BOLSONARO DESISTE DE IR AOS ESTADOS UNIDOS RECEBER HOMENAGEM E CULPA PREFEITO DE NOVA YORK. SENADOR AMERICANO COMEMORA

A notícia é do UOL:

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) cancelou a viagem que faria nos próximas dias a Nova York. Em 14 de maio, ele receberia o prêmio “Pessoa do Ano”, oferecido pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

Em nota emitida nesta noite, o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, disse que o cancelamento se deve aos “ataques” feitos pelo prefeito de Nova York, Bill de Blasio, do Partido Democrata, a Bolsonaro.

“O presidente da República agradece a homenagem proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, ao escolhê-lo ‘Personalidade do Ano de 2019′”, diz a mensagem. “Entretanto, em face da resistência e dos ataques deliberados do prefeito de Nova York e da pressão de grupos de interesses sobre as instituições que organizam, patrocinam e acolhem em suas instalações o evento anualmente, ficou caracterizada a ideologização da atividade”, continua a nota de Rêgo Barros.

A viagem estava prevista para acontecer dos dias 13 a 15 de maio e, além de Nova York, incluiria uma passagem por Miami. Ambas foram canceladas, afirma o porta-voz. Desde que a premiação de “Pessoa do Ano” a Bolsonaro foi anunciada, o evento foi cercado de polêmicas.

O Museu Americano de História Natural desistiu de sediar o jantar após críticas da comunidade acadêmica. O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, do Partido Democrata, disse que Bolsonaro não era bem-vindo à cidade e o chamou de racista, homofóbico e destrutivo.

Por meio de suas redes sociais, o senador democrata Brad Hoylman comemorou a desistência de Bolsonaro de comparecer à homenagem feita pela Câmara de Comércio Brasil-EUA. “Vitória: Nós enfrentamos o presidente homofóbico do Brasil Jair Bolsonaro e nós vencemos. De acordo com as notícias brasileiras, ele desistiu do evento no Marriott Marquis e cancelou sua viagem aos EUA. O ódio não tem espaço em Nova York.”, escreveu Hoylman.

3 comentários

  • Homem do ano! Que ano?

    Essa homenagem para qualquer Presidente com quatro meses de governo é uma farsa, uma hipocrisia! Nem o Brasil e o Bolsonaro precisam disso. Assim como também foi o “Premio Nobel da Paz”, para o Obama, que mal tinha sentado na cadeira de Presidente. Até ele, Obama, ficou surpreso.
    Mas esse não é o caso, o caso é que foi humilhante, ninguém quis ceder espaço e nem patrocínio, face a postura do Bolsonaro. E aí, cadê os petistas, vão dizer que os EUA são comunistas?
    Houve exageros de alguns americanos pois o prefeito de NY chamou de racista, homofóbico e destrutivo. Destrutivo de que? Da Amazônia? kkkkkk
    Teve um senador gay, disse que Bolsonaro é “homofóbico perigoso e violento”. Deve ser porque o Bolsonaro quase morreu de facadas! kkkk
    Acabou a festa

  • jumento que votou em bozonaro

    cagão.

  • Rapizodia

    A visão que o mundo tem atualmente do Brasil e que insistimos em ajudar a construir nós últimos meses, é a de um leproso fétido que ninguém que por perto. Nosso Presidente agiu de modo arrogante na maioria do tempo para com as economias menores e mais frágeis que a nossa e como bajulador e irresponsável com as economias mais poderosas. Agora vemos o mundo virar as costas para o Brasil, perdemos o pouco de respeitabilidade que tínhamos e nosso Governo é persona nom grata e com ele o país. Se este governo não mudar de estratégia e procurar virar esta situação a nosso favor, isso só se agravará. Este é trabalho para um batalhão de diplomatas extremamente competente, mas com este Ministro das Relações Exteriores que está aí, entendo que só tem a piorar. O sujeito não trabalha, fica procurando intrigas e fazendo afagos desnecessários sem obter nada em troca para o País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *