ALEXANDRE GARCIA SE RETRATA SOBRE MANSÃO DE LULA NO URUGUAI

alexandre_garcia

O urubólogo – como é de praxe quando se trata de Lula, Dilma e o PT – tratou de dar fumos de verdade a um boato espalhado pela IstoÉ e, no dia seguinte, se retratou. Pessoalmente, acho que a retratação não viria, se o caso envolvesse apenas Lula. Acontece que a reportagem da revista incluiu na encrenca o empresário Alexandre Grendene.

Gaúcho, como o xará urubólogo, Grendene é sócio de um poderoso grupo, que inclui, entre outras coisas, 12 fábricas de calçados, usina de álcool, etc. E a menos que o Lulinha os tenha superado, Grendene e seus sócios eram donos da maior fazenda de gado nelore do estado de São Paulo. 

Pois bem, o urubólogo se retratou do boato da IstoÉ, mas, de outro lado, já tratou de espalhar outra reportagem da revista sobre uma suposta ajuda da Odebrecht a Lula e Dilma, em dinheiro vivo. Curiosamente, o urubólogo ainda não falou um “a” sobre os R$ 23 milhões que teriam sido recebidos pelo José Serra da mesma Odebrecht.

Mas, vamos à matéria da Revista Fórum:

O jornalista e apresentador da TV Globo, Alexandre Garcia, ao comentar uma reportagem da Revista IstoÉ associou o ex-presidente Lula a uma mansão em Punta Del Este.

Garcia afirmou que a Operação Lava Jato estaria investigando Lula por, supostamente, ter recebido indevidamente o imóvel de presente do empresário Alexandre Grendene Bertelle, um dos donos da rede de industrias de calçados Grandene. O empresário seria dono de uma várias mansões em Punta Del Este.

Lula processou a IstoÉ pela calúnia e ao perceber que também seria processado, Garcia foi ao ar dizendo que um amigo e vizinho da suposta mansão dada a Lula por Grandene, alertou o colega que nunca vira Lula ou Grandene no local e que o imóvel não pertencia ao ex-presidente.

Na retratação, Garcia atribui seu erro a um boato.

“Como surgiu essa história? Quando fazem viagens em Punta, aquelas casa maravilhosas […] os guias, querendo se mostrar dizem ‘olha, aquela é a casa do Collor, aquela ali é do Eduardo Cunha, aquela ali é do Juscelino, a outra é a do Lula, que ganhou de fulano’. É, não tem nada a ver com isso”.

Ou seja, Garcia admite que quando é para incriminar Lula basta um boato espalhado por guias turísticos. Já sobre José Serra, cuja delação de Marcelo Odebrechet fala de um depósito de R$ 23 milhões numa conta na Suiça, nenhum comentário.

É provável que Garcia e seus colegas jornalistas globais estejam esperando a história se tornar boato.

22 comentários

  • Falem mal, mas falem dele

    Cardozinho
    É impressionante como você dá importância no que o jornalista da globo fala sobre Lula, Dilma e o PT.
    Não sabia que o Lula tem uma mansão, no Uruguai.
    Porém, como a mídia fala mal do Lula?
    Foi um presidente tão honesto…
    ..

    • Você não sabe de nada. O Lula tem mansões no Uruguay, na Bolívia, na Venezuela, no Guarujá, em Cuba, no Afeganistão, na Bósnia e em muitos outros lugares do planeta e até fora do planeta. Se você reparar bem na superlua de hoje, verá que lá num cantinho tem uma fazenda com milhares de bois. Dizem que é do Lulinha. E ouvi dizer, também, que o Lula tem um apartamento em Paris, vizinho do apartamento daquele professor que se aposentou aos 38 anos.

      • Falem mal, mas falem dele

        Cardozinho
        Acho normal um ex presidente ter patrimonio como mansões, sitios, triplex, etc em varios lugares pois o problema é, como foi adquirido esse patrimonio?
        Somos contra os politicos ladrões entretanto fica uma verdade : para defender Lula, o PT vai demorar muitos anos para recolher os cacos deixados por Lula, na Petrobras e no Mensalão. Se não quebrar junto.
        O lulopetismo deverá acabar, assim como : o quercismo, o malufismo, etc pois foram politicos que ficaram marcados pela fama de corruptos. Eles e o partido!
        Por uma questão de sobrevivencia, o PT vai ter que se refundar para não cair no ostracismo mas Lula não vai deixar.
        Ele vai ficar sozinho, no partido.

    • Suricato

      filho do cunha, filho do temer, do sarney, do jucá, do renan, do aécio. narizinho de palhaço e panela batendo na rua com camisa da cbf….gritando contra o pt mas a panela que bate na rua falta comida….trouxa. escolheram milhões de você para ocultar a verdadeira safadeza que tem no brasil.

    • Chanadu

      Kkkk este coxinha e um coxinha mesmo deve ser um somos todos cunha!!

  • João Paulo II

    Ė Cardosinho mais uma vez os coxinhas vão nos atacar falando que o Alexandre Garcia não falou isto pois é invenção do blog. Pode aguardar.kkkkkkkkk

  • OSCAR ALHO

    como que uma radio gasta um salario minimo por mes com um crapula desses?

  • "AMANTE DA JUSTIÇA"

    Podem falar , podem defender o PT , defender Lula , mas nada vai mudar , o estrago tá feito , e o povo tá pagando. A lambança no BNDES,fala por si : Porto de cuba , passadena , refinaria na Bolívia, refinaria Abreu e Lima , perdão das dívidas de países africanos presidido por DITADORES , ETC etc etc etc . É só ver o resultado das eleições municipais , acabou a era PT , Dificilmente vão se erguer , pra começar 90% dos chefes petistas tão morando em Curitiba .

  • Esse blog, deveria se chamar, LULA-DOR-SINHO, porque qualquer tipo de comentário contra esse lula, que acabou com o país e a corja do pt que roubou fortuna e deixou o país na ruina, O CAR QUE TEM DÔR SIM; quando fala mal do pt, briga e defende e ofende as pessoas que faz seus comentários democratico, num país com um monte de desempregado e um futuro incerto, deveria ser jornalista imparcial e não defender uma bandeira, e achar que ela está certa só pela sua propria opinião.

  • Segura Peão

    Cardosinho os coxinhas que frequentam o seu blog acreditam no Alexandre Garcia e ponto final. Não adianta o mentiroso safado pedir desculpas publicamente, pois o coxinha vai continuar acreditando na mentira que o falsário espalhou. Coxinha padece de uma doença incurável: burrice cronica.

  • João Paulo II

    Cardosinho infelizmente os coxinhas jamais vāo admitir que o PT melhorou e muito a vida dos mais pobres, hoje vc vai em um aeroporto os aviões estão cheios pois todos tem condições de compra uma passagem e viajar de avião na época do PSDB isto não acontecia eles não aceitam os mais pobres ter um carro uma casa, tudo bem que o PT errou e muito mas melhorou e muito a vida das classes mais baixas. E os ricos também ficaram mais ricos ainda

  • ACHA QUE O LULA TEM TUDO ISSO , É UM HOMEM DO POVO, QUASE UM DEUS, TÃO HUMILDE, QUE É UM PECADO FALAREM ALGO DE ERRADO SOBRE ELE, NEM ROUBOU TANTO, TO COM PENA DELE………TÃO SÓBRIO E INOCENTE KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Urtiga

    O “Engenheiro Rural” quer ser irônico mas não consegue. A gargalhada expõe a sua pegada paquiderme. É apenas mais um coxinha sem noção.

  • Antonio Carlos Pinto

    Esse Alexandre, foi serviçal da Ditadura. Ele é saudosista. Naqueles tempos a sujeira era proibida de noticiar. Agora pode-se falar de tudo, até inventar, mentir….. graças a Democracia que o Povo conquistou nas ruas, certamente esse tal Alexandre curtia os Gabinetes dos Generais e os demais vendilhões da pátria.

  • CARLÃO

    AMANTE DA JUSTIÇA –dê sua opinião: merece cadeia ou não?
    Michel Temer tem nome ligado a pelo menos 9 escândalos .
    Com ficha suja por ter sido condenado pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo por fazer doações de campanha acima do limite permitido por lei, Michel Temer enfim assume a presidência da república após o turbulento impeachment de Dilma Rousseff. Citado pelo menos duas vezes na Operação Lava Jato, já teve seu nome ligado a pelo menos 9 escândalos de corrupção.
    Confira a seguir uma lista com notícias que ligam Temer a diversos escândalos e processos ao longo de sua vida pública.
    Justiceiro o que me diz:-
    1 – Ficha Suja
    Michel Temer assume a Presidência como ficha-suja?
    http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2016/05/12/michel-temer-assume-a-presidencia-como-ficha-suja-entenda.htm
    2- Lava Jato
    Empreiteiro compromete Michel Temer em delação premiada, diz revista
    http://www.folhavitoria.com.br/politica/noticia/2016/04/empreiteiro-compromete-michel-temer-em-delacao-premiada-diz-revista.html
    Michel Temer já foi citado por dois delatores na Lava Jato
    http://www.agora.uol.com.br/brasil/2016/04/1762592-michel-temer-ja-foi-citado-por-dois-delatores-na-lava-jato.shtml
    3 – Escândalo do propinoduto / Operação Castelo de Areia
    Michel Temer aparece em lista secreta da Camargo Corrêa
    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,michel-temer-aparece-em-lista-secreta-de-empreiteira,475669
    Em planilhas apreendidas pela Polícia Federal na casa de um executivo da Camargo Corrêa, Temer é citado 21 vezes entre 1996 e 1998, quando era deputado pelo PMDB, ao lado de quantias que somam US$ 345 mil.
    4 – Operação Catilinárias
    Em mensagem, Cunha cita repasse de R$ 5 milhões a Michel Temer
    http://m.folha.uol.com.br/poder/2015/12/1721131-em-mensagem-cunha-cita-repasse-de-r-5-milhoes-a-michel-temer.shtml
    5 – Escândalo das Propinas no Porto de Santos
    Escândalo no Porto de Santos: a verdade é que por detrás da Libra está a Odebrecht
    https://br.noticias.yahoo.com/blogs/claudio-tognolli/esc%C3%A2ndalo-no-porto-de-santos-a-verdade-%C3%A9-que-por-115926762.html
    6 – Escândalo do etanol da BR distribuidora
    Michel Temer e o ‘escândalo’ da aquisição de etanol na BR Distribuidora
    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/anexo-16-michel-temer-e-o-escandalo-da-aquisicao-de-etanol-na-br-distribuidora/
    7 – Operação Caixa de Pandora / Mensalão do DEM
    Caixa de Pandora
    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz0412200901.htm
    Michel Temer, VICE de DILMA, envolvido com mensalão de Arruda.
    https://www.youtube.com/watch?v=GUK8xztd9oY
    8 – Passagens para “familiares e terceiros”
    Michel Temer (PMDB-SP), presidente da Câmara, também usou passagens para “familiares e terceiros”
    http://noticias.uol.com.br/escandalos-congresso/michel-temer.jhtm
    9 – Escândalo dos Super Salários
    José Sarney (PMDB-AP) e Michel Temer (PMDB-SP) mantém supersalários
    http://noticias.uol.com.br/politica/escandalos-no-congresso/jose-sarney-pmdb-ap-e-michel-temer-pmdb-sp-mantem-supersalarios.htm

  • CARLÃO

    AMANTE DA JUSTIÇA–o que se deveria fazer já que fosse é o homem da Justiça, com esse traficante e viciado em cocaína? Mas por favor diga com honestidade. Seria Cadeia?
    1 – Escândalo da Petrobrás: valor ainda não contabilizado
    O candidato do PSDB à presidência da República, Aécio Neves, adora criticar a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, pelo suposto envolvimento de petistas no escândalo da Petrobrás. As investigações, entretanto, apontam também para o possível envolvimento de lideranças tucanas. Em depoimento, o ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, afirmou ter pago propina ao ex-presidente do PSDB, Sérgio Guerra, que morreu este ano, para ele ajudar a esvaziar uma CPI criada em 2009 para investigar a Petrobrás.
    2 – Desvio das verbas da saúde mineira: R$ 7,6 bilhões
    Na última terça (14), no debate da Band, a presidenta Dilma acusou Aécio Neves de desviar R$7,6 bilhões da saúde quando foi governador de MG. O tucano disse que ela estava mentindo e, então, Dilma convidou os eleitores a acessarem o site do Tribunal de Constas do Estado (TCE). Naquela noite, o site saiu do ar, segundo o TCE devido à grande quantidade de acessos. Nesta quarta (15), o site voltou, mas os documentos citados por Dilma desapareceram por cerca de 4 horas, até a imprensa denunciar a manobra. A presidenta do TCE, Adriane Andrade, foi indicada por Aécio e é casada com Clésio Andrade (PMDB), seu vice-governador no primeiro mandato.
    3 – Aecioporto de Cláudio: R$ 14 milhões
    Quando era governador de Minas Gerais (2003-2010), Aécio construiu cinco aeroportos em municípios pequenos, todos eles nas proximidades das terras de sua família. O caso mais escandaloso foi o de Cláudio, com cerca de 30 mil habitantes e que já fica próximo a outro aeroporto (o de Divinópolis, há apenas 50 Km). A pista, que foi construída a 6 Km da fazenda do presidenciável, fica nas terras do tio-avô de Aécio, desapropriadas e pagas com dinheiro público. Quem cuida das chaves do portão são os primos de Aécio. Custou R$ 14 milhões aos cofres mineiros.
    4 – Relações com Yusseff : R$ 4,3 milhões
    O doleiro Alberto Yousseff ficou conhecido nacionalmente devido ao seu envolvimento no escândalo da Petrobrás. Mas a Polícia Federal também investiga os serviços prestados palas empresas de fachada do doleiro para uma outra estatal, a mineira Cemig, controlada há anos pelo PSDB de Aécio Neves, principal líder do partido no Estado. As suspeitas é que a Cemig tenha sido usada para engrossar o caixa do grupo, através da parceria com a empresa Investminas, uma sociedade de propósito específico, criada para construir e operar pequenas hidrelétricas, cuja única operação comercial foi uma parceria firmada com a Cemig. Vendida à Light, a participação na sociedade rendeu à Investminas, em poucos meses, R$ 26,586 milhões, um ágil surpreendente de 157%. Três semanas depois, R$ 4,3 milhões foram depositados pela Investminas na conta MO Consultoria, empresa de fachada usada por Yousseff. As suspeitas é que tenham sido destinados a pagar os agentes públicos envolvidos na operação. O caso ainda está sob investigação.
    5 – Favorecimento aos veículos da Família Neves: valor não contabilizado
    Nem Aécio Neves e nem o governo de MG divulgam qual a fatia da publicidade oficial do estado foi parar nos meios de comunicação da família do presidenciável, de 2003 até agora. E a falta de transparência, claro, gera suspeitas. A família Neves controla a Rádio Arco Íris, retransmissora da Jovem Pan em Belo Horizonte, e as rádios São João e Colonial, de São João del Rei, além do semanário Gazeta de São João del Rei. Aécio é sócio da Arco Íris com a mãe e irmã mais velha, Andrea que, quando ele foi governador, era coordenadora voluntária do grupo de assessoramento do governo que tinha como atribuição estabelecer as políticas de comunicação do governo e aprovar os gastos em publicidade.
    6 -Nepotismo em Minas
    Aécio diz que é a favor da meritocracia, mas, além de receber pelo gabinete do pai, em Brasília, quando morava no Leblon, de 1980 a 1983, não deixou de empregar parentes quando governou Minas. A lista é longa. Oswaldo Borges da Costa Filho, genro do padrasto do governador, foi presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico e Minas Gerais. Fernando Quinto Rocha Tolentino, primo, assessor do diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagem (DER/MG). Guilherme Horta, outro primo, assessor especial do governador. Tânia Guimarães Campos, prima, secretária de agenda do governador. Frederico Pacheco de Medeiros, primo, era secretário-adjunto de estado de Governo. Ana Guimarães Campos e Júnia Guimarães Campos, primas, servidoras do Servas. Tancredo Augusto Tolentino Neves, tio, diretor da área de apoio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). Andréia Neves da Cunha, irmã, diretora-presidente do Serviço de Assistência Social de Minas Gerais (Servas). Segundo Aécio, o trabalho da irmã era voluntário.
    7 – Mensalão tucano: pelo menos R$ 4,4 milhões
    Trata-se do esquema de desvio de verbas de empresas públicas armado em Minas Gerais, em 1998, para favorecer a reeleição do então governador tucano Eduardo Azeredo. Além dos políticos tucanos, os acusados são os mesmos responsabilizados pelo chamado “mensalão petista”: o publicitário Marcos Valério e os diretores do Banco Rural. Entretanto, embora tenha acontecido antes, o esquema tucano ainda não foi julgado. E mais, não o será pelo STF,
    mas pela justiça comum. O processo está engavetado há tanto tempo que vários envolvidos já se beneficiaram pela prescrição. Pela denúncia feita pelo Ministério Público, foram desviados pelo menos R$ 4,4 milhões. Mas os valores são discutíveis: como as operações de algumas empresas públicas, como a Cemig, ficaram de fora da denúncia, há quem defenda que possa ser bem maior.
    8 – Mensalão tucano II: R$ 300
    As conexões dos tucanos com o esquema de Marcos Valério são profundas. O candidato derrotado ao governo de Minas Gerais pelo PSDB nas eleições deste ano, Pimenta da
    Veiga, é alvo de um inquérito da Polícia Federal que investiga porque ele recebeu, em 2003, um total de R$ 300 mil de agências de publicidade de Marcos Valério.
    9 – Máfia do Cachoeira: valor não contabilizado
    Em 2012, o Congresso instalou uma CPI para investigar as relações entre a máfia do bicheiro Carlinhos Cachoeira com agentes públicos e privados. Entre os públicos, estavam o ex-senador Demóstenes Torres (à época filiado ao DEM), o então governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) e o então procurador-geral da República, Roberto Gurgel, acusado de prevaricar ao descontinuar as investigações da Polícia Federal. Entre os agentes privados, destacaram-se veículos de imprensa, como a revista Veja, e empreiteiras, como a construtora Delta. Em função da pressão política dentro do parlamento, para aprovar seu relatório final, o deputado Odair Cunha (PT-MG) teve que retirar os pedidos de indiciamento de jornalistas e do ex-procurador geral. O mandado de Demóstenes no Senado foi cassado, mas, por decisão do ministro do STF, Gilmar Mendes, o mais afinado com o ideário tucano, ele teve o direito de reassumir sua vaga de promotor em Goiás.
    10 – Cartel dos metrôs de SP e DF: pelo menos R$ 425 milhões
    O escândalo vem de longa data, mas até agora nenhum político foi punido. Envolvem dois casos diferentes, mas com relações entre si: o Casol Alston, a multinacional francesa que teria subornado políticos ligados ao governo Alckmin para ganhar o contrato da expansão do metrô de SP, e o Caso Simiens, a empresa que admitiu ter formado cartel com outras 13 para fraudar as licitações do metrô de SP e do DF. A Simens entregou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) uma série de documentos que comprovam que o governo tucano tinha conhecimento da formação do cartel. Reportagem da Istoé estimou em R$ 425 milhões de reais os prejuízos para os cofres públicos. No Caso Alston, a PF indiciou, por corrupção passiva, o vereador Andrea Matarazzo (PSDB), ex-ministro do governo FHC.
    11 – Privataria tucana: R$ 124 bilhões
    Registradas e documentadas no livro “A Privataria Tucana”, de Amaury Ribeiro Junior, as denúncias revelam os descaminhos do dinheiro público desviado pelos tucanos na era das privatizações, instaurada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e seu então ministro da Fazenda, José Serra. Resultado de 12 anos de investigação do ex-jornalista da Isto É e de O Globo, o livro irritou o ninho tucano. Serra o classificou como “lixo”. FHC, como “infâmia”. Aécio Neves, como “literatura menor”. Pelos cálculos do deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP), delegado da Polícia Federal que atuou no caso, o montante desviado dos cofres públicos pelos tucanos para paraísos fiscais chega a R$ 124 bilhões.
    Sobre o chefe da quadrilha:–Temer e Aécio Cheira Cheira tem muito mais, estes são alguns exemplos.
    O que o STF, Juiz Moro, MPF PF deveria fazer? Por que não prende? Eu respondo foram comprados pela quadrilha composta pelo políticos do PSDB–PMDB–DEM e outros partidos nanicos.

  • CARLÃO

    AMANTE DA JUSTIÇA–já que sua senhoria com toda intelectualidade, acha que sempre deve prevalecer a justiça, coisa que eu concordo, me responda, o que devemos fazer com esse corrupto FDP:–
    ODEBRECHT ABATE SERRA: CAIXA DOIS DE R$ 23 MI E CORRUPÇÃO INTERNACIONAL.
    Além do pedido de ajuda feito por Michel Temer em pleno Jaburu, que resultou num caixa dois de R$ 10 milhões em dinheiro vivo para o PMDB, a Odebrecht também delatou o chanceler interino José Serra; de acordo com o depoimento de Marcelo Odebrecht, ele recebeu R$ 23 milhões, via caixa dois, em sua campanha presidencial de 2010; parte dos recursos, que, corrigidos pela inflação, hoje equivaleriam a R$ 34,5 milhões, foi paga no exterior, o que, em tese, poderia levar à cassação do registro do PSDB; Odebrecht também apontou corrupção no Rodoanel e supostos intermediários de Serra na arrecadação de propinas; o chanceler interino nega irregularidades
    Estamos esperando as respostas e preste atenção isso tudo, foi delação premiada e não convicção.

  • CARLÃO

    AMANTE DA JUSTIÇA–mais uma vez deu para perceber em seu texto que Vossa senhoria é um conhecedor da politica, da economia,do social, da educação e das corrupções existente no Brasil. Por este motivo gostaria de mais uma vez lhe perguntar, o que a justiça brasileira deveria fazer com estes elementos, abaixo relacionados? Mas não são do PT.
    A Polícia Federal encontrou planilhas que mostram doações feitas pela Odebrecht a mais de 200 políticos de 24 partidos.
    Os documentos foram apreendidos na residência do presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Barbosa da Silva Junior, que foi preso temporariamente na 23ª fase da Operação Lava Jato e liberado posteriormente pela Justiça.
    Políticos cujos nomes aparecem nas planilhas negam ter cometido irregularidades.
    Depois de as planilhas terem sido divulgadas na imprensa, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância, determinou o sigilo sobre os documentos, pois estão políticos do PSDB, PMDB, DEM ou seja a verdadeira quadrilha.
    De acordo com as tabelas, os repasses foram feitos pela empreiteira para as campanhas municipais de 2012 e para as eleições de 2010 e de 2014. As planilhas foram apreendidas pela PF durante a 23ª fase da Operação Lava Jato, que teve como alvo principal o marqueteiro João Santana, que trabalhou em diversas campanhas do PT.
    Não é possível, porém, afirmar que se tratam de doações legais de campanha ou feitas por meio de caixa 2, já que os documentos não detalham se os valores, de fato, foram repassados e se foram pagos em forma de doação oficial.
    Nas tabelas que relacionam o nome de políticos, os valores repassados ultrapassariam os R$ 55 milhões.
    Planilha apreendida com presidente da Odebrecht Infraestrutura mostra doações a partidos políticos nas eleições de 2012 .
    Em depoimento à Polícia Federal, o presidente da Odebrecht Infraestrutura explicou que as doações da empreiteira nunca eram destinadas a políticos, mas sempre para os partidos “de modo a evitar pressões e constrangimentos de candidatos”. No depoimento, Benedicto Barbosa nega ter repassado vantagens ilícitas a políticos.
    Na lista, estão políticos de diversos partidos, tanto da base aliada ao governo federal quanto de oposição. Entre os políticos citados estão o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), morto durante a campanha presidencial de 2014.
    Também são citados como destinatários de doações da empreiteira o senador José Serra (PSDB-SP), o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, os governadores tucanos Beto Richa (Paraná) e Geraldo Alckmin (São Paulo).
    Então meu caro o que fazer para colocar esse país na linha? Tem alguma ideia?

  • CARLÃO

    AMANTE DA JUSTIÇA–para finalizar quero lhe informar que o PT eu não defendo muito não, mas Lula e Dilma sim e, isso tudo vai mudar sim a partir de 2018 com Lula novamente presidente ( e esse é vosso medo, teu e da direita fascista e golpista brasileira ), realmente o estrago esta feito, mas aconteceu no governo de 8 meses do corrupto Temer.. Seu inteligente e economista politico no BNDES não tem lambança O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) teve prejuízo líquido de R$ 2,174 bilhões no primeiro semestre, ante lucro de R$ 3,515 bilhões em igual período de 2015, afetado, principalmente, por maiores despesas com provisões (que cobrem possíveis calotes). Esse é o primeiro prejuízo da instituição desde o primeiro semestre de 2003, quando as perdas chegaram a R$ 2,4 bilhões. Tais despesas alcançaram R$ 9,588 bilhões no primeiro semestre, frente R$ 1,635 bilhão um ano antes. “O aumento das despesas com provisões foi provocado, em grande parte, pela revisão do rating de empresas da carteira do BNDES e pelo impairment de investimentos da carteira de participações societárias em empresas não coligadas”, afirmou o banco em comunicado.
    De acordo com o BNDES, a despesa com provisão para risco de crédito atingiu R$ 4,438 bilhões no primeiro semestre do ano, contra R$ 480 milhões no mesmo período de 2015 e R$ 988 milhões no segundo semestre do ano passado, “refletindo o cenário econômico brasileiro desfavorável nos primeiros seis meses deste ano”.
    O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fechou o primeiro trimestre com lucro líquido de R$ 1,598 bilhão no primeiro trimestre de 2016, resultado em linha com o do primeiro trimestre de 2015, quando o ganho foi de R$ 1,585 bilhão. Segundo o banco, o principal fator positivo foi o aumento do resultado bruto de intermediação.
    Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.valor.com.br/financas/4562949/bndes-fecha-primeiro-trimestre-com-lucro-estável-de–16-bilhão.
    Agora meu amigo intelectual como és um economista de alto valor leia bem e pela sua conclusão mostre-me onde o BNDES deu prejuízo em 2016? Ou se deu lucro? Mas só para nível de informação o lucro do BNDES em 2015 foi de 7,199 Bilhões e de 2016 quanto foi? Tens falta de conhecimento, leitura, entendimento, falta de estudo, falta de maturidade, falta de pesquisa e por isso só escreve asneiras, ou o que mandam sua pessoa escrever.
    Quanto o Porto de Muriel em Cuba, pude notar também seu alto QI e Grau de conhecimento, mas vamos lá:-O investimento no Porto de Mariel amplia o alcance do comércio e a área de influência do Brasil.
    Causou certa indignação em determinados setores da sociedade brasileira ( principalmente a direita fascista golpista brasileira ), a inauguração do porto de Mariel, em Cuba. O espanto se deu por que a obra foi erguida graças a um financiamento do BNDES, que data ainda do governo Lula. Atribui-se o investimento a uma aliança ideológica entre os governos petistas e a família Castro, responsável pela ditadura na ilha. É um equívoco ver o empréstimo desta forma. Trata-se de um ato pragmático do Brasil.
    O porto de Mariel é um colosso. Ele é considerado tão sofisticado quanto os maiores terminais do Caribe, os de Kingston (Jamaica) e de Freeport (Bahamas), e terá capacidade para receber navios de carga do tipo Post-Panamax, que vão transitar pelo Canal do Panamá quando a ampliação deste estiver completa, no ano que vem. A obra, erguida pela Odebrecht em parceria com a cubana Quality, custou 957 milhões de dólares, sendo 682 milhões de dólares financiados pelo BNDES. Em contrapartida, 802 milhões de dólares investidos na obra foram gastos no Brasil, na compra de bens e serviços comprovadamente brasileiros. Pelos cálculos da Odebrecht, este valor gerou 156 mil empregos diretos, indiretos e induzidos no País. ( Inteligente deu parta notar o que este empréstimo gerou para o Brasil ).Ou seja tudo que foi gasto na obra foi comprado no Brasil, gerou 156 mil empregos diretos e indiretos e induzidos no País.
    A obra “se pagou”, mas o interesse do Brasil vai além disso. Há quatro aspectos importantes a serem analisados O Brasil tornou-se parceiro econômico de primeira ordem” de Cuba. As exportações brasileiras para a ilha quadruplicaram na última década, chegando a 450 milhões de dólares, alçando o Brasil ao terceiro lugar na lista de parceiros da ilha (atrás de Venezuela e China). A tendência é de alta se a população de Cuba (de 11 milhões de pessoas), hoje não mais alijada da economia internacional, for considerada um mercado em potencial para empresas brasileiras.
    Esse mercado só será efetivado, entretanto, se a economia cubana deixar de funcionar em seu modo rudimentar atual, o modelo econômico de Cuba precisa “de uma remodelada.
    Aqui entra o terceiro ponto, a localização de Mariel. O porto está a menos de 150 quilômetros do maior mercado do mundo, o dos Estados Unidos. Ainda está em vigor o embargo norte-americano a Cuba, mas ele é insustentável a longo prazo. “O embargo não vai durar para sempre e, quando cair, Cuba será estratégica para as companhias brasileiras por conta de sua posição geográfica.Tendo em conta que a população cubana ainda consistirá em mão de obra barata para as empresas ali instaladas, fica completo o potencial comercial de Mariel.
    Há ainda um quarto ponto. Ao transformar Cuba em parceira importante, o Brasil amplia sua área de influência nas Américas em um ponto no qual os Estados Unidos não têm entrada. A administração Barack Obama é favorável ao fim do embargo, como deixou claro ( e foi feito ), o presidente dos EUA em novembro passado, quando pediu uma “atualização” no relacionamento com Cuba. No vácuo dos EUA, cresce a influência brasileira.
    Grande parte das críticas ao relacionamento entre Brasília e Cuba ataca o governo brasileiro por se relacionar com uma ditadura que não respeita direitos humanos. Tal crítica tem menos análise de política externa do que ranço ideológico, como prova o silêncio quando em destaque estão as relações comerciais do Brasil com a China, por exemplo. Não há, infelizmente, notícia de um Estado que paute suas relações exteriores pela questão de direitos humanos. Se a regra fosse essa, possivelmente o mundo não seria a lástima que é.
    Soma-se a isso o fato de que manter boas relações com Cuba é uma prática do Estado brasileiro, não do governo atual. As relações Brasília-Havana foram reatadas em 1985 e têm melhorado desde então. Em 1992, no governo Fernando Collor, houve uma tentativa de trocar votos em eleições para postos em organizações internacionais. A prática, como a Folha de S.Paulo mostrou em 2011, continuou no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), sob o qual o Brasil também fechou parcerias e intercâmbios com Cuba.
    Só para lembrar meu caro intelectual e Doutor em economia, FHC em seu governo, emprestou 107,5 Milhões de Dólares para um Projeto da Linha IV do Metrô de Caracas ( VENEZUELA ), e o investimento total foi de 183 Milhões de Dólares e para Cuba ( PRESTE ATENÇÃO INTELECTUAL), para Cuba 28 Milhões de Dólares E e Uruguai e Argentina 68 Milhões de Dólares: FHC pode e Lula e Dilma não? Qual a diferença ?Me explica caro Doutor em economia?
    Sempre lembrando a você que o Brasil Exporta mais para todos esses países ( sabe o que é exportar) e, Importar muito menos, ( sabe o que é importar ), só para citar um exemplo em 2015,a corrente de comércio entre os dois países foi de 3,7 Bilhões de Dólares–registrando um saldo para o Brasil de 2,3 Bilhões de Dólares.
    Expert em economia, em politica, em exportação, em importação, em déficit comercial, em superavit comercial, em politica interna e externa, em câmbio, em alta do dólar e baixa eu acho que deu para seu entendimento e sobre Pasadena ( se escreve com um s e não dois), governos Africanos, Refinarias da Bolivia e Abreu de Lima, não estou tendo mais saco para ensinar indivíduos que, sofreram lavagem celebral, que são partidaristas, inocentes, incompetentes, fascistas, capitalista, golpista e só pensam em suas causas, deixando as das camadas mais inferiores sempre do lado, pagando o pato do que a direita esta fazendo do pais, como exemplo só dando aumento de 42% a todos os funcionários do Poder Judiciário, o mais corrupto do Brasil e aumentando nossa divida externa em 96 Bilhões, incluindo é claro os 4 Jantares e os cargos, para que o líder da quadrilha continue no poder.
    Muita Burrice. Boa Tarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *