AS “NOVIDADES” DO ÚLTIMO DIA PARA TROCA DE PARTIDO

Até onde eu sei, o super-secretário José Shimomura ainda não conseguiu um novo ninho, depois de – não se sabe por que – deixar o PT. Por outro lado, comenta-se que o locutor Carlos Augusto Talarico, o Maninho, e a servidora municipal Neusa Talarico, recém-nomeada para um cargo de chefia na Secretaria de Saúde, estariam sendo “convidados” a assinar a ficha de filiação do PT. Da mesma forma como foi “convidado” o Maurinho Enfermeiro, que gostaria de segurar seu emprego no Consirj.

Ontem, no escritório político da deputada Analice Fernandes(PSDB), na Rua Dois, fizeram festa para receber o vice-prefeito Clóvis Viola, que está deixando o PPS. Boatos dão conta de que o médico Paulo Mariane, que foi candidato a deputado estadual pelo PSB, também estaria indo para o PSDB. O DEM, do pré-candidato Flávio Prandi, e seus prováveis aliados, PV, PSB e PCdoB, também não estão parados, mas não estou autorizado a divulgar suas mais recentes filiações.

Rivelino Rodrigues, já se sabe, deixou mesmo o PPS e deve migrar para o PMDB. E, se Rivelino e Clóvis estão saindo do PPS, a vereadora Tatinha está chegando. Ontem à tarde, o próprio Clóvis incumbiu-se de colher a assinatura da vereadora na ficha de filiação do partido que ele está deixando. Aliás, diga-se que Clóvis está saindo mas deixa por lá o cunhado Alexandre Rensi e o filho Valentim Viola Neto.

Nos bastidores, comenta-se que o ex-vereador Francisco Gerez Garcia, o Paco, presidente do PP local, teria conseguido cerca de 40 novas filiações. No PTB, da Nice Mistilides, e no PDT, do Claudir Aranda, tudo transcorre sem grandes novidades. E o vereador Macetão, como já era de se esperar, está se filiando ao recém criado PSD, do prefeito Kassab.

Em Tempo: Júnior Rodrigues, sobrinho do Riva e possível candidato a vereador, também se filiou ao PMDB. E, segundo o João Missoni Filho, até ontem, pelo menos dezoito pessoas haviam se filiado ao partido,  espontaneamente, através da internet.   

8 comentários

  • analista político

    Talvez a grande surpresa tenha sido a saída do Clóvis do PPS. Para quem almeja a prefeitura, talvez ficar no PPS fosse a melhor opção. Teria legenda garantida. Já no PSDB, vai ter que disputar com outros nomes, e ainda correr o risco de ficar de fora, caso o PSDB decida sair de vice do Flá. Falando no Flá, o poderio que ele criou com os apoios do PV, PSB e PC do B é considerável. Sem falar que a chapa de vereadores do Democratas é pesadíssima e deverá fazer de dois a três vereadores. O PP é partido de negociação. Na hora H vai apoiar quem estiver melhor nas pesquisas e lançar dois ou três vereadores. A Tatinha fez uma boa escolha. Sinceramente, eu achei que ela fosse se filiar ao PSB do Juliano Matos ou PV do Paulinho Paraná, mas fui supreendido com a notícia que sua nova casa será o PPS. Sem grupo, Nice e o PTB são os que não saíram do Zero. Também o PDT do Claudir Aranda, não trouxe ninguém e ainda perdeu pessoas de peso. Mas ainda não acabou. Lideranças aproveitarão o dia de hoje para tentar fazer as últimas negociações e tudo leva a crer que alguma novidade deverá acontecer ainda hoje.

  • Anônimo

    E a infidelidade partidária? Onde fica?

  • Camarada Martini

    Já na opinião quem se saiu melhor foi Clovis.

    Caso ele assumir a prefeitura que não esta

    descartado, ele vai ser candidato oficial do

    PSDB e com maquina na mão.

    Como PMDB só fica do lado do poder e dos cargos

    vai apoia-lo.

    Nesta, esqueça meu amigo Garça e Pedro Callado,

    só lhes restam torcer para Parini terminar o

    mandato.

    Na minha opinião também se saiu bem TATINHA,

    esta com espaço com Nice, Fla e Clovis, e também

    forte candidata a vice.

    E o grande perdedor nesta historia PT, essa é

    minha opinião.

  • PTralha

    Até hoje não entendi porque o Juliano Matos desfiliou-se do PSOl, sendo que era presidente do Partido e havia sido canditado a Dep. Federal inclusive com uma expressiva votação.
    Não faz sentido!
    Explica para a gente ai Juliano!

  • zÉ DAS cOVES

    Ficou bom para o Clóvis porque o Doutor Pedro não é nem nunca vai ser candidato e se o Clóvis se coligar com o Flá, a parada tá ganha. Só falta saber mais uma vez quem sai de vice e quem sai na cabeça. Sem esquecer que o PMDB vai querer garantir sua boquinha nesse grupo. quanto ao Riva, bem típico dele ir para um partido fisiologista como o PMDB. É a cara dele. Mas me responsam uma coisa: a justificativa do Cl[ovis era que o PPS tinha o Riva como candidato, mas se o Riva saiu, não limpou a área pra ele?Sem o rivelino, o PPS passou a ser propriedade do Clóvis. Por que ele saiu?

  • Juliano Matos

    O projeto para 2012 não teria viabilidade no PSOL. É um ótimo partido, com pessoas brilhantes, mas no momento e a conjuntura que estavamos formando, seria totalmente inviável no PSOL. E claro, o convite no PSB contou bastante. abraços!

  • Só se o clóvis viola ser o vice do FLÁ, se ele sair de candidato a prefeito vai ser muito dificil para ele..

  • Ninguém tira essa do FLÁ, eu voto nele seja lá quem for vice…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *