APÓS PROTESTOS, ELEIÇÃO DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS É CANCELADA

O ex-vereador Macetão  reproduziu em seu blog, a notícia do dia sobre o impoluto  deputado  Marco Feliciano(PSC), pastor da Igreja Assembleia de Deus.  Feliciano esteve em Jales há duas ou três semanas e aparece com a nossa prefeita, na foto ao lado, em momento “olhos nos olhos”. Ele é acusado de não gostar de gays e negros. Vamos a um naco da notícia:

Protestos e discursos contra a indicação do deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) para o comando da Comissão de Direitos Humanos da Câmara levaram ao cancelamento da reunião desta quarta-feira (6) que elegeria o novo presidente do colegiado. A sessão teve início em meio a palavras de ordem gritadas por manifestantes que ocuparam o plenário da comissão.

Diante do impasse, o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), convocou uma nova sessão para esta quinta-feira (7), na tentativa de concluir a escolha do presidente do colegiado.

Pastor da igreja Assembleia de Deus, o deputado causou polêmica em 2011, quando fez declarações polêmicas em sua conta no microblog Twitter sobre africanos e homossexuais.

“Sobre o continente africano repousa a maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá: ebola, Aids, fome… Etc”, escreveu o deputado na ocasião.

Ele também havia publicado na rede social que “a podridão dos sentimentos dos homoafetivos leva ao ódio, ao crime e à rejeição”.

 A notícia, por inteiro, pode ser lida no blog do Macetão. 

7 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *