Jogadinha de ser maluco”, chegou a dizer Bolsonaro sobre o veredicto.

Vai gostar menos ainda do que a PF tem a dizer sobre outra investigação, desta vez acerca de Zanone Júnior, o advogado do seu esfaqueador. Bolsonaro já disse mais de uma vez que o suposto mandante da facada estaria por trás do pagamento dos honorários do advogado.

Zanone sustentou desde o início que o dinheiro para defender Adélio lhe foi dado por “um religioso de Montes Claros (MG)”, que não queria aparecer. Só que a investigação da PF, em fase final, aponta para uma novidade: ninguém pagou pela defesa. O advogado resolveu assumir o caso de graça e inventou uma história.

A motivação foi a mesma que o levou a defender gratuitamente Bola, o ex-policial que se envolveu no caso do goleiro Bruno. Zanone queria faturar com os holofotes de um caso supermidiático.

3 comentários

  • Bolso e a facada que não entrou

    Certamente a mídia e nem Bolsonaro acusam o PT pela tentativa de assassinato de Bolso mas se os bolsominions acham que foi o PT porque lembram do assassinato dos ex prefeito de Campinas e Santo André.
    Esses fatos mancham a história do PT. Para sempre!

  • Thiago

    Acredito que realmente ele tenha graves transtornos mentais, afinal, um sujeito que grita “Lula Livre” já consegue o atestado de insanidade na mesma hora kkkkkkkkkkkkkk

  • Rapizodia

    É! Vivemos em um país polarizado mesmo! De um lado os insanos e do outro os débeis, e o mais engraçado (e tem quem ri), é que um deles se acham mais inteligentes que o outro. E o barco vai girando desgovernado com uma catarata logo a frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *