ASSESSORES DE CARLOS BOLSONARO RECEBERAM MAIS DE R$ 3 MILHÕES EM BÔNUS

Uma das assessoras recebeu quase R$ 700 mil e continua morando em uma favela. Tá na cara que esse dinheiro não foi para o bolso dela. A notícia é da revista Veja:

vereador Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, distribuiu generosas gratificações a assessores suspeitos de participar de esquema de “rachadinhas” ou de serem funcionários fantasmas, de acordo com uma reportagem publicada nesta sexta-feira (30) pela revista Veja.

Um inquérito conduzido pelo MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) apura desde 2019 a contratação de supostos funcionários fantasmas no gabinete de Carlos na Câmara do Rio, onde é vereador desde 2000.

Dados obtidos pela revista Veja via LAI (Lei de Acesso a Informação) indicam que o gabinete de Carlos pagou R$ 3,035 milhões em gratificações que podiam chegar a até 80% da renda mensal de cada um dos assessores.

Chamadas de “encargos DAS”, os bônus são concedidos aos servidores escolhidos pelo parlamentar para realizarem alguma tarefa adicional, como sentar-se à cadeira de uma comissão da Câmara, por exemplo. Não é necessária nenhuma justificativa ou prova de capacidade técnica, nem tampouco há controle de presença nas reuniões.

A concessão de gratificações não constitui irregularidade e está prevista no regimento da Câmara. Contudo, o ilícito ocorre se o funcionário recebe o bônus sem realizar as atribuições que justificariam o adicional. 

De acordo com levantamento da Veja, a assessora que mais recebeu gratificações foi beneficiada com a quantia de R$ 673.670. Ela esteve lotada no gabinete de Carlos por mais de onze anos e fez parte do grupo de nove assessores exonerados em dezembro de 2018, após a eleição de Bolsonaro para presidente.

Apesar da quantia que recebia, a assessora morava, até pouco tempo atrás, em uma casa de tijolo aparente e que dividia espaço com uma oficina mecânica, em uma favela em Cordovil, na Zona Norte do Rio.

Procurado pela revista Veja, o vereador Carlos Bolsonaro não quis responder.

5 comentários

  • Sérgio

    A rachadinha correu solta. E ainda existe quem não acredita.

  • Essa é a nossa imprensa

    SE O PROBLEMA VEM DESDE OS IDOS DO ANO DE 2000, PORQUE SO AGORA NO ANO DE 2020, APÓS 20 ANOS A CITADA REVISTA SE PREOCUPA COM O CITADO VEREADOR, CLARO, SO PORQUE É FILHO DO PRESIDENTE.
    A FAMÍLIA “SARNEY” GOVERNA O SEU ESTADO POR DÉCADAS, LÁ ESTA TUDO CERTO, OK ?.
    DA MESMA FORMA A FAMÍLIA “GOMES”, EM SEU ESTADO, E ASSIM SUCESSIVAMENTE, CADA ESTADO TEM UMA FAMÍLIA “DOMINADORA”, E TODOS NÓS SABEMOS QUE NÃO DÁ EM “NADA”, NUNCA DEU….
    TEMOS CASO AQUI EM NOSSA PEQUENA JALES, PESSOAS QUE SUGAM O HOJE MDB À DÉCADAS, DESDE OS TEMPOS DO SAUDOSO SENHOR OSCAR ALMEIDA RAYEL, TAMBÉM SAUDOSO SENHOR ORESTES QUÉRCIA, E SE FORMOS AQUI ENUMERAR PERDEREMOS ATÉ O FERIADO, TIVEMOS EM JALES POR VÁRIOS ANOS UM TIMAÇO DE BASQUETE (FOMOS SEIS VEZES VICE CAMPEÕES BRASILEIROS, SEMPRE PERDENDO PARA O TIME DE SANTA CRUZ DO SUL), E QUEM BANCAVA AQUILO TUDO ?, PORQUE ERA MUITO DINHEIRO INVESTIDO, ENTÃO SENHORES ESSE TIPO DE COISA, QUE ALIÁS É UMA PENA, SEMPRE EXISTIU, E SEMPRE EXISTIRA.
    É, PARA ENCERRAR, FAÇAM A CONTA EM VALORES, EM 20 ANOS QUANTO A NOSSA CÂMARA MUNICIPAL GASTOU COM OS NOSSOS VEREADORES.
    TEMOS PROBLEMAS DENTRO DA NOSSA CIDADE, E FICAR NOS PREOCUPANDO COM VEREADOR NO RIO DE JANEIRO, SÓ MESMO O NOBRE APRENDIZ……..

    • Rapizodia

      O problema é que o tal vereador interfere e causa problemas nacionais através da sua influência sobre o pai que nada mais é do que o Presidente da República, só isso!

      • Essa é a nossa imprensa

        ME DESCULPE, NÃO ME CONVENCEU, SEMPRE ATENTO AOS SEUS POST, MÁS, ESTE FOI TALVEZ INFELIZ, EU ACHO, VEREADOR É EM JALES, OU DO OIAPOQUE AO CHUÍ, TUDO É VEREADOR, ME DESCULPE.

        • Rapizodia

          Assim como você, também foi difícil me desapegar de uma ideia que era como um tesouro prá mim e é o que você deveria fazer, mas o fato é que vereadores tem realmente relação com sua cidade, mas o tal da reportagem, tem escritório e gasta dinheiro do contribuinte da cidade do Rio de Janeiro em cidades a mais de cem quilômetros da capital e são mais de um, qual o interesse nisso? Qual dos filhos do Presidente estava na rabeta do Rolls Royce no dia da posse? Se ainda não foi suficiente não sei o que seria, para escancarar sua influência no papito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *