BOLSONARO RECUA DA RECONTRATAÇÃO DE ASSESSOR DEMITIDO

Esse governo Bozo é uma verdadeira “gaiola das loucas”. O rapaz foi demitido, readmitido e demitido novamente. Bolsonaro botou a culpa num assessor do Onix, mas você acredita que um sujeito demitido pelo presidente seria readmitido por um assessor qualquer?

Ontem, por ocasião da recontratação, a Casa Civil emitiu nota declarando que “o presidente e Vicente Santini conversaram, e o presidente entendeu que o Santini deve seguir colaborando com o governo”. A notícia é do Congresso em Foco:

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou na manhã desta quinta-feira (30) que irá demitir  José Vicente Santini do cargo de  assessor especial de relacionamento externo da Casa Civil.

Ele foi nomeado para o posto ontem, um dia depois de ser demitido publicamente por Bolsonaro do cargo de secretário-executivo da pasta, após utilizar um avião da FAB para se deslocar para a Suíça e de lá para a Índia.

No anúncio da segunda exoneração de Santini, Bolsonaro afirmou também que irá demitir o secretário-executivo interino da Casa Civil, Fernando Wandscheer, responsável pela readmissão  de Santini na pasta.

Segundo matéria publicada pelo Estadão, Santini foi readmitido na pasta após se reunir com Bolsonaro e, junto com interlocutores, convencer o presidente de que ele poderia seguir no governo. Responsável pela nomeação, Wandscheer era subordinado de Santini até o dia anterior. Com a primeira demissão de Santini, passou a ocupar o cargo de secretário-executivo.

2 comentários

  • Sérgio

    Reexonerou o Cara. A primeira vez que vemos isso… Pode esperar que Jajá contrato de novo às escondidas. Afinal é amiguinho dos bebês do Bozão.

  • Onyx Lorenzoni pagou o pato!

    Acostumamos a ver os políticos a viajar com o nosso dinheiro. Estranhamos ver o presidente demitir o Vicente Santini. Não sei se o Bolsonaro quis readmiti-lo mas a opinião publica funcionou como nenhum presidente tinha ouvidos para ela. Os tempos mudaram!
    Petistas podem criticar mas a forma meio “gaiola das louca” (como disse o Cardozinho) mas é a característica do Bolsonaro. Quem saiu perdendo no episódio de Vicente Santini foi Onyx Lorenzoni, que o Bolsonaro acusou de readmiti-lo.
    No mesmo post em que anunciou a degola do ex-número dois do ministro, Jair Bolsonaro avisou que o Programa de Parcerias e Investimentos vai ser transferido da Casa Civil para o Ministério da Economia.
    No ano passado, Onyx Lorenzoni havia calculado que a carteira do PPI poderia gerar 2 trilhões de reais em investimentos. Agora isso passou para Paulo Guedes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *