BOLSONARO DIZ QUE REDE GLOBO “FESTEJOU” AS 100 MIL MORTES POR COVID, NO JORNAL NACIONAL

A Globo, em conluio com o imparcial de Curitiba, ajudou a colocar o Bozo no poder, propagando o ódio contra o PT. Agora, não adianta espernear. Como diria aquele antigo adágio, “quem pariu Mateus que o embale!”

Deu no Brasil 247:

O presidente Jair Bolsonaro criticou neste domingo (9) a Rede Globo pelo discurso do Jornal Nacional de sábado (8) acerca das 100 mil mortes pela Covid-19 no Brasil.

Bolsonaro disse que a emissora, “de forma covarde e desrespeitosa”, comemorou os números “como uma verdadeira final da Copa do Mundo, culpando o Presidente da República por todos os óbitos”. Ele também falou que a Globo usou o coronavírus politicamente contra seu governo.

Jair Bolsonaro ainda afirmou que “não faltaram recursos, equipamentos e medicamentos para estados e municípios. Não se tem notícias, ou seriam raras, de filas em hospitais por falta de leitos UTIs ou respiradores”, contradizendo inúmeras imagens que mostram a falta de equipamentos e profissionais da saúde por todo o Brasil.

A cloroquina não poderia ficar de fora da baboseira presidencial. Bolsonaro disse que “essa mesma rede de TV desdenhou, debochou e desestimulou o uso da hidroxicloroquina que, mesmo não tendo ainda comprovação científica, salvou a minha vida e, como relatos, a de milhares de brasileiros”.

Bolsonaro ressaltou que “a desinformação mata mais até que o próprio vírus”. E completou, afirmando que “o tempo e a ciência nos mostrarão que o uso político da Covid por essa TV trouxe-nos mortes que poderiam ter sido evitadas”.

Abaixo, o discurso da Globo no Jornal Nacional de ontem:

10 comentários

  • O choro do Bolsonaro nunca acaba

    O “Jornal Nacional” começou a edição com uma crítica direta ao Bolsonaro, no dia em que o Brasil atingiu a marca de 100 mil mortos
    O JN lembrou que o país está há 12 semanas sem ministro titular da Saúde. E apontou que os ministros anteriores — que eram médicos — deixaram o cargo porque pretendiam seguir as orientações da ciência, o que Bolsonaro não concordou.
    Na sequência, relembrou algumas declarações do Bolsonaro com as mortes em decorrência da doença desde o início da pandemia. “Primeiro, o presidente menosprezou a doença e a chamou de ‘gripezinha’. Depois, Bolsonaro disse que não era coveiro. Disse duas vezes”, lembrou o apresentador.
    “Quando os óbitos chegaram a 5 mil, a resposta dele foi: E daí?’. Agora o presidente repete que a pandemia é uma chuva e que todos vão se molhar. Que a morte é o destino de todos nós e que temos que enfrentar a doença, como se fosse uma questão de coragem”, completou.
    O JN também resgatou que o presidente não apoiou o isolamento social, desde o início da pandemia, indo “na contramão do bom senso dos governadores que a defendiam”, explicou Renata.
    Com isso, segundo o “Jornal Nacional”, o resultado foi confusão e perplexidade dos cidadãos que não sabiam no que acreditar.
    Bonner ainda culpou prefeitos e governadores — além de Bolsonaro — pelas filas em leitos de UTI, que não foram comprados a tempo e que foram insuficientes para todos.
    “Ou porque a falta de isolamento social deixou de achatar a curva de contaminados e sobrecarregou o sistema de saúde?”, acrescentou o apresentador.
    A edição especial teve como objetivo apontar que está na Constituição do Brasil que é dever dos governantes implementar políticas que visem reduzir o risco de doenças. E que isso será motivo para análises futuras sobre a situação atual do país.
    “A pergunta que se impõe é: o Bolsonaro cumpriu esse dever? Entre os governadores e prefeitos, quem cumpriu e quem não cumpriu [seu dever]? Mais cedo e mais tarde, o Brasil vai precisar de resposta para essas perguntas'”

  • rapizodia

    Devemos parabenizar Vossa Excelência, o Presidente Bozo, pela funesta marca de 100 mil mortos. Esse título o acompanhará por toda a sua vida. Aqueles que perderam seus familiares, ainda que não o reconheçam, não tardarão a fazê-lo, pois ao longo do tempo vão ter maior discernimento e clareza para apurar que o Estado na pessoa do Presidente foi negligente e sabotou o tempo todo qualquer esforço de contenção inicial da epidemia. O senhor Bozo foi irresponsável, nada de novo, deixando o país a deriva e batesse cabeça na pessoa de seus governadores e prefeitos. Observando o presidência da república, vimos um sujeito vivendo uma vida paralela a situação de desordem como se nada estivesse acontecendo e não houvesse mortes acontecendo e que poderiam ser minimizadas somente com organização. É uma lástima ver esse sujeito na presidência e uma desgraça saber que conseguiu ludibriar os anseios legítimos da maioria da população que buscava uma saída aos governos petistas viciados, mas que ao votar com o ‘fígado’ tornaram-se coautores do mefisto. Ainda que eu sofra o processo de degradação como toda sociedade brasileira pobre, tenho a consciência tranquila que esta aberração de político não teve meu voto.

  • José Pavilosque de Araujo

    Se tem que culpar alguém, que seja o STF os governadores e prefeitos, agora essa rede de desinformação quer colocar no colo do nosso presidente, absurdo!!

    • Rapizodia

      Não amigo, temos que colocar nas costas de quem entendemos e vimos ser responsável por está desordem. Não queira você agora isentar o presidente não, ele é sim o grande responsável. Ele e está turba de irresponsáveis lambe botas que o acompanham endeusando sua personalidade e atitudes estúpidas. Seu mito, que está mais para mico, lavou as mãos e deixou o país sem um ministro da saúde no momento mais agudo do problema, perseguiu todos os ministros que não falavam amém prá ele no meio da pandemia e Você vem aqui tirar do colo dele os óbitos que ele promoveu com sua sede insana por empurrar um medicamento sem qualquer eficácia comprovada. O STF só agiu por que seria ainda mais destruidor deixar o país nas mãos de um esquizofrênico surtado do que nas mãos de governadores e prefeitos, ainda que isso fosse usado politicamente como acabou sendo.

      • O choro de Bolsonaro nunca acabar 2

        Rapizodia
        O que vc escreveu, não torna o Bolsonaro culpado pelas mortes do covid-19.
        Eu não gosto do presidente mas a troca de ministro e a indicação de remédio não é justicativa para a sua culpabilidade.
        Você confunde as coisas

        • Rapizodia

          Confundo!? Apresente as razões que o isentam de responsabilidade!

          • O choro de Bolsonaro (3)

            Não existe responsabilidade deste ou aquele governante! O que existe é interesse de partidos principalmente de oposição que tem interesses politicos e eleitorais para responsabilizar Bolsonaro, Dória, Witzel, e outros.
            As bobagens ditas por Bolsonaro não interferem em mortes de ninguem

          • rapizodia

            ‘Choro’, claro que existe responsabilidade. Ele é o chefe e está rodeado de assessores e ministros. Você acha que Lula roubou todo o dinheiro que lhe foi imputado pessoalmente? Claro que não! Lula negligenciou e não agiu, ainda que tenha conhecimento ou não e muitas vezes o ladrão não era do seu circulo de amizades pessoais, caso do Aécio, mas era sua a responsabilidade em coibir a prática, no entanto, céu e inferno viram nele chefe e orquestrador, é o que apresentou o isento Dallagnol naquele powerpoint e assim, foi condenado. O Bozo é responsável quando torna o trabalho do então ministro da saúde um inferno e continua até hoje, o tempo todo fazendo apologia para que população transgrida a orientação do próprio ministério, seria como promover um suicídio coletivo. Sua afirmação final é tudo de simplista, o Bozo é mitificado por pelo menos 30% dos eleitores e é chefe da nação, acha mesmo que suas ações não interferem na vida de milhares de pessoas!?
            No meio em que ele atua, interesse político é só o que existe, ele sabe e também faz uso do artifício, quando tenta se isentar do problema pandemia, dizendo que o STF o teria podado e então não tem mais responsabilidade com o problema, sai propositalmente pelas periferias de Brasília sem proteger as pessoas, as abraça, anda de moto causando sucessivas infrações como se tivesse em playground, é isso que esperamos de um governante? Ainda que seja um idiota, há que se ter o mínimo de dignidade e ética, ou então deixe o cargo para quem entende e sabe da sua importância.

  • O jornalismo-investigativo da Globolixo, estão ávidos para flagrar o Presidente Jair Bolsonaro se masturbando, para iniciar uma batalha midíatica para desembocar num impeachment

Deixe uma resposta para Teresa Cansada de Guerra Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *